Incrível

Sou cabeleireira e vou contar as melhores dicas de cuidados com os cabelos (e os truques dos salões de beleza)

1-34
25k

Olá a todos! Meu nome é Vera e eu trabalho como cabeleireira há 6 anos. Desde criança, sonhava em me tornar uma profissional na área: muitas vezes corria para o salão onde minha tia trabalhava e tentava entender o que os profissionais faziam e os melhores truques de beleza. Após terminar o ensino médio, eu comecei um curso profissionalizante para me tornar cabeleireira.

Vou contar aos leitores do Incrível.club como devemos cuidar corretamente dos nossos cabelos e quais procedimentos é melhor evitar. No bônus desse post, quero revelar os truques que alguns dos meus colegas de profissão vão usar para esconder um trabalho malfeito.

10. Por que o loiro fica tão amarelado

A maioria das clientes loiras querem manter o tom mais “platinado” do loiro e evitar o amarelamento da cor pelo maior tempo possível. Muitas, no entanto, se queixam que, depois de 1 semana, o cabelo ganha um tom mais “amarelado”. Há diversas causas possíveis para esse problema, e aqui abaixo estão os principais erros que muitos cometem:

  • Fazer escova e penteados sem proteção térmica, que, para cabelos tingidos, é sempre necessária quando há o uso de secador.

  • Não controlar a hiperidrose (não é raro o couro cabeludo suar). A transpiração excessiva pode afetar a durabilidade do tom do cabelo.

  • Usar shampoos e condicionadores comuns. Quando não usamos produtos especiais para cabelos tingidos, e principalmente para cabelos loiros, a cor pode ser perdida rapidamente em uma lavagem. Para que isso não aconteça, é preciso esquecer todos os produtos que não contenham a indicação de color protection (“proteção da cor”). Shampoos de coloração roxa também são específicos para neutralizar o tom “amarelado” do loiro.

  • Lavar a cabeça com água muito quente. Eu sempre digo que você pode, sem dúvidas, tomar banho quente, mas, nesse caso, é melhor não lavar a cabeça. Os fios tingidos, assim como o couro cabeludo, precisam ser lavados com água morna ou fria.

9. Por que eu não faço polimento capilar

Esse é provavelmente um dos procedimentos mais populares de 2019. Mas o que eu tenho a dizer sobre isso é: “Eu sou contra”. Calma, vou explicar melhor o meu posicionamento. Para “polir” o seu cabelo, na maior parte das vezes, os profissionais vão usar máquinas comuns de cortar cabelo, usando um pente ajustável específico. O problema é que a máquina corta tanto os fios danificados quanto os fios saudáveis. Muitas vezes, perde-se densidade de cabelo com esse procedimento.

O corte durante o polimento é normalmente desigual e arriscado. O resultado é suficiente para uma semana. Depois, os fios começam a quebrar com maior frequência. Para se obter o resultado ideal, o procedimento precisa ser realizado apenas com tesoura.

Muitos profissionais se oferecem para “selar” as pontas após o polimento. Isso é feito para prolongar o efeito. Na maioria das vezes, o procedimento é combinado com a laminação ou o “botox” capilar, aumentando assim os lucros. Lembre-se de que nenhum procedimento de salão é capaz de recuperar cabelos danificados: pontas duplas não podem se tornar “saudáveis”, elas podem apenas ser removidas.

8. A importância do peeling capilar

É perfeitamente normal que o profissional do seu salão não atinja a cor que você queria. Assim, acabamos por repetir o processo traumático de coloração, que é muito prejudicial para a saúde dos nossos cabelos e couro cabeludo. Para evitar isso, você pode pedir para fazer um peeling capilar ou decapagem, que nada mais são do que formas de esfoliação.

Decapagem é a remoção do pigmento artificial dos fios de cabelo. Nos cabelos úmidos e limpos deve-se colocar uma parte de pó descolorante para 4 partes de oxidante (1,5% e 3%). Depois será possível tonificar o cabelo para uma cor mais apropriada e desejada.

O peeling permite clarear a cor em até um tom. Na maioria das vezes, utiliza-se uma mistura de um pó específico, oxidante de baixa percentagem e shampoo de limpeza profunda. O mesmo pode ser feito quando a descoloração estiver desigual.

Esses são procedimentos menos impactantes para o cabelo quando em comparação com um segundo clareamento ou descoloração. A decapagem e o peeling são processos mais rápidos, visto que a composição líquida se espalha mais facilmente pelos fios, o que acarreta em uma reação mais imediata. Assim, é possível economizar tempo e manter a saúde do seu cabelo.

7. O que pode afetar a raiz do seu cabelo

Às vezes, temos uma desagradável sensação de dor na raiz do cabelo, como se ela estivesse sendo puxada. Vamos entender de onde vem essa dor ou sensação de desconforto.

  • Hipersensibilidade. É possível que, simplesmente por mudar o lugar da separação do cabelo, a cabeça comece a coçar ou doer. Quando isso acontece, a pele do seu couro provavelmente é muito sensível e pode reagir até mesmo a shampoos novos.
  • Elásticos, presilhas e cabelos muito apertados. Ao prender seus cabelos em direção contrária ao crescimento natural do cabelo, você pode ter uma sensação de desconforto com o tempo.
  • Procedimentos agressivos. Tingimento, descoloração, escova permanente. A pele da cabeça normalmente reage a tais procedimentos, e você poderá sentir a pele irritada, ardida e seca. Por isso, antes de tingir o cabelo, faça o teste para reações alérgicas.
  • Falta de lavagem. A sujeira tampa os poros do couro cabeludo e deixa a raiz do cabelo mais pesada, o que pode provocar dor.

6. Por que é importante amolecer a cutícula capilar

Há um procedimento que pode ser feito para amolecer, ou afrouxar, a camada da cutícula capilar, o que facilitará o tingimento posteriormente. Graças a esse procedimento, os tons acinzentados serão melhor tingidos, sem brilho excessivo e com uma coloração mais uniforme.

Para colorir o cabelo é preciso apenas distribuir a tinta uniformemente, mas, para o amolecimento da cutícula, é preciso usar um oxidante que deve ser passado nos fios brancos ou acinzentados e deve-se esperar 15 minutos para o produto agir. Esse método também pode ser usado para deixar os cabelos grisalhos “platinados”.

Por que esse procedimento quase não é feito nos salões? Primeiro, não são todos os cabeleireiros que conhecem esse método (minha tia me contou esse segredo). Em segundo lugar, seria mais tempo de trabalho tanto para o profissional quanto para o cliente. E, por último, isso significa um custo adicional de materiais, levando em conta que muitos clientes, hoje, buscam por opções mais econômicas.

5. Como se livrar das pontas duplas

Vou contar como evitar as pontas danificadas dos nossos cabelos:

  • Use secador de cabelo, chapinha e babyliss somente depois de aplicar um produto para a proteção térmica dos fios. Sob altas temperaturas o cabelo perde umidade, fica mais poroso e frágil, e depois começa a quebrar.
  • Não escove os cabelos molhados: eles podem esticar e quebrar. Também evite as escovas velhas e danificadas, elas podem prejudicar o couro cabeludo e embaraçar os fios. Aconselho comprar uma escova com cerdas naturais ou pentes de silicone.
  • Corte as pontas a cada 2 meses. Caso contrário, as pontas duplas irão se dividir e afetar o cabelo saudável. Sempre observe o estado dos materiais usados no salão que frequentar. Se o profissional usar tesouras cegas, isso poderá danificar e quebrar o seu cabelo. Caso as tesouras não estejam em condições adequadas, você provavelmente voltará no salão depois de 2 dias com o mesmo problema.
  • Não picote as pontas. Esse procedimento serve para definir a forma dos cabelos ao fazer picotes na ponta dos fios. Isso, no entanto, divide o cabelo em partes, e depois as pontas começam a rachar. Um bom cabeleireiro pode fazer um excelente corte sem picotar.
  • Não se esqueça de hidratar o cabelo. Durante o verão, seu cabelo ficará mais ressecado e frágil. Use máscaras revitalizantes e hidratantes com certa frequência, sprays especiais ou óleos.

4. Vale a pena pintar o cabelo das crianças?

Os clientes estão cada vez mais interessados em deixar seus filhos com cabelos coloridos e brilhantes. Na maioria das vezes, as mães preferem cabelos cor-de-rosa para suas filhas, ou somente tingir as pontas. Felizmente, agora há muitas formas seguras de dar aos cabelos uma tonalidade diferente.

Giz de cera é a forma mais inofensiva de colorir os fios em qualquer cor do arco-íris. Sim, pintar os cabelos com giz é moda em muitos lugares do mundo, principalmente nos EUA. O giz não deixa o cabelo seco, mas a cor dura somente até a primeira lavagem. Além disso, há muitos cremes e sprays que podem colorir os cabelos e são perfeitamente inofensivos.

É importante lembrar que alguns desses produtos sujam a roupa. Especialmente os gizes de cera, que soltam dos fios com maior facilidade. É evidente que para pintar os cabelos assim em casa, você precisará usar luvas. Caso contrário, não só os cabelos ficarão tingidos, mas suas mãos também.

3. Como fazer um penteado para festa e por que os cabeleireiros preferem as loiras

A coisa mais importante em qualquer penteado é deixar os cabelos limpos e naturais. Que seja um coque baixo ou o meio-preso, o mais importante é que os cabelos pareçam naturais e bem cuidados. A propósito, por que você acha que os cabeleireiros preferem usar as loiras como modelos? Simples: os cabelos tingidos e danificados mantêm melhor a forma. Por outro lado, trabalhar com cabelos lisos demais e macios é muito mais difícil, e muitos profissionais se recusam.

Aqui estão algumas dicas para você saber se estão fazendo um penteado da forma correta:

  • Os cabelos precisam ser preparados corretamente — alisados ou em cachos.
  • O profissional precisa determinar o centro do penteado, e a partir dele é montada a estrutura.
  • Durante a montagem, não é necessário o uso de laquê, a fim de evitar que os cabelos fiquem pegajosos ou duros demais.
  • O cabeleireiro precisa perguntar o estilo da sua roupa. Para vestidos com ombros abertos, os penteados mais armados são perfeitos; em outros casos é melhor dar preferência aos cachos.

2. Qual o melhor shampoo — comum ou profissional?

Os shampoos comuns do dia a dia são destinados somente para a remoção da sujeira e acúmulo de sebo. Os shampoos profissionais não têm apenas a função de limpeza, mas também ajudam a resolver problemas específicos, espessando ou hidratando os cabelos. Realizei um pequeno experimento: o lado esquerdo da cabeça foi lavado apenas com shampoo profissional; e o lado direito com um produto doméstico popular vendido em qualquer mercado ou farmácia.

Com o resultado, verificou-se que o shampoo normal, que custava cerca de 3 vezes mais barato, dava ao cabelo um bom volume. Mas após o uso, o cabelo ficou com caspa, o que não foi observado após o uso do shampoo profissional. O último também deixou os cabelos com uma aparência mais “limpa” e “arrumada”. O shampoo comum deve ser usado com um condicionador. Caso contrário, os cabelos ficarão extremamente embaraçados e será difícil penteá-los.

1. Como cuidar bem do seu cabelo: dicas que dou aos meus clientes

Aqui estão algumas recomendações que irão melhorar significativamente a saúde do seu cabelo.

  • Lave a cabeça 2 vezes. A primeira aplicação do shampoo remove a camada superior de sujeira e produtos. Na segunda aplicação o produto irá nutrir o cabelo com as substâncias nele presentes. Você não deve esfregar ou puxar os cabelos para evitar danificar sua estrutura. Na verdade, somente a pele do couro cabeludo fica oleosa; as pontas ficam apenas “empoeiradas”. A espuma passada no couro será suficiente para limpar as extremidades.

  • Enxugue os cabelos com uma toalha. Isso deve ser feito no sentido das raízes até as extremidades. Em nenhuma circunstância você deve esfregar os cabelos com a toalha. Isso só danificará os fios.

  • Aplique o condicionador após a máscara capilar. O creme irá suavizar as escamas dos fios e dar mais brilho. A máscara é importante para nutrir o cabelo com substâncias benéficas para a saúde do cabelo, mas não tem capacidade de tampar a cutícula capilar.

  • Não seque o cabelo logo após a lavagem. Deixe o cabelo secar naturalmente por um tempo. Somente depois disso use o secador (com apenas ar frio).

  • Alise os cabelos apenas com uma escova de cabelo. Com a escova você pode usar uma chapinha. Assim você evita a formação de nós ou fios embaraçados.

Bônus: os “golpes” mais frequentes nos salões de beleza

Agora eu serei apedrejada por muitos colegas de profissão, mas, mesmo assim, decidi compartilhar alguns segredos um tanto quanto desagradáveis dos salões de beleza. Eu sinceramente acredito que você pode ter muito mais sucesso sendo sincero no trabalho do que “enganando” seus clientes.

  • “Caro” nem sempre significa “de qualidade”. Os preços de procedimentos nos salões dependem em grande parte de sua localização e do aluguel do espaço comercial. Em salões mais caros nem sempre trabalham profissionais competentes; lá você pode encontrar apenas mulheres ambiciosas que se acham mais do que realmente são. Em termos de serviço, até mesmo salões de classe média podem lhe oferecer uma xícara de café e, às vezes, até um petisco. O principal é ler as avaliações on-line do estabelecimento que você pretende ir e não deixe de ouvir os conselhos de amigos que já foram.

  • Imposição de cosméticos. Muitas vezes, durante um corte ou uma coloração, o cabeleireiro pode “impor” o uso de determinados produtos e marcas, normalmente mais caros. Mas, por alguma razão, esse profissional não lhe dá informação suficiente sobre o uso e a utilidade do produto em questão. Isso se deve ao fato de que muitos profissionais recebem comissão pela venda de determinados produtos. Lembre-se: antes de lhe dar alguma recomendação de spray ou máscara, o profissional precisa fazer um teste nos seus cabelos para determinar o seu tipo capilar. Produtos que não forem adequados poderão danificar seriamente a estrutura do seu cabelo.

  • Fazer escova imediatamente após tingimento ou luzes. Muitos cabeleireiros fazem isso para esconder um trabalho malfeito. Cabelos escovados e lisos ficam sempre com uma melhor aparência mesmo que o resultado do trabalho tenha sido bastante aquém. Eu sempre mostro meu trabalho no cabelo natural e depois, se o cliente decidir, eu faço a escova.

  • Escurecimento das raízes após fazer luzes. O profissional pode dizer que isso deixará o visual mais elegante e interessante. Mas, muito provavelmente, ele só está tentando esconder possíveis falhas de manuseio. Isso acontece quando o cabeleireiro, por exemplo, aplica um agente clareador perto da raiz e a composição se espalha desigualmente, formando listras e manchas. Se você não quiser andar como um leopardo, verifique o resultado do trabalho fazendo a separação do cabelo e observando a uniformidade. Caso não esteja uniforme, peça para que a pessoa corrija o erro.

Como você cuida do seu cabelo? Apara as pontas ou faz outros procedimentos com frequência nos salões?

Imagem de capa hairvera / zen.yandex
1-34
25k