Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Passo a passo de como fazer sua pedicure em casa seguindo as recomendações de profissionais

5-5-
748

Muitas vezes, deixamos de lado o cuidado com os pés por diferentes motivos, como a falta de dinheiro para ir a um podólogo ou a um salão, ou simplesmente por não saber fazer a pedicure em casa. Se alguma dessas opções é o seu caso, temos a solução!

Uma autora decidiu mostrar para o Incrível.club o passo a passo de uma pedicure completa feita em casa, e os resultados foram tão interessantes que gostaríamos de compartilhar algumas de suas técnicas (claro, sempre baseadas em conselhos dos especialistas).

Do que precisamos?

Materiais:

  • Pedra-pomes ou lixa para os pés;

  • Escova para os pés;

  • Alicate para unhas;

  • Opcional: removedor de cutículas;

  • Alicate para cutículas ou tesoura para unhas;

  • Lixa para unhas;

  • Espátula para cutículas ou palito de laranjeira;

  • Esmalte da cor que você preferir;

  • Top coat.

Passo 1: preparar os pés

Antes de começar, é preciso preparar os pés:

  • Se desejar, depile os pelos dos pés;

  • Se você ainda está com esmalte nas unhas, é melhor removê-lo;

  • Depois, prepare seus pés para retirar a pele morta e acumulada. Podólogos recomendam submergi-los em água morna durante dez minutos para amolecer os tecidos. Você pode adicionar sais de Epsom, óleos e ervas para banho também.

Passo 2: esfoliar

Com a ajuda da lixa ou da pedra-pomes, é preciso fazer uma esfoliação com a finalidade de remover a pele que está dura e morta em torno dos calcanhares e das laterais dos pés. Especialistas aconselham fazer movimentos circulares, além de usar essa ferramenta unicamente para os pés, não compartilhá-la com ninguém e lavá-la muito bem depois de seu uso.

Passo 3: limpar a pele morta que se desprendeu

Passe a escova nos lugares em que você esfoliou anteriormente para tirar a pele que se desprendeu. Utilize a escova sempre que precisar remover sujeira ou tecidos mortos como cutículas e calos.

Passo 4: cortar as unhas

Mesmo que pareça algo simples, isso requer uma técnica específica para evitar unhas “enterradas” ou encravadas, e para não nos machucarmos. A maneira correta, indicada por podólogos, é:

  • Não há utensílio melhor do que o cortador de unhas (ou alicate para unhas). Ele foi projetado para proporcionar um corte uniforme;

  • Corte as unhas sempre em linha reta e nunca curvada, não importa que as bordas fiquem afiadas. Desse modo, você terá um formato quadrado, que estimulará o crescimento para a frente e não para os lados;

  • Nunca corte muito as unhas. Elas devem sempre estar por cima da pele e não o contrário. Quando o tecido fica para fora da unha, ela cresce para dentro da pele.

Passo 5: lixar as unhas

É necessário suavizar as curvas de cada unha com uma lixa. Os especialistas recomendam fazer isso sempre depois do corte para nivelar a unha e evitar que as bordas irregulares cresçam e encravem na pele.

Passo 6: retirar cutículas e mais pele morta

Com a ajuda da espátula ou do palito de laranjeira, é preciso remover as cutículas e as peles mortas que ficaram entre as unhas e os dedos. Os especialistas em pés aconselham empurrar a pele para trás, de maneira suave, somente retirando os tecidos que se desprendem facilmente. Mas cuidado, repetir isso continuamente pode fazer com que as cutículas cresçam até mesmo mais grossas.

Passo 7: usar o alicate para cutículas somente se necessário

Com alicate para cutículas ou tesouras, devemos apenas retirar aqueles pedacinhos de pele que se levantaram, mas sem tirar mais do que essas “pelezinhas”. Você até pode tentar cortar a cutícula com muito cuidado, para não ferir a pele e causar uma infecção; cabe mencionar que isso é unicamente para fins estéticos e é melhor não fazê-lo, já que os podólogos asseguram que as cutículas servem como uma barreira protetora contra as bactérias.

Passo 8: o esmalte

Se as suas unhas estiverem saudáveis, você pode pintar e aplicar um top coat. Um indicador de fungos, segundo os especialistas, são unhas grossas, descoloridas ou amareladas. Se as suas têm alguma dessas condições, é melhor não aplicar nenhum tipo de esmalte, já que ele bloqueia a umidade e não permite que o leito ungueal ’respire’. Nesse caso, é melhor procurar um profissional. Para finalizar, hidrate seus pés com algum produto específico para isso.

Com qual frequência você faz suas unhas dos pés? Qual é a sua cor de esmalte preferida? Esperamos pela sua opinião na seção de comentários!

5-5-
748