Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Como se salvar em caso de terremoto

Como se salvar em caso de terremoto

Os terremotos, embora de raros no Brasil, são comuns no Japão, por exemplo, em outros locais da América do Sul, como no Chile e no Peru e em Portugal - em 1955, Lisboa foi totalmente destruída por um sismo de grande magnitude. Então, vale a pena saber o que fazer em caso de emergência.

O Incrível.club sistematizou para você algumas das principais recomendações da Cruz Vermelha e de especialistas da ONU que se dedicam a estudar as consequências das catástrofes naturais.

  • Esconder-se na soleira da na porta. É um mito perigoso, talvez os batentes caiam em cima de você.
  • Sair correndo pela rua, se você estiver em um nível mais elevado do que o segundo andar. As escadas e os elevadores são extremamente perigosos durante os terremotos.

  • Quando você sentir o tremor, mova-se em direção à parede externa. Se a casa cair, você será resgatado mais rapidamente.
  • Certifique-se de que não há nada em torno que possa cair em cima de você, como luminárias, mobiliário pendurado, etc.
  • Deite-se no chão, é melhor que fique o mais grudado ao sofá ou a uma cama (mas não se esconda debaixo da cama!): se cair um móvel ou o teto, o sofá (ou cama) receberiam o golpe e criariam um espaço livre, uma espécie de célula de sobrevivência. A cadeira é um objeto estável e de jeito nenhum cairia em cima de você. Uma boa alternativa seria se deitar próximo à uma parede.
  • Encolha-se em posição fetal, cobrindo a cabeça com as mãos para protegê-la.

Esta teoria provoca muito debate. Por um lado, o perigo mais comum nos abalos sísmicos são a queda de objetos. Se soubéssemos de antemão que o terremoto não será forte o suficiente para derrubar a casa, poderíamos nos esconder embaixo de uma mesa com toda a confiança.

No entanto, em terremotos mais intensos, quando caem tanto as paredes quanto o teto, a mesa esmagaria a pessoa escondida debaixo dela.

Desde o primeiro tremor até um possível colapso o tempo varia de 10-20 segundos. Seria ótimo se você usasse esse tempo para deixar o prédio. Mas não faça isso se...

  • estiver num nível superior ao segundo andar, como já mencionado no texto acima.
  • você vê uma multidão de pessoas na saída.
  • tem dúvida de que conseguirá fazer isso em 10 segundos. Neste caso, a probabilidade de que acabe ferido, tentando sair, é maior do que de você se machucar ficando dentro do prédio.

Para avaliar a situação, é preciso ter tempo e tomar uma decisão numa situação de emergência é ainda mais complicado.

Dessa forma não cairão fragmentos de edifícios ou fiação elétrica em cima de você. Se você estiver em uma ponte ou escada, retire-se de lá imediatamente.

Ilustrador Victor Senin exclusivo para Incrível.club
Produzido com base em material de redcross, dougcopp