Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Como repelir estes 12 bichinhos que costumam aparecer na época do calor

5-81
304

No verão, a incidência de insetos sempre acontece com maior intensidade, pois é nessa época mais quente do ano que eles alcançam sua maturidade reprodutiva e há mais ofertas de alimentos de uma forma geral. No entanto, podemos afastar esses bichinhos sem usar inseticidas, valorizando assim o equilíbrio do meio ambiente.

Nós, do Incrível.club, amamos trazer para você novidades interessantes que podem ser aplicadas na sua rotina diária. Para isso, listamos 12 insetos e aracnídeos que aparecem em maior número na estação mais quente do ano e soluções de como lidar com eles visando, entre outras coisas, a saúde da sua família. Confira!

1. Formigas

Esses insetos tão sociais estão qualificados em várias espécies e preferem comer coisas açucaradas como doces e bolos. As formigas podem causar picadas dolorosas, prejuízo em hortas e jardins e até causar infecções hospitalares. Para evitá-las, lembre-se de deixar a casa limpa, lixeiras tampadas e sem restos de comida disponíveis em sofás e tapetes, por exemplo.

Para espantar as formigas é possível usar coisas naturais com cheiro forte como:

  • Casca de limão e laranja: por causa do cheiro forte das frutas cítricas, as cascas são ótimas para serem colocadas no açucareiro, por exemplo;
  • Cravo e canela: só precisa pegar um punhado de cada um e colocar em um recipiente sem tampa ou fazer um saquinho com um pano e deixar nos lugares que as formigas costumam passar;
  • Borra de café: a borra de café é ótima para adubar a terra do jardim ou do vaso e ainda espanta formigas;
  • Pimenta-caiena: essa pimenta pode ser espalhada no jardim ou no formigueiro para afastá-las, só precisa ter cuidado com crianças e animais de estimação;
  • Vinagre Branco: coloque vinagre branco em um frasco e borrife no piso da cozinha, em balcões e mesas para espantá-las;
  • Vaselina: ela pode ser passada em recipientes que ficam fora da geladeira e até na vasilha do seu pet;
  • Suco de limão: o suco pode ser borrifado no piso, nas portas e janelas para evitar que as formigas entrem.

2. Baratas

barata é um inseto resistente que pode se tornar uma praga se não for controlado. A infestação existe porque nas cidades não existem muitos predadores naturais e nas casas elas se adaptaram muito bem por encontrarem acesso, abrigo, comida e água. As baratas se acostumaram a consumir qualquer tipo de lixo considerado orgânico e o contato com elas pode nos trazer doenças como salmonelose, crises de asma, febre tifoide e gastroenterite.

Além de caprichar na limpeza da casa, é importante saber como espantar e evitar tais insetos que podem aparecer mesmo em lugares extremamente limpos:

  • Não deixe embalagens de comida abertas e evite comer na sala ou no quarto;
  • Coloque telas nas portas, janelas e nos ralos que não tenham possibilidade de fechamento total;
  • Faça a manutenção do esgoto para que não haja vazamentos e acúmulo de comida e gordura, para isso você pode usar duas colheres de bicarbonato de sódio, despeje junto com vinagre e tampe. Depois de uns 25 minutos é só jogar água quente;
  • Sempre capriche na higiene da sua casa para não criar um ambiente propício para esse inseto.

Produtos e misturinhas para evitar que esses insetos entrem em casa:

  • Bicarbonato e açúcar: essa mistura funciona bem porque o açúcar atrai o inseto e o bicarbonato causa envenenamento;
  • Louro: como todo inseto, as baratas detestam cheiros fortes, então é só espalhar folhas de louro ou o pó onde elas costumam aparecer e trocar com certa frequência;
  • Óleo de lavanda ou de alecrim: dilua algumas gotas em água e borrife nos cantos, nas portas e janelas para evitar que elas entrem em casa;
  • Álcool gel ou água com sabão: esses produtos entopem os poros e as impedem de respirar.

3. Ácaros

Esses pequenos aracnídeos, que possuem mais de 1 milhão de espécies, estão em várias partes da nossa casa. Apesar de alguns serem visíveis como os carrapatos, muitos deles são pequenos a ponto de só serem vistos com a ajuda de um microscópio. Eles gostam de viver em colchões, travesseiros e carpetes e podem causar alergias.

Esses animais comem células mortas de pele e as camas são seus “restaurantes” preferidos, e para que eles sejam eliminados listamos alguns procedimentos básicos a serem feitos:

  • Lave o que for possível, como travesseiros, cobertas e bichinhos de pelúcia;
  • Coloque colchas, cobertas e travesseiros ao Sol;
  • Substitua lençóis e fronhas semanalmente;
  • Evite carpetes e cortinas de tecido.

Além dos cuidados mencionados acima, existem formas de evitar a infestação:

  • Bicarbonato de sódio: espalhe bem o pó por toda superfície da cama, você pode fazer isso com o auxílio de uma escova. Depois de 30 minutos, use o aspirador de pó para retirar o bicarbonato. Faça isso uma vez por semana na hora de trocar os lençóis;
  • Vinagre e água: para preparar a solução é só misturar 100 ml de vinagre com 2 litros de água. Coloque em um frasco e pulverize nos sofás, colchões, almofadas, etc;
  • Vinagre e álcool: para essa mistura junte 400 ml de cada um dos ingredientes citados, pulverize nas superfícies e, depois de secas, use o aspirador de pó para retirar a “poeira”.

4. Moscas

Esse inseto, também conhecido como mosca doméstica, está presente em quase todo o Planeta, como exceção dos Polos. As moscas são transmissoras de várias doenças como verminose, salmonelose e problemas gastrointestinais. Elas aparecem mais constantemente em dias mais quentes e com mais frequência durante o dia, e algumas espécies já estão adaptadas à vida urbana.

A higiene do local pode diminuir a incidência desse inseto, mas nem sempre consegue evitar que uma ou outra apareça, principalmente no verão. Para isso, existem outras técnicas interessantes para deixar as moscas fora de nossas casas:

  • Maçã ou limão e Cravo-da-Índia: espete em uma maçã vários cravos-da-Índia e deixe na mesa ou em cima da pia, que isso vai espantá-las. A receita também pode ser feita com limão no lugar da maçã;
  • Vinagre e casca de banana: junte meio copo de açúcar, metade de uma garrafa de água, um copo de vinagre de maçã e cascas de banana. Deixe a garrafa aberta onde tem uma incidência maior desses insetos;
  • Fermento biológico e açúcar mascavo: as armadilhas também funcionam com essa mistura, pois isso as atrai e dentro da garrafa elas ficam presas.

5. Traças

As traças são animais que podem infestar armários e causar um grande prejuízo roendo roupas, alimentos, papéis, livros e estofados. Existem nas casas basicamente dois tipos: Thysanura, que são as que roem papéis, e Lepidoptera, que são as traças de tecidos e de comida. O verão é a época mais propícia para o aparecimento delas, considerando que nessa estação a umidade está mais alta.

A limpeza do ambiente sempre vai ser a primeira coisa a ser feita, além disso temos receitas para deixar em locais estratégicos para espantar tais insetos:

  • Cravo-da-Índia, pimenta-do-reino em grãos, louro ou cânfora: podem ser usados juntos ou somente um dos ingredientes; coloque em saquinhos de tule ou faça amarrados com tecido ou gaze de curativo. Pendure ou deixe dentro de gavetas e armários, troque a cada 3 meses;
  • Cravo-da-Índia, água e álcool: ferva 20 cravos-da-Índia em 1 xícara de água. Depois de ferver, retire os cravos e adicione 1 xícara de álcool. Use o líquido para borrifar nos armários e nas estantes de livros;
  • Óleos essenciais de laranja ou de limão: a substância chamada terpeno limoneno é um repelente desse inseto e está presente nesses óleos. Para usar, só é preciso pingar algumas gotas nas gavetas e nos armários.

6. Percevejos

Tais insetos podem infestar colchões, lençóis, gavetas de roupas, armários, travesseiros, almofadas, colchas, camas e frestas de rodapés e pisos de madeira. Os percevejos costumam ser bastante resistentes a alguns tipos de inseticidas e também é muito difícil se livrar deles depois de instalados. Eles são atraídos pelo calor e dióxido de carbono liberado na respiração.

Para evitar e proteger a sua casa de tais insetos, é possível fazer o seguinte:

  • Aspirador de pó: aspire toda a casa, a cama e todas as frestas de móveis, pisos de madeiras e rodapés para eliminar esses insetos e os ovos;
  • Vaselina: passe nos pés e no estrado da cama para evitar que o inseto suba no móvel;
  • Freezer: se possível, coloque a roupa de cama em um saco plástico dentro do freezer por algumas horas, já que esse inseto não resiste à temperaturas extremas;
  • Altas temperaturas: use secadoras com a função quente por 20 minutos, utilize também vaporizadores ou, se não tiver acesso à esses equipamentos, deixe toda a roupa de cama ao Sol durante o dia.

7. Aranhas

As aranhas se localizam em lugares escuros e secos, e uma boa parte delas tecem as teias para caçar sua comida que são, em sua maioria, insetos voadores como mosquitos, controlando assim a população deles. Apesar da maioria ficar na natureza, elas podem não encontrar comida ou abrigo adequado do lado de fora e, por isso, decidem invadir as casas, e algumas podem causar acidentes em adultos, crianças e animais domésticos.

Listamos algumas dicas para evitar que você encontre um bichinho desses dentro de casa. Tudo sem usar inseticidas que podem matar outros insetos, causando assim um desequilíbrio ambiental e acabando com o alimento de outras aranhas, convidando-as, consequentemente, para procurar comida dentro da sua casa. Seguem algumas dicas:

  • Lavanda, laranja, limão e hortelã: as aranhas também não gostam de cheiros fortes, então é interessante passar no chão óleos essenciais que tenham algum desses aromas;
  • Limpeza da casa: é sempre importante varrer ou aspirar os cantinhos embaixo e atrás dos móveis, quadros, livros, camas e sofás para evitar que elas se instalem;
  • Vinagre:produto pode ser passado no chão ou pulverizado no ambiente e nos móveis para espantá-las;
  • Cedro: o cheiro do cedro também incomoda, você pode encontrar em lojas especializadas aquelas bolinhas de cedro e usar por toda casa;
  • Álcool com cravo: você pode aromatizar o álcool 70% com o cravo, deixar descansar por 7 dias e depois pulverizar em janelas e portas, e em toda casa, para afastar de vez esses bichinhos.

8. Pulgas

Esses insetos são muito comuns em gatos e cachorros, mas podem infestar a casa e picar pessoas também. Havendo infestação, o controle é bastante difícil, já que as pulgas deixam ovos e larvas por toda parte em cantos e brechas de difícil acesso. Elas podem colocar até 50 ovos por dia e as larvas e os ovos podem viver até um ano sem alimentos.

Para evitar a infestação no seu animal de estimação e, consequentemente, na casa inteira, listamos uma série de receitas interessantes para fazer em casa sem precisar usar inseticidas:

  • Hortelã, sálvia e poejo: você pode espalhar essas ervas pela casa fazendo amarrados ou colocando em saquinhos, elas são capazes de expulsar ou evitar que as pulgas entrem no ambiente, pois elas não gostam do cheiro;

  • Aspirador de pó: use um equipamento potente para retirar os insetos adultos, as larvas e os ovos que podem estar escondidos nas frestas. Na hora de descartar o lixo, faça da forma correta para que não ocorra uma nova infestação;
  • Água morna e detergente: uma armadilha que funciona bem com as pulgas adultas é colocar em uma tigela a mistura de água morna e detergente. O calor atrai esses insetos e o detergente não deixa eles saírem;
  • Vinagre e óleo de neem: essa mistura também pode ser usada com segurança nos pets, pulverizada ou passada no corpo do bichinho com algodão embebido.

9. Mosquitos

Esses insetos, que são transmissores de várias doenças, matam milhões de pessoas todos os anos e estão presentes em quase todos os cantos do mundo, já estão também muito adaptados à vida urbana e causam muitos transtornos. Apesar de muitos não saberem, somente as fêmeas são sugadoras de sangue que serve para chocar seus ovos.

Fechar as janelas e portas antes do entardecer, colocar telas normais ou repelentes nas janelas, ligar o ventilador para espantá-los são medidas que ajudam muito. Segue abaixo mais algumas receitas que podem ajudar:

  • Citronela: você pode acender uma vela de citronela ou passar óleo essencial nas lâmpadas para que o calor seja dissipado aos pouco e o cheiro espante os mosquitos;
  • Hortelã, gerânio e alecrim : cultive essas plantas e deixe dentro de casa, o cheiro forte ajuda a espantar esses e outros insetos;
  • Vinagre de maçã e detergente: geralmente as lâmpadas atraem esses bichinhos, então coloque um recipiente cheio de vinagre de maçã e algumas gotinhas de detergente sob a lâmpada. O cheiro forte do vinagre atrairá os insetos e o detergente não os deixará escapar;
  • Limão e cravo: essa receita já foi citada acima, mas funciona também com mosquitos. Espete cravos em um limão cortado e deixe na cabeceira da cama que logo eles vão embora.

10. Cupins

Esses insetos geralmente aparecem com maior intensidade na primavera, quando as temperaturas começam a subir, pois é nesse momento que começa a época de reprodução deles. Os cupins nessa fase criam asas e vão em busca de um parceiro e de luz, por isso os vemos em volta das lâmpadas de casa. Depois de encontrarem um parceiro, ambos procuram um lugar propício para formar uma nova colônia, provavelmente dentro da sua casa.

Para afastá-los você pode seguir algumas instruções simples que listamos abaixo:

  • Querosene: o líquido deve ser usado e funciona bem, mas é preciso ter cuidado ao manuseá-lo usando luvas, máscara e óculos de proteção, de preferência. Além disso, é importante deixar afastados os pets e as crianças enquanto tiver cheiro e líquido;
  • Vinagre: a utilização é bem simples, coloque o líquido puro em um frasco e borrife nos locais onde você percebe que os cupins estão. Isso funciona melhor se for feito logo no começo da infestação;
  • Óleo de laranja: deve ser usado em um borrifador, como o vinagre, e ele afasta o inseto sem ser prejudicial às crianças e aos animais de estimação.

11. Piolhos

O tempo quente característico do verão também pode aumentar a incidência de piolhos já que sua reprodução é rápida. Uma lêndea pode sair do ovo depois de chocar em apenas 10 dias, e em 2 dias já pode se reproduzir. Esse inseto fica vivo em média 40 dias, mas é capaz de multiplicar nesse período e causar muitos transtornos ao indivíduo infestado como pediculose, ínguas e infecções secundárias.

Esse inseto é perigoso e a prevenção pode ser feita evitando compartilhar pentes, escovas, bonés e roupas de cama. Além desses cuidados, existem algumas coisas que podem ser feitas caso a infestação aconteça:

  • Azeite e pente fino: a consistência pegajosa do azeite faz com que o inseto se solte dos cabelos, para isso, passe o óleo nas madeixas e depois o pente fino, para retirar fisicamente os piolhos;
  • Óleo de neem, azeite ou vinagre nos shampoos: você pode adicionar ao shampoo alguns desses ingredientes para prevenir ou acabar com esses insetos.

12. Moscas-de-Banheiro

Essas pequenas mosquinhas, também conhecidas como Psychoda, sempre aparecem nos banheiros, justamente porque suas larvas chocam e eclodem a partir dos ralos. Por estarem diretamente ligadas aos dejetos encontrados nos esgotos, elas podem transmitir doenças e prejudicar o ser humano. Por isso é importante fazer uma limpeza frequente nesses locais.

Hábitos de higiene nos locais da casa que possuem ralos é uma forma importante para evitar que esses insetos fiquem dentro de casa, mas ainda listamos algumas receitas para evitá-los:

  • Açúcar, água, vinagre e detergente: faça uma mistura com os 3 primeiros ingredientes em partes iguais e coloque algumas gotas de detergente, depois deixe próximo aos locais onde elas costumam ficar. Essa armadinha vai atraí-las;

  • Bicarbonato, água sanitária e vinagre: misture duas colheres de bicarbonato com um copo de vinagre e despeje no ralo essa solução a cada 15 dias. Caso ainda persista a existência desses bichinhos, escove o ralo com o bicarbonato e depois despeje uma mistura de meio copo de água e meio copo de água sanitária.

Lembramos que antes de usar qualquer receita é importante verificar se as pessoas ou os animais, que vivem nesse ambiente, possuem alergia aos ingredientes citados. A higiene pessoal e do local é de suma importância para evitar a infestação da maioria dos insetos e aracnídeos.

As dicas acima serão úteis na rotina da sua casa? Conhecia algumas dessas receitas? Tem alguma receita de família que todos usam e funcionam? Conte para nós nos comentários.

5-81
304
Compartilhar este artigo