Incrível
Incrível

9 Truques usados por vendedores de equipamentos eletrônicos para enganar compradores

"Posso te ajudar com alguma coisa?". Muitas vezes ouvimos essa frase, aparentemente inofensiva, de vendedores. Mas, dependendo do lugar e do próprio profissional, essa "ajuda sincera" pode estar escondendo uma ganância por lucro e o desejo de enganar um comprador ingênuo.

O Incrível.club explica os truques mais famosos dos vendedores inescrupulosos de produtos eletrônicos, para que você nunca seja enganado.

1. Garantia adicional

Uma garantia adicional é sempre uma despesa extra, e a tarefa do funcionário é vendê-la a qualquer custo. Neste caso, é importante estudar cuidadosamente os termos do contrato. É possível que este seguro entre em vigor não a partir da data final da garantia principal, mas a partir da data de compra do produto. No caso de essa garantia adicional ter validade de um ou dois anos e o fabricante oferecer uma garantia de até 5, por exemplo, a estendida deixará de ser válida antes que a do fabricante termine.

2. "Descontos únicos"

"Desconto de até 50%".

A “Black Friday" é popular em todo o mundo por seus supostos descontos, e as pessoas procuram comprar tudo nesse dia. As lojas anunciam vendas sem precedentes e muitas ofertas, mas muitas vezes aumentam os preços antes da liquidação. Lembre-se: na Internet é sempre possível encontrar o preço original do produto e comparar onde ele é mais barato.

3. Conjunto incompleto de acessórios

Os vendedores desonestos podem fornecer um conjunto incompleto de acessórios para o seu telefone ou tablet. Por exemplo, eles retiram os fones de ouvido, o cabo USB ou o carregador. Assim, eles podem vender separadamente, na mesma loja, sem passar pela caixa. Antes de comprar, acesse o site do fabricante e veja o que deve ser incluído na venda.

4. Serviços pagos

A película protetora, um carregador extra ou uma capinha protetora para seu celular não são itens gratuitos. Vendedores de má fé podem "incluir" tudo isso sem o seu conhecimento e, no final, cobrar. Não se esqueça de verificar a nota antes de pagar: existe algum serviço ou acessório adicional inesperado que não você não solicitou? Entre os exemplos estão um chip ou uma memória externa.

5. Preços diferentes para o mesmo serviço

Às vezes, quando é necessário cobrir "um buraco" no caixa, os funcionários inescrupulosos "ajustam" os preços dos serviços por conta própria. E, claro, sem que sejam vantajosos -para o comprador. Para fazer isso, há uma lista de preços especialmente preparada. Eles dizem que os caixas não estão funcionando e que o pagamento deve ser feito de forma manual. O que fazer nesse caso? Exigir uma lista de preços com o carimbo e assinatura da gerência, onde são encontrados os valores do produto e dos serviços (corte de chip, aplicação da película, etc).

6. Um chip com "uma tarifa vantajosa"

Na maioria das lojas, há um plano para vender chip de operadoras. Portanto, o vendedor poderá tentar convencê-lo a comprar um com uma tarifa e vantagens supostamente superiores aos outros. É preciso verificar com atenção e pesquisar muito antes de assinar qualquer contrato, comprar um chip e fazer um plano.

7. Vendas adicionais no caixa

Ainda sobre acessórios, vale lembrar sobre o sistema de vendas adicionais no caixa. Lembre-se que depois de comprar um telefone, eles poderão lhe oferecer uma película (mesmo que venha com o telefone) ou uma memória externa. O vendedor poderá ainda tentar lhe convencer de qualquer forma que, sem proteção, o telefone irá quebrar rapidamente e não funcionará. Não se deixe enganar por esses truques: o funcionário só precisa aumentar suas vendas. Claro que é preciso proteger, por exemplo, seu smartphone, mas talvez vocie encontre a película e outros acessórios com um valor mais baixo em outro lugar.

8. Venda em parcelas com juros altos

Oferecendo uma compra parcelada, o vendedor (em conjunto com o banco) pode fornecer um tipo de pagamento com juros excessivos. Apenas uma coisa pode ajudá-lo: um estudo detalhado da venda. O melhor a fazer é não assinar nada de forma apressada, ler com atenção e, caso haja possibilidade, negociar a melhor forma de pagamento.

9. Venda parcelada com itens adicionais

Outro tipo popular de fraude é adicionar taxas adicionais. Por exemplo, ao comprar um smartphone caro, poderão ser oferecidos acessórios, seguro ou serviços extras por uma quantia exorbitante, que podem chegar a um terço do custo do equipamento. Supostamente, seriam os termos do banco ou da própria empresa. Na realidade, o vendedor novamente apenas está buscando ganhar mais bônus. Não se engane: entre em contato com o banco para descobrir as condições do pagamento parcelado.

Quais são os truques de vendedores desonestos que você conhece? Compartilhe suas observações nos comentários.

Imagem de capa pixabay, pixabay
Incrível/Dicas/9 Truques usados por vendedores de equipamentos eletrônicos para enganar compradores
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos