Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

16 Itens que podem fazer alguns espaços no lar parecerem visualmente menores

2-3-
656

A garantia de conforto em uma residência não é obtida apenas com uma renovação moderna, mas também com a escolha certa dos detalhes. Às vezes, até pequenas coisas como cortinas, papéis de parede ou tapetes podem alterar as proporções de uma casa ou apartamento. Com a ajuda deles, você pode ampliar ou reduzir visualmente o ambiente, bem como ajustar a iluminação.

Incrível.club analisou os detalhes que tornam o espaço de uma residência aparentemente menor e pensou na melhor forma de substituí-los.

1. Papéis de parede com estampas grandes

Um desenho muito grande na parede acaba atraindo toda a atenção para si e causa a impressão de estar “ocupando” todo o espaço. Para aumentar o ambiente, escolha tons claros e, se usar papel de parede, opte por um que não tenha uma estampa com figuras muito grandes. Isso refletirá mais luz e o cômodo parecerá mais aberto e arejado.

2. Livros em prateleiras abertas

Estantes com prateleiras abertas deixam o espaço aparentemente desorganizado. Se o ambiente for pequeno, ficará parecendo ainda menor. O designer Kim Gordon aconselha o uso de estantes com portas de vidro. Nesse caso, o foco não será direcionado para os livros (por mais fascinantes que sejam), mas para a forma como estão guardados e organizados.

3. Sofás em formato de L

Um sofá de canto bonito parece a solução perfeita para aqueles que estão cansados ​​de sofás clássicos. No entanto, a parte proeminente desse móvel pode limitar o espaço livre em um cômodo pequeno, tornando-o mais estreito. Já em um ambiente espaçoso, o sofá em formato de L não criará esse efeito, encaixando-se perfeitamente.

4. Decorações na altura dos olhos

Colocar todos os elementos decorativos na mesma altura dos olhos criará a ilusão de que o cômodo é pequeno, independentemente da altura do teto do seu lar. O designer de interiores John Linden recomenda colocar ou pendurar quadros, fotografias e outras decorações em lugares mais altos do que o normal ou em níveis diferentes. Também é recomendável remover o máximo possível de objetos no chão, como um violão ou uma bicicleta.

5. Espelhos posicionados incorretamente

Um espelho não é apenas um objeto diante do qual olhamos nosso reflexo. Você também pode usar suas propriedades reflexivas a seu favor. Emma Pritchard, editora da revista para casa e jardim Country Living UK, recomenda posicionar o espelho na frente de uma janela. Isso adicionará um pouco de luz natural para tornar seu quarto ou sala mais espaçoso.

6. Móveis na entrada do cômodo

Um sofá ou cadeira logo na entrada de qualquer cômodo, deixará o ambiente parecendo bagunçado e menor do que realmente é. Se não tiver muito espaço livre, encoste móveis grandes perto das paredes e longe da porta. Isso ajudará a aumentar e abrir o ambiente, adicionando alguns centímetros extras ao cômodo.

7. Mobílias sem pés

Um sofá ou uma poltrona sem pés visíveis dão a impressão de serem maiores do que são de fato. Já os móveis com pés visíveis parecem estar “pairando”. Como resultado, o ambiente parece ter mais espaço livre.

8. Móveis com encosto alto

Um pufe, uma cama ou uma poltrona que não sejam muito altos deixam mais espaço livre. Se falamos sobre um quarto, uma cama baixa de estilo asiático seria mais apropriada. Para a sala de estar, opte por cadeiras com encostos não muito altos, pois elas costumam “roubar” visualmente o espaço, enquanto as baixas, pelo contrário, tornam-no mais aberto.

9. Cortinas pesadas de tecido grosso

Cortinas pesadas feitas de tecidos como cetim ou veludo “encurtam” o teto e parecem construir uma “parede invisível” no cômodo. Elas também absorvem a luz que vem da janela. Materiais leves e lisos, como algodão ou rayon, podem ajudar a dar mais vigor à sua casa.

10. Mantas escuras ou coloridas em móveis estofados

As cores escuras reduzem visualmente o espaço. Essa regra também funciona com colchas sobre estofados (especialmente com os de cores claras). Uma manta em tons escuros irá privar o ambiente de luminosidade e estreitá-lo visualmente. Já uma capa na cor clara dará o mesmo efeito e manterá as dimensões do ambiente.

11. Tapetes de cabeceira

É muito bom acordar de manhã e colocar os pés sobre um tapete macio. Ao escolher esse elemento de interior, é importante levar em consideração seu tamanho. Um tapete pequeno apenas “fragmenta” o espaço e torna-o estreito. Para evitar esse efeito, vale a pena escolher um tapete do comprimento do móvel onde ele está posicionado. Assim como acontece com as paredes ou cortinas, os tapetes nas cores claras farão o local parecer mais espaçoso.

12. Brinquedos grandes

Grandes brinquedos macios, como ursinhos de pelúcia, adicionam fofura ao ambiente, mas “consomem” um espaço precioso. Esses brinquedos desviam toda a atenção do próprio interior para si. Se você não tem uma área grande e mora com crianças, coloque os brinquedos em cestos ou caixas organizadoras depois de brincar.

13. Ventiladores de teto

Um ventilador de teto pode incrementar seu interior e salvá-lo do calor sufocante do verão. Mas lembre-se de que o ventilador de teto “distorce” o espaço: suas pás vão sombrear o cômodo e torná-lo visualmente menor. Marie Graham sugere usar um ventilador branco e pendurar o lustre em uma posição mais baixa do que o próprio ventilador.

14. Abajures de chão

Se o abajur de chão for a única fonte de luz no ambiente, criará, inevitavelmente, um desequilíbrio. Nesse caso, apenas uma parte do cômodo ficará destacada e a outra ficará fora de vista. Se você gosta desse tipo de luminária, é melhor reservá-la para um jantar romântico ou ligá-la antes de dormir. Lâmpadas comuns são mais adequadas para iluminação principal, mas devem distribuídas uniformemente em diferentes partes do cômodo.

15. Mobílias colocadas contra as paredes

Quem mora em apartamentos pequenos costuma tentar colocar os móveis próximos das paredes dos cômodos. Isso parece lógico, mas pode não dar o resultado esperado. Se você organizar todos os móveis ao longo das paredes, o cômodo não terá elementos que alegrem o ambiente. Qualquer ambiente sem um foco principal fica parecendo visualmente pequeno. A designer Anne Hepfer diz que os móveis, ou pelo menos alguns deles, precisam ser afastados das paredes. Isso criará equilíbrio visual e fará com que o espaço pareça maior.

16. Tetos falsos

Os tetos falsos são duráveis, podem ser instalados rapidamente e possuem uma ampla gama de cores. No entanto, eles têm uma desvantagem significativa que deve ser considerada ao reformar ou comprar uma casa: fazem o cômodo parecer menor, e não apenas visualmente — o cômodo ficará menor de verdade. Quando instalados esses tetos, a altura da sala é reduzida em cerca de 10-15 centímetros, o que pode ser crítico para apartamentos já compactos. E, se o teto tiver vários níveis, tornará o ambiente ainda menor.

Quais desses detalhes você nunca colocaria no interior do seu lar e por quê?

2-3-
656
Compartilhar este artigo