Incrível

15 Fatos poucos conhecidos que podem salvar sua vida (e a de outras pessoas)

Todos nós corremos o risco inevitável de nos envolver em uma situação perigosa, da qual pode acabar sendo difícil demais de sair. Entrar em pânico, comportar-se de forma inadequada ou ser incapaz de avaliar corretamente a situação são causas de consequências tristes.

A equipe do Incrível.club se preocupa com a saúde de seus leitores e resolveu fazer mais uma lista de dicas que podem ajudar a sair de situações críticas.

Uso de produtos de limpeza diferentes

15 Fatos poucos conhecidos que podem salvar sua vida (e a de outras pessoas)

Nunca use ao mesmo tempo, no mesmo cômodo, um alvejante e produtos de limpeza à base de amoníaco ou hidróxido de amônio. A mistura de vapores libera um gás irritante chamado cloramina, que causa sintomas desagradáveis. Em alguns casos, pode até ser um risco para a vida. O amoníaco é utilizado na produção de produtos para limpar janelas e espelhos.

Tontura ao ficar embaixo da água

Se você se envolver em uma situação na qual não sabe para onde levantar a cabeça a fim de chegar à superfície da água, solte um pouco de ar. As bolhas de ar irão para lá, de modo que você precisará apenas nadar na mesma direção.

Carro parado no meio do nada

Se não houver nenhum meio de transmitir um sinal a longa distância, use o pneu sobressalente. Com certeza, a fumaça da borracha será vista por alguém a muitos quilômetros de distância. Mas não procure ajuda sozinho e não fique longe do carro. Já aconteceram vários casos onde primeiro encontraram o carro e depois o motorista, morto a poucos quilômetros de distância.

Óleo pegou fogo no fogão

15 Fatos poucos conhecidos que podem salvar sua vida (e a de outras pessoas)

É recomendável que você sempre fique de olho na fritadeira ou frigideira que está no fogão. Porém, se o óleo pegar fogo, não tente apagar com água, porque isso faz com que ele se espalhe mais ainda. É melhor jogar bicarbonato de sódio ou cobrir o utensílio com uma tampa para cortar o fluxo de oxigênio.

Identificação de um afogamento

Normalmente, uma pessoa afogada não parece estar em perigo. Ela não mexe os braços da forma rápida, espalhando água, nem grita ou pede ajuda. Quando alguém está se afogando de verdade, está com falta de energia. E quando a cabeça está na superfície de água, a pessoa só tem tempo para tentar respirar, e não para gritar. De modo geral, quem está se afogando está com a cabeça inclinada para trás, submerge e emerge para respirar novamente. Se o cabelo for comprido, cobre todo o rosto. Além disso, os olhos não estão focados em um ponto e os movimentos são lentos e intermitentes.

Regra principal da RCP

Se você tiver que fazer a reanimação cardiopulmonar (RCP), mas a pessoa permanecer sem consciência por muito tempo, não pare antes da chegada da ambulância. Ela não terá chances de recuperação se o cérebro ficar sem oxigênio. Frequentemente, o objetivo da RCP é manter a pessoa viva até a chegada dos médicos.

O mínimo necessário de força física

Cada um de nós deve ser capaz de fazer pelo menos uma barra. Seja em uma altitude perigosa ou na virada de um barco, é o mínimo necessário que ajudará qualquer um. O mito popular é que a quantidade de adrenalina aumentará e multiplicará suas forças nessa situação. Mas a adrenalina não é uma varinha mágica. Se uma pessoa não consegue se mexer na barra fixa no dia a dia, não será capaz de fazer algo em uma situação crítica.

Chamada para os serviços de emergência ou para a polícia

15 Fatos poucos conhecidos que podem salvar sua vida (e a de outras pessoas)

A primeira coisa que você precisa fazer é informar sua localização ao operador, não o motivo da sua chamada. Se a situação de emergência interromper o diálogo, o operador terá sua localização anotada e mandará alguém para lá. Se ele só souber o motivo da chamada, será improvável que possa ajudar.

Contato acidental com um animal selvagem

Qualquer arranhão ou mordida de um animal selvagem pode transmitir raiva. É necessário lavar a ferida em até 15 minutos e, em seguida, consultar um médico imediatamente. Cada hora desperdiçada reduz as chances de sobrevivência. Essa doença viral é quase impossível de ser curada se demorar muito tempo para ser tratada.

Tocando em um objeto energizado

Se houver necessidade de tocar em qualquer objeto que possua risco de estar sob tensão elétrica usando a palma da sua mão, em caso de choque você fechará seu punho inconscientemente e não conseguirá afastar-se. Nessa situação, é mais seguro usar o dorso: se houver eletricidade, você irá tirar sua mão imediatamente, sem se machucar.

Tempestade forte

15 Fatos poucos conhecidos que podem salvar sua vida (e a de outras pessoas)

A teoria de que os raios não caem duas vezes no mesmo lugar é um mito. A probabilidade do segundo raio cair é alta, então se afaste do local o máximo possível (mas não corra). É melhor deitar em um lugar profundo, porque o raio tente a atingir as partes mais altas. Também livre-se de todos os objetos de metal e do celular. Se o raio estiver prestes a cair, você sentirá um gosto de ferro na boca três ou quatro segundos antes disso ocorrer, enquanto os seus pelos irão começar a se movimentar. Nesse caso, é necessário sentar-se imediatamente, colocar os calcanhares juntos e colocar as mãos nos joelhos.

Atravessando a rua

Se você atravessar uma rua e vir a luz solar brilhando no vidro de um carro que esteja se aproximando, é provável que o motorista não irá notar você. É melhor deixá-lo passar, mesmo que as regras exijam que ele faça o mesmo.

Perdido na floresta

Se por acaso você se perder em uma floresta ou em uma mata, primeiro encontre uma fonte de água. Para isso, desça, mas não para um terreno pantanoso (é melhor se afastar dele). Também preste atenção aos pássaros: aqueles que voam mais alto geralmente estão indo para uma fonte de água, já os que voam mais baixo devem estar retornando dela. Em quase todas as situações, o caminho ao longo do rio irá levar você a uma estrada. Se a estrada for encontrada, é só ir ao longo dela para um lugar civilizado.

Queda na água

15 Fatos poucos conhecidos que podem salvar sua vida (e a de outras pessoas)

Se você pular na água com as pernas para frente, sempre feche o nariz. A questão é que os organismos unicelulares perigosos, como a Naegleria fowleri, podem viver lá. Uma vez que a ameba entra no nariz através de um poderoso fluxo de água ou na nasofaringe durante sua respiração, ela pode chegar ao cérebro, causando a meningoencefalite amebiana, que leva à morte em quase 100% dos casos.

Se uma pessoa diabética desmaiar

Em caso de desmaio, não se pode injetar insulina, porque isso pode matar a pessoa. Na maioria das vezes, um coma diabético é causado pela hipoglicemia (baixa concentração de glicose), e a insulina só pioraria a situação. É preciso chamar uma ambulância o mais rápido possível e tentar dar um pouco de açúcar para a pessoa. Se for o caso de hiperglicemia (o alto nível de glicose), um pouco de açúcar não irá piorar a situação, como no caso da insulina e da hipoglicemia.

Bônus: a regra dos 5 segundos

Todos nós já ouvimos falar da regra (e até a utilizamos) de que a comida que caiu no chão pode ser consumida em até 5 segundos, sem risco para a saúde. Entretanto, há perigo, de acordo com várias pesquisas. Alguns cientistas afirmam que o risco é mínimo, mas ninguém consegue excluí-lo.

Já aconteceu algo assim com você ou com seus conhecidos? Quais dicas você poderia compartilhar com a gente?

Ilustrado por Yekaterina Ragozina exclusivo para Incrível.club