Incrível
Incrível

14 Tarefas domésticas dispensáveis que já poderíamos ter deixado de lado

Cientistas americanos chegaram à conclusão de que quase duas horas por dia são gastas em faxina, lavagem de pratos, preparação de comida, entre outras “alegrias” domésticas. Esse tempo precioso, porém, poderia ser dedicado a outras atividades mais produtivas e interessantes.

Nós, do Incrível.club, não gostamos de bagunça, mas também achamos que a vida é curta demais para ser gasta com limpeza constante. Além disso, descobrimos que, enquanto algumas tarefas domésticas demandam menos tempo do que imaginávamos, outras, não deveriam requerer tempo nenhum.

1. Limpar o rejunte do piso

Rastejar pelo chão com uma escova de dentes esfregando o espaço entre o revestimento não é uma das atividades mais prazerosas, concorda? Muitas vezes, ainda, o rejunte permanece tão sujo após a limpeza quanto estava antes dela. Mas o que acontece se começarmos a limpá-lo? Algumas partes do chão ficarão totalmente livres de sujeira, enquanto outras continuarão sujas e escuras. A diferença é que as imperfeições pequenas sobressairão aos olhos por conta do contraste. Além disso, você gastará muito tempo, esforço e produtos químicos no processo.

Em vez disso, uma melhor alternativa é cobrir o rejunte com um selante uma vez por ano ou seguir uma dica popular: passar cera de vela nos espaços entre o revestimento.

2. Lavar panelas de ferro fundido

O ferro fundido enferruja por conta da água, e o detergente não é necessário para esse tipo de material. Para evitar a aderência de alimentos, você deve usar a panela com mais frequência e “oleá-la”, evitando esfregá-la com a esponja após cada uso. Na maioria das vezes, é suficiente remover os restos de comida com um papel, passar óleo no fundo e guardar a panela até o próximo cozimento. Era assim que as pessoas faziam antigamente, e os utensílios de ferro fundido duravam por décadas.

Se estiver muito suja, você pode lavá-la, mas depois deve enxugá-la rapidamente e mantê-la longe da água.

3. Arrumar cautelosamente as roupas íntimas

Lingeries de renda podem rasgar facilmente, por isso é recomendado dobrá-las cuidadosamente e mantê-las em um espaço separado. Porém, roupas íntimas comuns não precisam do mesmo cuidado e podem ser armazenadas na gaveta de maneira solta.

4. Limpar o fogão e o forno toda vez após o uso

Manchas e sujeiras superficiais no fogão podem ser facilmente removidas com um pano úmido. Lavar a superfície com produtos é suficiente uma vez por semana, e as grades, uma vez por mês. Usar substâncias químicas agressivas com frequência pode estragar o revestimento, por isso é melhor evitá-las.

Em relação ao forno, é recomendado limpá-lo apenas 3 ou 4 vezes por ano. A comida não entra em contato com a superfície, e a alta temperatura ajuda a destruir a maioria dos germes. Para não precisar limpar os respingos gordurosos na parede, cubra o forno com papel alumínio e troque-o à medida que ficar sujo.

5. Polir móveis de madeira com frequência

Especialistas dizem que só devemos polir com óleo ou cera aqueles móveis que já sejam revestidos com essas substâncias: geralmente são antiguidades e peças caras de design. A maioria dos outros itens tem um acabamento que pode ser removido devido à limpeza constante. Por conta disso, as peças podem ficar sujas e escuras mais rapidamente.

É suficiente usar produtos de polimento apenas algumas vezes por ano. No resto do tempo, limpe as superfícies com um pano úmido e atente-se somente às áreas mais afetadas de sujeira, em vez de esfregar todo o móvel de cima a baixo.

6. Limpar as cortinas antes de alguma festa

Em média, recomenda-se lavar as cortinas uma vez a cada 6 meses, não antes de cada festa ou jantar em casa, como é comum em muitas famílias. Porém, caso você não tenha animais de estimação, ou suas janelas não deem de frente para uma rua movimentada, ou você não as abra com frequência, as cortinas permanecerão limpas por ainda mais tempo.

Devido à lavagem regular, o tecido vai perdendo a cor e pode ficar deformado. Portanto, por vezes, é preferível aspirar as cortinas em vez de lavá-las, e você pode fazer isso sem nem mesmo retirá-las do suporte. Há também a opção de usar um limpador a vapor — capaz de remover as sujeiras e refrescar o tecido sem danificá-lo.

7. Lavar absolutamente todos os produtos

Se na embalagem de verduras ou de alface, por exemplo, disser “pronto para consumo”, não é crucial que você lave cada folha. Tais alimentos, na verdade, podem ser “contaminados” mais facilmente por micróbios na pia ou em outras superfícies da cozinha.

Carne não deve ser lavada. Nesse caso, a água será ineficaz para destruir os germes e as bactérias — o que faz a diferença é o tratamento térmico, que será realizado durante o cozimento.

Basta limpar os cogumelos com um papel-toalha seco. Com a lavagem, eles estragam com maior facilidade, perdem o sabor e liberam um muco ao serem fritos.

8. Passar roupa e roupa de cama frequentemente

Imagine só como a vida ficaria mais fácil se comprássemos roupas de materiais que não amarrotam: jeans, elastano, lã, casimira, liocel. Há ainda os chamados tecidos permanentemente prensados, que, em princípio, não precisam ser passados — você os reconhecerá pela inscrição Permanent Press na etiqueta.

Mas mesmo que algo amarrote, há maneiras de resolver o problema sem usar o ferro. Por exemplo, você pode pendurar roupas levemente úmidas diretamente no cabide ou guardar as roupas já secas em formato de rolo em vez de dobrá-las ao meio, como de costume.

9. Enxugar pratos com uma toalha

Mesmo tolhas de cozinha aparentemente limpas podem carregar flora patogênica, sem contar que restos de tecido podem permanecer na louça. Uma maneira mais simples e higiênica é deixar a louça secar naturalmente.

Outra atividade desnecessária é enxaguar os pratos antes de colocá-los na lava-louças. Geralmente, é suficiente eliminar os restos grosseiros de comida. Leia as instruções de uso do seu aparelho: talvez você também não precise enxaguar o restante da louça de antemão.

10. Esfregar manualmente superfícies sujas

A fim de terminar a faxina mais rapidamente, podemos aplicar os produtos químicos nas superfícies e logo começar a esfregar. Porém, se deixarmos os produtos agirem por certo tempo, será preciso menos esforço na limpeza. Camareiras de hotéis e funcionários de restaurantes fazem exatamente assim.

Sujeiras impregnadas nas roupas podem ser tratadas da mesma maneira: devem ser mergulhadas em uma solução com algum produto de limpeza e só depois colocadas na máquina de lavar. Pode parecer algo insignificante, mas isso evitará que você passe horas esfregando as manchas que não saíram.

11. Limpar ralos e tubulações “por via das dúvidas”

Todos os produtos domésticos para limpeza de ralos contêm substâncias químicas muito agressivas, que não selecionam o que será dissolvido, desde entupimentos até a própria tubulação. É claro, se o dreno estiver entupido, você precisa fazer alguma coisa, mas usar tais produtos sem motivo evidente, apenas “por precaução”, não faz sentido e é até perigoso.

12. Exagerar na limpeza de chaleiras e cafeteiras

Alguns especialistas acreditam que resíduos de café na parede das cafeteiras tornam a bebida mais saborosa, e muitos apaixonados por café concordam. O mesmo pode ser dito sobre o chá, em que o tanino, absorvido pelas paredes da chaleira, intensifica o sabor da bebida. Por esse motivo, cafeteiras e chaleiras não precisam ser limpas com produtos químicos, basta serem enxaguadas com água.

13. Aspirar e limpar o chão inteiro da casa regularmente

Para manter a casa limpa, é satisfatório aspirarlimpar o chão uma vez por semana e eliminar sujeiras localizadas quando necessário. Você pode, por exemplo, usar um pano umedecido para remover alguma mancha em vez de tirar o esfregão da despensa.

Aspirar o tapete embaixo da mesa de centro diariamente ou lavar o chão de um quarto vazio toda semana é um incômodo dispensável. Esse tempo não é suficiente para o acúmulo de tanta poeira. Cômodos que são usados raramente podem ser limpos 1 ou 2 vezes por mês. No entanto, se houver crianças pequenas ou animais de estimação na casa, então, realmente será preciso limpar com maior frequência.

14. Limpar todos os legumes antes de cozinhá-los

As cascas de legumes contêm muitas fibras, antioxidantes e outros nutrientes que muitas vezes acabam indo para o lixo — assim como o dinheiro que pagamos pelos produtos e o tempo gasto para descascá-los.

Por isso, evite descascar batatas, cenouras, abobrinhas e outros legumes de casca macia, a menos que você queira fazer purê. Assim, você economizará tempo e descobrirá uma nova gama de sabores em alimentos do dia a dia. A exceção são legumes de casca muito espessa, como, por exemplo, a abóbora e a beterraba.

Já parou para contar quantas horas por semana você gasta com faxina, refeições, passando roupa e realizando outras tarefas domésticas? Comente!

Incrível/Dicas/14 Tarefas domésticas dispensáveis que já poderíamos ter deixado de lado
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos