Incrível
Incrível

12 Dicas de como guardar roupas e acessórios para conservá-los por mais tempo

Nossas roupas e acessórios, como qualquer produto, têm vida útil. Mas às vezes podemos reduzir esse tempo, mesmo sem usá-los, pela forma como organizamos o nosso guarda-roupa, ou pelo jeito que guardamos nossos acessórios.

Nós, do Incrível.club, adoramos descobrir e tirar o máximo proveito das coisas, por isso sugerimos esta lista de possíveis erros que podem encurtar a vida útil de nossas roupas, e quais opções podemos considerar para evitar que estraguem antes do tempo.

1. Usar cabides inadequados ao tipo de tecido

Nem todas as roupas devem ser penduradas. Por exemplo, seria um erro pendurar um suéter, pois a peça pode se deformar. Por outro lado, a seda é um material fino e delicado, portanto, cabides feitos de materiais duros podem deixar marcas indesejáveis ​​em suas roupas, por isso o recomendável são cabides acolchoados.

2. Guardar roupas por muito tempo

Guardar roupas por muito tempo pode se tornar um erro, se não planejarmos como fazer de forma adequada. As peças que utilizamos esporadicamente devem ser guardadas conforme o tipo, assim, procure colocá-las no guarda-roupa em sacolas à prova de traças. Já as roupas de cama, como edredons, podem ser acondicionados em sacolas a vácuo, para ocuparem menos espaço.

3. Conservar as embalagens da lavanderia

O plástico é um material que não permite a respiração adequada da roupa, por isso, logo após o retorno da lavanderia, o ideal é se desfazer da sacola em que nossas peças lavadas a seco vieram, pois, guardá-las assim pode favorecer o surgimento de mofo, umidade ou mais traças.

4. Falta de ventilação no closet

Os guarda-roupas precisam de ar para circular e evitar a condensação excessiva, que pode gerar umidade, mofo e maus odores. Para isso, o melhor seria procurar abri-lo ao menos 30 minutos por dia enquanto você faz a faxina. Também é aconselhável realizar uma limpeza profunda esporadicamente, certificando-se de que tudo fique seco. Você também pode deixar saquinhos de arroz ou flores secas para absorver qualquer umidade e ainda aromatizar as peças.

5. Misturar tipos de roupas

Se misturar blazers de tricô com vestidos de crochê, existe o risco deles se enroscarem e os pontos se desfazerem. O estrago também pode acontecer com tecidos tingidos, sintéticos ou de couro, que podem acabar manchando as roupas leves ou delicadas. Para evitar esses problemas, o melhor é classificar as peças, determinando quais devem ser penduradas ou dobradas, escolhendo locais específicos para cada tipo.

6. Guardar os calçados

Mesmo que você tenha um espaço pequeno para guardar seus calçados, hoje existem muitas formas de adaptar sapateiras para guardá-los da forma apropriada, porém, o mais importante é serem previamente desinfetados e estarem secos. Outra dica é conservar o formato do calçado, colocando bolas de papel no seu interior, ao menos nos mais delicados, como os de couro.

7. Pendurar as bolsas de couro

As bolsas de couro são acessórios que precisam de cuidados especiais, mas nada muito complicado. Pendurá-las pode ser um erro, pois elas podem esticar ou rachar, assim como empilhá-las. Recomendamos preenchê-las com papel ao guardá-las, para manterem o seu formato e não enrugarem. Da mesma forma, procure envolvê-las com uma capa de tecido, deixando-as em um local escuro e seco.

Se você não tem espaço, ou talvez tenha muitas sacolas desse material, em Ideias em 5 minutos ensinamos como fazer um prático organizador de sacolas que você pode prender na porta do seu guarda-roupa e também decorar do seu jeito.

8. Pendurar roupas com pedrarias

Se tiver roupas com lantejoulas, pedras, tachas, etc. pendurá-las pode não ser adequado, pois, elas podem ficar emaranhadas, esticar e ainda perder as peças. Para evitar esses problemas, há duas opções: se for um vestido elegante, não seria apropriado dobrá-lo, então pendurá-lo com uma capa de tecido seria mais eficiente; por outro lado, no caso de peças mais simples, você pode enrolá-las e também colocá-las em uma fronha, evitando danificá-las.

9. Empilhar as camisas

Para guardar as camisas, como acontece com outras peças, a decisão de pendurar ou dobrar depende de fatores como o tecido, o peso e o espaço em seu guarda-roupa. Porém, quando forem de algodão, é preferível dobrá-las e organizá-las na vertical, como se fossem um arquivo. Segundo a guru japonesa da arrumação, Marie Kondo, dessa maneira você evita amassados e economiza espaço.

10. Pendurar roupas esportivas

As roupas esportivas podem durar muito tempo, se cuidadas de forma adequada, e simplesmente não devem ser penduradas. O ideal é dobrá-las, caso contrário, poderiam esticar, causando o desgaste prematuro do tecido, deformando-o ou perdendo a elasticidade.

11. Não usar um porta-joias

Guardar acessórios de joalheria não só garantirá que se mantenham em bom estado, evitando umidade, oxidação e arranhões, como também evitará a perda de peças. Se você não tem um organizador para as suas joias, nós a convidamos a fazer um, podendo até inovar, criando um para cada tipo de acessório.

12. Não guardar acessórios em sua caixa original

Esse erro é o mais comum de todos. Os óculos de sol são os acessórios que tendem a se deteriorar mais rapidamente e, assim, precisaremos substituí-los com mais frequência. Isso porque, quando não os utilizamos, não os guardamos no seu estojo original para protegê-los. Por isso, recomendamos que os guarde sempre que não estiver usando, e o melhor lugar para isso é em sua capa ou estojo.

E você, como organiza suas roupas e acessórios? Tem alguma dica para acrescentar?

Incrível/Dicas/12 Dicas de como guardar roupas e acessórios para conservá-los por mais tempo
Compartilhar este artigo