Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

11 Formas de identificar um cosmético falsificado

----
29k

Infelizmente, os cosméticos de marcas caras são frequentemente falsificados. Há inclusive o registro de casos de produtos adulterados encontrados em lojas renomadas.

Para aquelas mulheres que não abrem mão do uso de cosméticos, mas não querem correr o risco de levar para casa uma imitação produzida sabe-se lá onde, o Incrível.club identificou alguns sinais que revelam a origem falsa do produto.

11. Textura

A textura de sombras, pó compacto e blush deve ser uniforme, sem espaços vazios nem áreas incrustadas. Uma cor pálida também é sinal de alerta: se você comprar uma maquiagem num tom de “pêssego intenso”, mas a cor estiver mais um pêssego podre, evite levar o produto para casa.

10. Embalagem ergonômica

As marcas famosas se preocupam com a funcionalidade de suas embalagens. Por isso, se o frasco abrir e fechar com um “click” suave, está tudo correto. Mas, se ele não fechar direito ou fizer um barulho diferente ao ser manuseado, fique atenta: provavelmente não passa de uma falsificação.

9. Código de barras

De forma geral, ninguém liga muito para conferir os códigos de barra. Só que existem aplicativos desenvolvidos especialmente para ler rapidamente tais etiquetas. É muito mais fácil do que pesquisar no Google enquanto se está na loja. Experimente.

8. Informações no site oficial

Confira que versões do produto há disponíveis no mercado. Por exemplo, a esponja “beaty Blender”: na página oficial, é possível ver quais as cores existentes. Assim, se um vendedor quiser que você compre um exemplar azul ou verde escuro, ficará claro que não passa de uma falsificação.

7. Qualidade da impressão

Você notou letras borradas ou cores um tanto “ácidas” na embalagem? É melhor manter distância de produtos assim.

6. Número de série

Acesse a página oficial e confira em que parte o produto deve exibir o seu número de série, e procure pela informação no frasco. Você tem todo o direito de, ainda na loja, pedir que o vendedor abra a embalagem para que seja possível ver se está tudo certo com o produto.

5. Qualidade da embalagem

Os falsificadores podem ter problemas com a dosagem de cola e o processo de criação das bordas, que devem ser lisas. As caixas dos cosméticos podem ser malfeitas, produzidas num material que não mantém sua forma. Não pode haver erros como o que vemos na foto acima.

4. Idioma na embalagem

Suponhamos que você esteja comprando cosméticos de uma marca europeia. Caso a embalagem tenha informações em chinês, fique alerta. Não estamos nos referindo aos dados que costumam aparecer em diversos idiomas.

3. Adesivo com informações

O adesivo com as informações sobre o produto costuma funcionar como uma espécie de selo de qualidade. O material não deve ter bolhas, estar descolando ou mal colado. Geralmente, os produtos de boa qualidade possuem uma aba no adesivo, para que o usuário possa descolá-lo facilmente. É algo que não existe nas falsificações.

2. Descontos grandes demais

Esta dica vale especialmente para compras online, estratégia muito usada por marcas asiáticas. Afinal, quando a esmola é demais, o santo desconfia.

Suspeite ao se deparar com descontos muito grandes, como de 70% ou 80%. Nenhum fabricante de cosméticos oferece seus produtos quase "de graça". Fique alerta sobretudo se o desconto não foi aplicado a um só cosmético, e sim a vários de uma só vez.

1. Fotos reais

Uma bela imagem no site do vendedor não é uma garantia de que você receberá exatamente aquilo que é mostrado. Muitas páginas de vendas mostram fotos retiradas da Internet. Leia os comentários e confira qual a exata aparência daquilo que você está prestes a comprar. Claro que não é porque não encontrou fotos publicadas por outros consumidores que o produto é necessariamente ruim. Mas também não é legal comprar algo às cegas, não é mesmo?

Uma alternativa é entrar em contato com o vendedor e pedir que ele envie algumas fotos da mercadoria com a data de hoje.

Imagem de capa eos-cosmetic
----
29k