Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

10 Segredos sobre alongamento de cílios que você talvez não saiba

Os serviços de alongamento de cílios estão se tornando cada vez mais populares. Hoje é difícil até encontrar mulheres nas ruas que estejam com seus cílios naturais. Por conta da alta demanda, no entanto, apareceram diversas pessoas que estão se denominando especialistas na área. Mas será que podemos confiar em qualquer uma?

Algumas redatoras do Incrível.club também mudam os cílios de vez em quando. O que descobrimos foi que a abordagem nem sempre é a mesma quando o assunto é beleza, e as dicas dos profissionais também variam bastante. Por isso, decidimos nos aprofundar mais no tema e buscar informações nos blogs dos especialistas para que pudéssemos responder as dúvidas mais frequentes. Acompanhe!

1. Pode usar máscara em cima das extensões?

Mesmo depois de fazer a extensão, às vezes queremos enfatizar ainda mais os olhos para dar um efeito mais chamativo. De acordo com especialistas, é possível usar máscaras em cima do alongamento, mas deve-se levar em consideração alguns pontos importantes:

  • O rímel por cima dos cílios já volumosos dará uma sensação de artificialidade. A tinta do produto pode também não deixar com a melhor aparência.
  • Na composição de algumas máscaras, há óleos que podem reagir com a cola das extensões e dissolvê-las, causando assim a queda dos fios. Por isso, é melhor verificar a composição do produto antes de comprá-lo, para se certificar de que não haja óleos ou simplesmente procure adquirir produtos específicos para extensões.
  • A melhor escolha são máscaras a base de água, pois as opções à prova d’água podem necessitar de produtos especiais para a remoção, que poderão remover também a cola.
  • Deve-se somente pintar as pontas das extensões, nunca a raiz.

2. Qual é o melhor demaquilante?

A melhor forma de remover maquiagem nos olhos é com água ou com produtos a base de água, como, por exemplo, a água micelar. Podem não remover com rapidez, como a espuma ou o gel, mas pelo menos evitam dissolver a cola.

3. Posso remover os cílios sozinha?

Não é todo mundo que quer ou pode retirar os cílios no salão. Às vezes estamos em algum lugar remoto sem nada por perto ou precisamos economizar. De qualquer forma, é possível retirar os fios postiços em casa, mas aqui vão algumas das coisas que não devem ser feitas:

  • Arrancar com as unhas;
  • Tentar dissolver a cola com óleo;
  • Cortar o comprimento na altura dos cílios naturais.

Para remover corretamente, você precisará de um creme removedor, como o Creme Excellent, por exemplo.

  • Passe o produto na zona de adesão com a ajuda de um cotonete;

  • Deixe o creme descansar pelo tempo indicado nas instruções (cerca de 4 minutos);

  • Com muito cuidado, use uma pinça (ou o próprio cotonete) para desprender cada fio.

  • Depois de terminar, limpe o rosto normalmente.

É sempre mais recomendado remover os cílios com um profissional.

4. Preciso comprar fixadores para os cílios?

Alguns profissionais dizem que é preciso comprar determinados “fixadores” para que o efeito do alongamento seja prolongado. A intenção deles é clara: eles recebem um percentual em cima das vendas de cosméticos. Mas vamos primeiro analisar se os “fixadores” são realmente importantes.

  • Em primeiro lugar, tais produtos têm o objetivo de manter por mais tempo o formato inicial dos cílios, e não de manter a cola que os prende. Por isso, se te oferecerem algum produto que “promete” manter as extensões por meses e meses, pode ser que estejam querendo te enganar.
  • Em segundo lugar, o uso frequente de tais “fixadores” pode acabar deixando os cílios colados, o que prejudicaria bastante a simetria dos olhos.

Podemos ficar atraídos pelas propriedades “protetoras” de produtos do tipo: teoricamente, protegem os cílios de influências externas. Mas, por outro lado, o efeito vai durar somente até a próxima lavagem. No final das contas, cabe a você decidir se vale a pena investir nisso ou não.

5. Pode fazer mal à visão?

Essa é uma pergunta difícil. Muitos profissionais experientes dizem que não há nenhum risco para os olhos. Oftamologistas, por outro lado, afirmam que recebem frequentemente pacientes com problemas por conta de extensão de cílios.

Não vamos considerar os procedimentos realizados por pessoas não capacitadas e que não seguem as normas sanitárias. Mas vamos dar uma olhada nos possíveis riscos que podemos encontrar até mesmo nos melhores salões.

  1. Cílios volumosos e espessos demais criam uma espécie de “efeito leque”, que faz com que aumente a quantidade de ar que passa pela mucosa, e isso pode causar ressecamento nos olhos.

  2. Muitas colas têm formaldeído, que pode ser o motivo de reações alérgicas. Por isso, quando for ao salão na próxima vez, pergunte os detalhes sobre as substâncias usadas.

  3. As bactérias Staphylococcus aureus vivem nos cílios. Elas não são prejudiciais para a saúde desde que a quantidade esteja dentro dos limites normais. No entanto, a extensão de cílios pode causar o aumento no número de bactérias, o que, por sua vez, pode provocar blefarite — inflamação que afeta as pálpebras, normalmente na região onde crescem os cílios.

Se você nunca fez extensão ou resolveu mudar de salão, monitore com cuidado o estado dos seus olhos nos primeiros dias após o procedimento. Caso tenha alguma reação adversa, entre em contato com seu médico imediatamente.

6. Quais as condições ideais?

Esperamos que você, leitor, jamais faça procedimentos de estética em locais que não seguem as normas de higiene, onde se veja poeira acumulada no chão, paredes com fungos ou instrumentos desorganizados e não esterilizados. Além disso, é preciso lembrar de mais alguns detalhes:

  • Deve haver ar condicionado na sala para que a temperatura possa ser controlada. Isso é necessário, pois algumas colas pedem temperaturas específicas, caso contrário, você pode não obter o resultado desejado.
  • É também preciso que haja um umidificador de ar. O motivo é o mesmo do anterior: umidade necessária para uma melhor adesão da cola.
  • Esterilizador. O alongamento de cílios deve ser feito somente com materiais esterilizados, mesmo que, a princípio, não haja contato com sangue ou com a mucosa. Todo cuidado é pouco, segurança sempre em primeiro lugar.

7. Quais os motivos que levam ao desgaste rápido?

Às vezes é culpa do próprio cliente por não seguir as recomendações dos profissionais.

  • Se, por exemplo, tomar banho nas primeiras horas após o procedimento.
  • Não avisou ao profissional sobre possíveis alergias, vitaminas que esteja tomando ou, pelo contrário, avitaminoses.
  • Ou se tem o costume de coçar os olhos com frequência.

8. Quando é culpa do especialista?

Pessoas que trabalham em salões são humanos e, portanto, passíveis de erro. Se os cílios começarem a se desfazer muito depressa, é possível que:

  • O profissional tenha usado uma cola inadequada ou fora de validade.
  • A pessoa não prestou atenção no fato de que seus olhos começaram a lacrimejar durante o procedimento, deixando assim a região de adesão molhada.
  • As condições de temperatura e umidade do local não estavam adequadas.

9. Com quais palavras devemos ficar alertas?

Segundo os próprios especialistas na área, muitos profissionais tentam esconder sua falta de profissionalismo por trás de algumas “desculpas” comuns.

  • Fique atento se algum profissional disser que seus cílios “são curtos demais” e, por isso, será preciso colar os fios na pele mesmo. Isso é inaceitável.
  • Você nota que o resultado ficou assimétrico e o profissional te explica que essa é uma assimetria natural e que “não é possível deixar mais simétrico no seu tipo de rosto”. Na realidade, parte do trabalho é corrigir ao máximo as assimetrias do rosto, deixando-o o mais simétrico possível.
  • Também vale a pena tomar cuidado se os fios começarem a cair pouco tempo depois do procedimento ter sido feito, e o profissional te culpar imediatamente. Muitos especialistas culpam os clientes por “terem dormido com o rosto no travesseiro”. Infelizmente, esse argumento é difícil de contestar, pois não sabemos como dormimos à noite, mas saiba que é bastante improvável pressionar o rosto de tal forma a danificar os cílios.

10. Qual a melhor época para fazer o alongamento?

Em qualquer salão, há períodos de baixa e alta demanda por esse tipo de serviço.

  • A época de baixa demanda vai geralmente de meados de abril até o final do ano, justamente na época das festividades. Durante esse tempo, é mais comum encontrar descontos e ofertas para procedimentos do tipo.
  • O período de maior demanda é observado nas festas de final do ano e antes do Carnaval. Os preços nessas épocas podem aumentar exponencialmente e os horários nos salões certamente estarão mais ocupados, por isso reserve o seu com antecedência.

Você já fez extensão de cílios? Se sim, conte sobre o que acha mais importante avaliar na escolha do local e do profissional.

Imagem de capa Depositphotos
Compartilhar este artigo