Incrível
Incrível

10 Dicas que podem ajudá-lo a escolher alimentos frescos

Todos queremos ver apenas alimentos frescos em mercearias e supermercados, no entanto, a realidade pode ser um pouco diferente. Os produtos prestes a vencer podem estar nas prateleiras ao lado dos frescos, e às vezes é uma tarefa quase impossível tentar diferenciá-los.

Nós, do Incrível.club, decidimos ajudá-lo a evitar uma intoxicação alimentar e outros problemas associados à ingestão de produtos vencidos.

1. Peixe

O peixe verdadeiramente fresco não costuma ter um cheiro forte, apenas um aroma suave e característico. Um peixe recém-capturado também distingue-se por suas brânquias, que devem estar vermelhas ou rosadas.

O peixe congelado deve ter o mesmo cheiro do fresco. No entanto, enquanto o segundo deve ser consumido em dois dias, o primeiro pode ser armazenado no freezer por até três meses.

2. Carne

Infelizmente, não é tão fácil dizer se a carne é fresca ou não. Ao comprá-la, você deve prestar atenção a vários fatores ao mesmo tempo: a cor, o cheiro e até o toque. A carne fresca (bovina, suína e de aves) é sempre firme e, quando pressionada, retorna rapidamente à sua forma original. Caso isso não aconteça, significa estar próxima da validade.

3. Leite

Os principais critérios para o frescor do leite são o cheiro, o sabor e a cor. Ainda que os dois primeiros fatores possam ser verificados somente após a compra do produto, sua cor pode ser vista, caso a embalagem seja transparente. O leite verdadeiramente fresco é branco com um tom amarelado.

4. Cereais

Os menos perecíveis de todos os produtos alimentícios, os cereais, também têm prazo de validade. Produtos feitos de milho, trigo, arroz e aveia podem manter seu frescor por até cinco meses, mas, somente se conservados na geladeira. Se armazenados em temperatura ambiente, o prazo de validade dos cereais é reduzido para apenas um mês.

5. Berinjela

Embora normalmente seja possível determinar o frescor dos legumes e frutas pelo quão murchas estão, ou pelas partes moles, na berinjela também pode ser verificado pelo caule. Se ele escurecer e mudar de cor, de verde para avermelhado, é hora de descartar o legume.

6. Manteiga

Apesar de a manteiga fechada poder ficar no freezer por até nove meses, é aconselhável cortar um pedaço e observar a cor antes de consumi-la. Se o seu interior tiver a mesma cor do exterior, é considerada fresca e segura para o consumo. Se o interior for mais claro que o exterior, significa que está oxidada e perdeu o frescor.

7. Caqui

Escolha caquis alaranjados ou avermelhados. A presença de manchas escuras na casca não significa que estejam podres, desde que não haja amassados ​​e rachaduras, sinais de decomposição. Além disso, os caquis com pequenas manchas escuras muitas vezes são o mais saborosos e doces.

Para evitar a adstringência dos caquis, certifique-se de que estão maduros antes de comê-los. Um caqui muito maduro é tão macio que sua polpa praticamente rompe a casca. Compre-os maduros, apenas quando planejar comê-los naquele dia. Já o caqui verde deve ser deixado em temperatura ambiente até amadurecer totalmente.

8. Ostra

É possível determinar o frescor das ostras pela cor e pelo cheiro: elas geralmente são marrons, brilhantes e cheiram a mar. Quando não estão mais frescas, parecem secas e grudentas, com um forte cheiro de peixe.

9. Camarão

Os camarões estragam muito rapidamente e, assim que começam a perder seu frescor, aparecem manchas pretas, no corpo desses crustáceos. O processo de escurecimento é chamado melanose. Além disso, o camarão velho pode cheirar a amônia: um odor forte é um sinal claro de estar inviável para o consumo.

10. Caviar

A melhor maneira de testar o caviar é cheirá-lo. Enquanto o fresco praticamente não tem aroma, o produto vencido tem um cheiro intenso de peixe. Se após verificá-lo, ainda tiver dúvidas quanto ao seu frescor, coloque-o na água: o caviar fresco deve afundar, já o que passou do prazo de validade, flutua.

Quais métodos para determinar o frescor dos alimentos você conhece? Compartilhe conosco nos comentários!

Incrível/Dicas/10 Dicas que podem ajudá-lo a escolher alimentos frescos
Compartilhar este artigo