Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Dicas financeiras para conquistar uma vida mais feliz em um piscar de olhos

Se você se preocupa com a gestão do seu próprio dinheiro e quer chegar ao final do mês com alguma sobra para investir ou até para gastar com algum agrado pessoal, provavelmente já conhece sites de finanças pessoais, dicas para economizar e planilhas que ajudam a controlar o dinheiro que entra e que sai. A questão, no entanto, é a de que, em geral, essas planilhas são complexas e exigem uma enorme disciplina para registrar cada centavo gasto ou o dinheiro que entra. Diante dessa situação, o projeto de economizar acaba ficando pelo caminho pelo simples fato de que dá preguiça marcar tudo.

Isso, no entanto, não significa que algumas pessoas não consigam controlar as próprias finanças. É só conhecer outras abordagens que podem melhorar a qualidade de vida.

No Incrível.club, adoramos encontrar soluções simples, mas eficientes, especialmente aquelas que afetam nossa visão de mundo e permitem que adquiramos hábitos úteis e alcancemos novas metas. Algumas das técnicas mais importantes estão listadas neste artigo. Confira!

1. Invista em si mesmo

A melhor forma de contribuir para o seu futuro é investir em si mesmo. Quanto mais cedo você perceber a importância desse hábito, melhor, pois quando jovem, é capaz de aprender mais rápido. Quanto à expansão dos horizontes e à aquisição de mais conhecimento, é essencial que cresça nas áreas de interesse, uma vez que conseguir sucesso sem diploma é mais do que real. Invista em livros, cursos online, certificados e programas de desenvolvimento pessoal. Seja o seu principal investimento. Quanto mais contribuir para o seu próprio desenvolvimento, mais valioso será o resultado. Hoje, muitas aulas e cursos gratuitos estão disponíveis online: comece com eles para encontrar uma direção a seguir. Aplique em seu crescimento pessoal.

2. Lembre-se da regra das oito horas

Em média, uma pessoa costuma dormir 8 horas por noite e alternar 8 horas de trabalho com mais 8 horas para outras atividades. Falando de maneira mais simples, quando trabalhamos é como se trocássemos nosso tempo por dinheiro. Quando dormimos, é como se investíssemos esse tempo em nosso corpo. Por isso, é importante aproveitar as 8 horas restantes para crescer e melhorar de vida. Use esse tempo com sabedoria e faça algo que seja útil a longo prazo: aprimore suas habilidades e adquira novas, em vez de assistir a vídeos engraçados, mas inúteis no YouTube.

3. Tenha cuidado ao emprestar dinheiro à família e aos amigos

Cada um de nós espera receber o dinheiro emprestado de volta, mesmo que seja de um membro da família ou do melhor amigo, não é? O problema é que essas pessoas podem pensar de maneira diferente. É possível que um de seus amigos ou parentes, pedindo para que você dê uma mão, acredite que a sua proximidade faça com que perdoe a dívida depois de algum tempo.

Por outro lado, a falta de vontade ou a impossibilidade de ajudar inevitavelmente acarretam uma antipatia mútua, acabando com um bom relacionamento. Portanto, vale a pena refletir a respeito do assunto e decidir com clareza: se não quer ficar na mão, das duas uma: ou você simplesmente não empresta o dinheiro ou define um prazo de pagamento.

4. Gaste menos, forme uma poupança e se torne uma pessoa mais livre

Você quer sair da rotina e largar o emprego indesejado, mas tem receio de dar um grande passo e encarar o desconhecido? Começar a economizar nas coisas desnecessárias não significa se privar de uma vida boa, mas ganhar flexibilidade e liberdade de escolha. Assim, “se compra” a oportunidade de mudar de emprego, de mudar de país e de dizer sim ao que realmente importa.

5. Siga a regra das 24 horas

Na hora de fazer compras, muita gente tem dificuldade de lidar com o comportamento compulsivo. Quando se trata de uma compra cara (um carro, um eletrodoméstico grande ou até um imóvel), é mais difícil perder a cabeça. Mas, quando uma aquisição pequena está ao nosso alcance, é compreensível a vontade de fazer o máximo para obtê-la logo, uma vez que o baixo custo é capaz de satisfazer o desejo de compra de forma mais rápida. Porém, é essencial calcular todas as despesas no intuito de avaliar o investimento em questão — por menor que seja. Sem emoções interferindo, é provável que alguns pequenos gastos possam parecer completamente irracionais.

Portanto, para reduzir significativamente as despesas desnecessárias e fazer compras caras com inteligência, o mais indicado é seguir a regra das 24 horas. Aguarde um dia para realizar uma compra. Assim que se sentir mais tranquilo, conseguirá entender se ela realmente vale a pena. Você ficará surpreso ao perceber que, na maioria das vezes, mudará de ideia.

6. Separe 1 minuto por dia para analisar as despesas

Essa dica parece simples, mas permite que você mantenha suas finanças sob controle, impedindo que gaste demais em razão da distração. Após o almoço, por exemplo, você pode passar 1 minuto analisando os gastos realizados. Isso ajuda a identificar problemas financeiros a tempo, a reduzir as despesas e a definir o valor a gastar na segunda metade do dia.

7. Tenha em mente um “mantra” especial antes de cada compra

Outra forma simples de se afastar de despesas compulsivas e não lamentar os custos fúteis é ter em mente um mantra especial. Por exemplo, você se depara com uma blusa linda, mas não precisa dela no momento, nem o preço corresponde ao seu orçamento atual. Nesse caso, basta responder à seguinte pergunta: "Será que essa blusa é mais importante do que as férias em um lugar legal no próximo mês?

8. Não caia nas armadilhas da propaganda

As grandes empresas costumam aplicar algumas técnicas para captar o público e convencê-lo a comprar seus produtos, mesmo que ele não sinta a necessidade. Surpreendentemente, a maioria das técnicas secretas de marketing é conhecida há muito tempo, mas os clientes continuam acreditando em ofertas questionáveis.

Para impedir que isso aconteça, é melhor adotar uma atitude: tenha em mente que todos os descontos e promoções sempre envolvem mercadorias por um valor com uma boa margem (o famoso preço “pela metade do dobro”) ou de baixa qualidade. No final das contas, apenas o fabricante se beneficiará da sua compra.

9. Faça compras sozinho

Fazendo compras com amigos, você corre o risco de gastar mais do que planejava por vários motivos. Inconscientemente, acaba dando mais voltas nas lojas e provando mais roupas, incentivado por exclamações como: “Essa peça caiu muito bem em você! Não deixe de comprá-la!”, que o deixam sem escolha. Além disso, você provavelmente já se deu conta de que, durante as compras com amigos, passamos a ficar mais animados, comprando mais.

Portanto, a dica é simples: deixe as conversas com os amigos para os próximos passeios no parque e pense no processo de compras não como em um entretenimento, mas como uma atividade séria.

10. Evite pensamentos tóxicos relacionados ao dinheiro

Há alguns pensamentos e crenças que simplesmente nos bloqueiam na hora de pensar racionalmente na gestão de nosso dinheiro. Por exemplo, que algumas pessoas simplesmente não conseguem economizar (por mais que tentem) ou que todo rico é bandido. Se você tiver essas ou outras crenças, recomendamos que passe a pensar de uma maneira diferente.

Se tende a desconfiar do seu próprio sucesso, passa a perder força, vontade de seguir em frente e acaba não cumprindo suas metas, fazendo com que o pessimismo tome conta da sua vida. Tente transformar atitudes financeiras negativas em positivas durante um mês. O resultado definitivamente irá surpreendê-lo.

Bônus: a independência financeira é incapaz de resolver todos os problemas

Você sabe o que realmente determina o grau de felicidade e alegria? É claro que o dinheiro pode ajudar, mas definitivamente não é o único fator para isso. Pesam na conta da felicidade fatores como o otimismo e a capacidade de viver bem com aquilo que possui.

Por incrível que pareça, entender que o dinheiro consegue resolver apenas pequenos problemas (organizar um casamento de luxo ou fazer uma viagem a um lugar chique), ajuda a ganhar mais. Afinal, tendo isso em mente, você deixará de correr em busca de riqueza e passará a fazer o que desejar de verdade. Pode ter certeza de que as outras coisas virão em seguida.

Quais dicas você acrescentaria a esta lista? Fique à vontade para compartilhar conosco e com os outros seguidores mais sugestões!

Compartilhar este artigo