Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10+ Dicas de presentes para jovens papais e mamães

Sua amiga ou colega do trabalho acabou de ter um bebê? Alguém na família será papai ou mamãe? Qual seria um bom presente? Bom, há diversas opções. As mais básicas: dinheiro, fraldas, roupinhas de bebê. Mas mesmo essas escolhas não são certeiras e podem não deixar os futuros pais pulando de alegria.

Nós, do Incrível.club, lemos comentários de usuários nos fóruns da internet para determinar o que realmente vale a pena dar de presente e o que se deve evitar. E não pudemos resistir: acrescentamos algumas histórias engraçadas e constrangedoras pelas quais algumas pessoas passaram. Confira!

Presentes de grego

  • Presentes feitos à mão. Os pais não vão ficar horas te bajulando pelos seus esforços em fazer aquele presente. Não perca tempo costurando bichos de pelúcia ou fazendo itens para o quarto do bebê se você não faz isso profissionalmente. É importante que todos os materiais sejam hipoalergênicos, seguros e sem peças pequenas, que podem quebrar a qualquer momento. Há muitas outras advertências a se levar em conta, por isso quando for escolher um presente para os novos papais, pense primeiro em uma coisa: praticidade.

  • Grandes presentes. Se você não conversou com os pais previamente sobre tais compras, não opte por berços, carrinhos de bebê ou coisas do gênero. Essas são as primeiras coisas que passam pela cabeça deles, e uma criança não precisará de duas camas ou três carrinhos. Além disso, a escolha da cor e dos desenhos é bastante importante para muitos.

  • Roupas. Todos os bebês são lindos, mas eles não são do mesmo tamanho e nem têm as mesmas características físicas. Alguns recém-nascidos têm até 54 cm; outros, de 54 a 60 cm. Outros, ainda, chegam a 62 cm. Por isso, tais presentes podem acabar não sendo muito usados.

  • Ergobaby. O acessório estilo “canguru” é realmente bastante prático, mas muitos pais não confiam em equipamentos como slings e afins e, por isso, optam por não usar nenhum deles. Além disso, nas lojas há muitos produtos de má qualidade, que podem apenas machucar as costas da mamãe ou do papai e até mesmo do bebê. Caso queira dar um presente desses, é melhor avisar com antecedência e escolher modelos de acordo com a idade e com certificados de segurança.

  • Primeiro álbum de fotos ou diário do bebê. Todos os “primeiros álbuns” são, evidentemente, repletos de fofura. Muitas opções contêm áreas especiais para as imagens do ultrassom, caixinhas para os primeiros dentes e espaços para as impressões digitais. Mas nem todos ficam entusiasmados com coisas do tipo, por isso há grandes chances de que seu presente fique apenas acumulando poeira na prateleira. Até mesmo as mamães que garantem manter todos os registros da criança esquecem de tudo isso após estarem ocupadas com fraldas, choros e sem uma boa noite de sono.

Mas então, o que escolher?

Na dúvida, é sempre válido perguntar. Mas caso queira fazer uma surpresa, escolha opções neutras ou tecnológicas. Não tem erro!

  • Tapetes educativos. Por exemplo, tapetes com atividades ou música. A criança pode ficar brincando por horas com os brinquedos ou apertando os botões das músicas enquanto os adultos fazem suas tarefas, sempre de olho nos pequenos. Há o risco de alguém dar o mesmo presente, claro, mas modelos diferentes só permitirão maior diversidade para a criança brincar. Importante: se escolher tapetes que contenham efeitos sonoros, músicas ou leitura de contos, certifique-se de que o volume possa ser regulado ou desligado, mas que mantenha os efeitos visuais e as outras atividades. Além disso, é válido escolher tapetes de tamanhos grandes, pois mais tarde a criança começa a se jogar e engatinhar para todos os lados e precisará de mais espaço.
  • Aparelhos modernos. Você pode se surpreender com a quantidade de novidades que existem hoje para facilitar a vida com recém-nascidos: aquecedores de mamadeiras, esterilizadores de chupetas e louças, umidificadores de ar para bebês, conjuntos para moer e cozinhar a comida e muitos outros itens. Isso sem contar os aspiradores de pó robotizados e panelas elétricas, que também são ótimos presentes.
  • Produtos descartáveis e de uso frequente. Fraldas descartáveis de diferentes tamanhos, lenços comuns e umedecidos, discos de algodão, babadores, recipientes para mamadeiras, chupetas e outras coisas pequenas. São coisas simples, mas muito necessárias e que precisam ser adquiridas com frequência. Você pode comprar um estoque desses para aliviar os pais por alguns meses, por exemplo. Se quiser adicionar fraldas, opte pelos maiores tamanhos.
  • Novidades. Já ouviu falar de espátulas para passar creme infantil? E de painéis divertidos, de mordiscadores de frutas e cubos de feltro? Tais itens podem ser dados como presentes isoladamente ou como complementos. O ponto positivo é que dificilmente outra pessoa dará o mesmo presente que você e essas novidades estão surgindo cada vez mais para entreter os pequenos.

E dinheiro?

Sem dúvida, a opção mais fácil e versátil. Se não tiver tempo para procurar presentes criativos e úteis, pode ser uma ótima opção dar dinheiro. Apenas não se esqueça de que muitas pessoas dão dinheiro como presente e o casal irá apenas colocar tudo junto no mesmo envelope e dificilmente irá dizer, depois, como a sua contribuição foi usada. Qual a alternativa?

  • Cupons de desconto ou certificados para entrega de alimentos. Acredite, no começo jovens papais não têm tempo nem de tomar um café por cinco minutos, muito menos de preparar comida todos os dias. Poder pedir comida pronta com desconto — ou até de graça — faz uma tremenda diferença no dia a dia.

  • Vale-compras. Podem ser certificados de grandes lojas de brinquedos ou de roupas infantis, por exemplo. Não se esqueça das lojas de eletrodomésticos, pois há muitos utensílios de cozinha que serão úteis para o casal. E, assim, os pais podem, eles mesmos, decidir o que comprar.

  • “Cupons” de ajuda pessoal. Você pode fazer à mão ou imprimi-los. Por exemplo, dois cupons para passeios de duas horas com o carrinho (você irá levar a criança para eles poderem descansar); cinco cupons para comprar produtos no mercado ou um para lavar as louças. Use a criatividade. Mamães e papais muitas vezes têm vergonha de pedir ajuda aos amigos, principalmente no início. Desse jeito, você pode mostrar o quanto os ama e pode ajudá-los.

Não se esqueça dos adultos

Se a mãe ou o pai de um recém-nascido for uma pessoa muito próxima a você, dê um presente mais especial — será melhor do que comprar mais um saco de fraldas.

Até os menores sinais de atenção serão notados e apreciados. Quais as opções? Você pode, por exemplo, marcar um horário de manicure para a mamãe ou uma sessão de massagem para ambos os pais. Quando o presente já estiver nas mãos, será mais difícil de recusar, então aproveite.

Quais os presentes que você costuma dar em chás de bebê? E o que você ficaria feliz de receber dos outros? Comente!