Incrível
Incrível

9 Técnicas parentais que não mudaram desde a Idade da Pedra

A raça humana percorreu um longo caminho desde as necessidades rudimentares da Idade da Pedra. Mas algumas coisas nunca mudam, como por exemplo o amor de um pai por um filho. Os utensílios usados pelos pais e mães mudaram, é claro, mas o instinto continua o mesmo. As crianças de hoje podem desenhar em lindos art pads tablets, mas tudo começou com argila macia e cavernas, há muito tempo atrás.

Incrível.club mergulhou profundamente na vida não tão fácil dos pais da Idade da Pedra. Ficamos maravilhados ao descobrir que muitas das técnicas e princípios da atualidade usados para a criação dos filhos surgiram no início da civilização e continuam sendo usados.

1. Manter as crianças ocupadas com arte

Frequentemente usamos a arte como ferramenta de aprendizagem, ajudando as crianças a expressar não apenas sua criatividade, mas também seus sentimentos. Hoje, temos livros para colorir e um zilhão de tipos diferentes de utensílios para colorir. Mas mesmo as crianças da Idade da Pedra eram encorajadas a desenhar, como fica claro através da arte rupestre encontrada na França. Os sulcos descobertos nessas cavernas mostram que as crianças eram incentivadas a correr os dedos pela argila macia, fazendo linhas cruzadas, ziguezagues e redemoinhos.

Na verdade, uma das câmaras encontradas nesse gigantesco sistema de cavernas é rica em desenhos apenas de crianças. Isso levou os especialistas a acreditar que as crianças pré-históricas frequentavam algum tipo de creche, ajudando-as a desenvolver seu talento para o desenho.

2. A amamentação era obrigatória, assim como o desmame conduzido por bebês

Muitas mães amamentam por um longo período atualmente, deixando as crianças mamarem até os 3 ou 4 anos de idade. Algumas praticam o desmame conduzido por bebês, o que significa que é o bebê quem decide quando já se amamentou o suficiente. Acontece que as mulheres que fazem isso hoje estão apenas voltando às suas raízes.

Um estudo apontou que as mães da Idade da Pedra tendiam a amamentar seus filhos por mais tempo, até as idades de 3 a 4 anos. Isso pode ter levado a um melhor desenvolvimento do cérebro em humanos, como também a uma melhor imunidade.

3. Os bebês foram carregados e amados

Os bebês não gostam de ser deixados sozinhos, e a maioria dos pais tem um monte de tarefas para fazer durante o dia. Uma solução simples para manter o bebê feliz e os pais sem culpa é carregá-lo enquanto trabalha. Hoje, temos todos os tipos de carregadores ergonômicos de bebê e slings que nos ajudam nesse quesito. Os especialistas também recomendam o contato pele a pele com seu bebê, acreditando que isso os torna adultos mais equilibrados.

E há muitas evidências de que os pais pré-históricos também carregavam seus filhos quando saíam fazendo suas tarefas, por ser mais conveniente. Além disso, era uma maneira de proteger os bebês dos muitos predadores ao redor.

4. Brincadeira comunitária para as crianças

As crianças de hoje têm brinquedos como espadas de plástico, playgrounds, entre outros. E, se deixadas sozinhas, crianças de todas as idades tendem a brincar juntas e se dar bem. Os métodos alternativos de educação, como Montessori e Waldorf, incentivam a brincadeira entre várias idades.

E era exatamente desta forma que as crianças pré-históricas se relacionavam. A escola consistia em crianças de todas as idades se reunindo para brincar, e os brinquedos eram ferramentas e armas adequadas para a sua idade. Isso não apenas mantinha as crianças ocupadas, mas também as treinava para a vida adulta na Idade da Pedra.

5. Os mais velhos cuidavam de todas as crianças

Nas famílias cada vez mais distantes e nucleares de hoje, as crianças estão perdendo de passar um tempo com os mais velhos. E, no entanto, em muitas famílias em que os pais estão ausentes por vários motivos, são os avós que se transformam em seus cuidadores primários. Mesmo em famílias unidas, se os pais estão fora, são os mais velhos que cuidam das crianças.

E isso também acontecia em tempos pré-históricos. A maioria dos adultos, especialmente os idosos que não eram tão ativos na caça e na coleta, por causa da idade, eram designados como cuidadores. A sabedoria que transmitiram ajudou a raça humana a prosperar.

6. As mamadeiras complementavam a dieta

Hoje, muitas mães têm problemas com a amamentação por uma infinidade de razões. E, como se constatou, as mães paleolíticas também enfrentaram desafios semelhantes. É por isso que as primeiras mamadeiras, feitas de argila, datam de 5.000 anos atrás.

As mamadeiras pré-históricas tornaram-se mais comuns nas Idades do Ferro e do Bronze, e os resíduos nelas apontam para laticínios de origem animal. O ser humano sempre foi inovador quando se trata de fazer o melhor pelos filhos. Aqui está uma foto de uma mamadeira da Idade do Bronze, datada de 1.350 a.C. a 800 a.C.

7. Paternidade positiva em relação ao castigo corporal

Os pais pré-históricos não pareciam acreditar em castigos corporais ou surras, como vários estudos apontaram. A maior parte da educação dos filhos na Idade da Pedra aponta para um vínculo de afeto com os pais. As crianças eram acariciadas, carregadas, seguradas, abraçadas e com maior probabilidade de serem repreendidas suavemente, em vez de espancadas por se comportarem mal.

Os psicólogos infantis de hoje também acreditam que bater em uma criança é prejudicial para sua saúde mental e seu equilíbrio, mesmo na idade adulta. Portanto, os primeiros humanos sabiam como criar filhos da maneira certa.

8. Crianças chorando eram consoladas

Alguns especialistas acreditam no método de treinamento do sono do tipo chorar. Eles defendem que se os bebês estão satisfeitos, trocados, confortáveis ​​e secos, devem dormir por conta própria. Se o bebê se agita e chora, deixá-lo sozinho, mesmo que chore, é uma forma de torná-lo autossuficiente. Existem algumas provas da veracidade da crença. Outros especialistas não aconselham essa atitude.

Para os pais da Idade da Pedra, isso não acontecia. Se uma criança chorasse, os pais ou cuidadores ​​respondiam imediatamente. A criança seria acariciada e tratada com carinho. Há provas de que crianças que recebem afeto aprendem a se acalmar sozinhas mais cedo.

9. As crianças eram guiadas, mas livres

A arte descoberta em várias cavernas ao redor do mundo aponta para outra coisa que foi um esforço comunitário. As crianças tinham a liberdade de desenhar o que quisessem, mas também eram orientadas a desenhar as formas corretamente. Hoje, seguramos as mãos de nossos filhos para ajudá-los a escrever e acertar o alfabeto.

Naquela época, os sulcos em argila de uma criança de 2 anos mostram que havia uma mão de um adulto guiando suas marcações. Assim, a arte foi usada para ensinar de forma construtiva e para ajudar a criança a se tornar confiante. Muitos especialistas acreditam que, quando se tratava de crianças da Idade da Pedra, havia poucas coisas que não eram permitidas fazer.

Quais técnicas parentais do passado te pareceram mais surpreendentes? Você conhece algum desses truques ancestrais de criação?

Incrível/Crianças/9 Técnicas parentais que não mudaram desde a Idade da Pedra
Compartilhar este artigo