Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

8 coisas que todo pai deveria ensinar aos filhos

----
18k

Embora a mãe desempenhe um papel importantíssimo na vida e na criação de um filho, há muitas coisas que o pai pode e deve acrescentar na vida da criança.

No jardim de infância e nos primeiros anos da escola, quase sempre as professoras são mulheres, então o pai ganha uma função importante de introduzir na vida dos filhos coisas que são tradicionalmente associadas ao universo masculino.

Por isso, neste dia dos pais, o Incrível.club resolveu listar 8 aspectos que os pais devem abordar com seus filhos. Confira abaixo:

Quem é o melhor companheiro para a criança em competições e atividades físicas, além dos seus amigos? O papai, é claro. Esta é uma boa forma de mostrar ao pequeno como o sabor da vitória é prazeroso, e também o quanto é necessário se esforçar para poder chegar lá.

Já para os pais, estas brincadeiras e jogos também são ótimas oportunidades de explicar aos filhos que, às vezes, a derrota é inevitável. E que, quando caímos, o importante é levantar e seguir adiante. Afinal, perder não pode ser motivo de vergonha.

Para explicar a um menino como se comportar perante o sexo oposto, a mãe pode atuar como uma eficiente orientadora, mas o pai é capaz de ensinar através do próprio exemplo. É importante que o garoto aprenda com o pai a ser respeitoso com as meninas - e, aliás, com gente de todas orientações sexuais. Deixar esta função a cargo dos amigos ou da Internet não é a melhor ideia. Uma sugestão aos pais: leve seu filho para comprar flores para a mamãe. Outra ideia é levá-lo a outros estabelecimentos cuidados por mulheres e deixar que o menino se comunique com elas, para que ele, quano crescer, não crie eventuais bloqueios com relação a mulheres desconhecidas.

Este ponto deriva do anterior. É melhor que a criança, sobretudo os meninos, entendam coisas importantes do mundo a partir de uma boa conversa olho no olho com o pai, quando chegar o momento correto. Para um adolescente, por exemplo, será fundamental que o pai fale sobre as sensações causadas pelo primeiro amor, pelos primeiros encontros e primeiros beijos. Um bom pai precisa deixar claro ao filho que é muito mais valioso se dedicar àquela garota especial do que se preocupar em conquistar o maior número de namoradas. Conversas deste tipo, além de orientar, também fortalecem os vínculos entre pais e filhos.

O pai precisa mostrar ao filho que, em determinados momentos, é preciso ser firme e forte, se defender e sustentar as próprias opiniões. A criança deve entender que, em determinadas situações, é melhor gritar forte para desencorajar uma eventual tentativa de ataque, impedindo que a ameaça se aproxime. É fundamental também explicar que, às vezes, é melhor não fazer caso a provocações, retirando-se em silêncio. Explique ao seu filho e demonstre, dando o exemplo, que a bondade não é sinal de fraqueza, e sim de espírito de solidariedade.

Para isso, não é preciso fazer muita coisa, apenas passar algum tempo com seu filho e conversar com ele. Assim, a criança entende que não é só a mãe que tem suas exigências e expectativas, mas também o pai, que geralmente possui um enfoque diferente bastante diante do mundo.

É claro que pai e mãe precisam estar unidos nas decisões que afetam a educação dos filhos, mas no que se refere a visões de mundo, a filosofia masculina pode ser bem diferente da feminina. E isso é algo totalmente normal. Com a ajuda do pai, a criança pode descobrir que existem múltiplas perspectivas sobre os mesmos fenômenos, aprendendo a analisar e a formar sua própria maneira de compreender tudo que está ao seu redor.

Tudo começa quando a criança ainda é bem pequena. Em muitos casos, até mesmo um bebê de 6 meses consegue perceber as diferenças entre as demonstrações de amor masculinas e femininas. Diferentemente das mães, que costumam encher os filhos de beijos e abraços, os pais divertem os pequenos jogando-os para cima ou fazendo-os girar rapidamente. Em muitos casos, as mães ficam apreensivas diante dessas brincadeiras, mas elas são importantes para que a criança tenha novas sensações visuais, auditivas e táteis, evoluindo em sua própria noção de espaço

Qualquer criança, seja menino ou menina, devem ter noção de como executar tarefas úteis no dia a dia: acender uma fogueira, apertar parafusos, trocar um pneu, encontrar defeitos em aparelhos... Ainda que seu filho seja 100% urbano, não há dúvidas de que saber fazer fogo pode ser muito útil no futuro, seja para acender uma lareira ou uma churrasqueira. Em qualquer ocasião, essas habilidades darão muitos pontos a favor do seu filho.

Claro que a criança deve ter noções de como passar uma camisa, varrer uma casa ou preparar alguns pratos. Apesar de que hoje é possível encontrar na Internet tutoriais para praticamente tudo, é óbvio que aprender com o pai é muito mais prazeroso e eficiente. Um pai pode e deve mostrar ao filho que não há nada de errado em homens que cozinham, por exemplo. Muito pelo contrário. Essa habilidade será crucial para que o futuro adulto torne-se independente.

Produzido com base em material de familylife, markmerrill
----
18k