Incrível
Incrível

7 Fatos curiosos sobre os fetos para provar que eles não passam seu tempo apenas boiando e dormindo

Os bebês não se tornam seres humanos completos apenas após nascerem, pois já estão formados enquanto estão no útero de suas mães. Por exemplo, em um estudo recente os fetos foram monitorados na barriga de suas mães. Suas respostas a certos alimentos foram fotografadas: eles sorriam quando gostavam e franziam a testa quando isso não acontecia. Ou seja, eles podem sentir, provar, ouvir e até responder a alguns estímulos.

Eles respondem a diferentes alimentos

Em um estudo com grávidas entre a trigésima segunda e a trigésima sexta semana de gestação, lhes foram oferecidos alguns alimentos, entre eles a couve. Seus bebês pareciam não gostar dessa escolha, pois levantavam o lábio superior, pressionavam os dois lábios e faziam caretas de choro. Os cientistas usaram ultrassonografias 4D para capturar as reações dos fetos que não poderiam ser mais claras em relação à couve.

Mas quando as mães receberam cenouras e suco de cenoura, os bebês mostraram uma reação completamente diferente. Eles puxavam os cantos dos lábios e faziam uma cara de riso, indicando gostar do sabor. Essa distinção entre os sabores permitiu aos cientistas provarem que os fetos entendem os diferentes sabores quando ainda estão na barriga.

Provavelmente, por ser mais doce, a cenoura se mostrou mais favorável aos fetos. Por ser um alimento com um grau mais elevado em teor de açúcar, às vezes pode parecer com o “sabor de fruta”. Por outro lado, a couve é mais amarga e, por esse motivo, foi escolhida para essa experiência.

Quando os fetos começam a ter papilas gustativas

A capacidade do feto de entender os sabores se inicia na oitava semana de gestação, quando suas papilas gustativas começam a se formar. Eles engolem entre 3/4 a 4 xícaras de líquido amniótico diariamente, de onde vem todos os sabores da dieta da mãe. Coisas como açúcar, aminoácidos, proteínas, sal e ácidos graxos estão todos incluídos no fluido consumido pelo bebê. Por esse motivo, o bebê já forma suas preferências muito antes de nascer e começar a ingerir alimentos sólidos.

Eles são peludos no útero

Lanugo é o nome da camada muito fina de pelo que cobre todo o corpo do feto e até seu rosto, criando algo parecido a um bigode. Esse pelo não permanecerá em seu corpo por muito tempo, pois a maioria desaparecerá logo antes do nascimento. Isso também ocorre em outras espécies, como elefantes, baleias e focas, a única diferença é que a pelagem se mantém depois desses animais nascerem.

O coração começa a bater com 5 semanas e de forma muito rápida

O coração de um bebê começa a bater após 5 a 6 semanas e seu tamanho não é maior que a cabeça de um alfinete. Levará cerca de 10 semanas para esse órgão estar totalmente formado e sua taxa é de 110 a 160 batimentos por minuto. É bastante interessante que, no final da gravidez, os corações dos fetos femininos batam mais rápido que os dos masculinos.

Eles bocejam, choram e urinam

Em alguns ultrassons, os médicos notaram um movimento na boca dos fetos semelhante ao bocejo. Essa ação pode ser notada pela primeira vez na vigésima quarta semana, mas na trigésima sexta semana parece desaparecer completamente. Ao mesmo tempo que bocejam pela primeira vez, também começam a chorar. Embora não possamos ouvi-los chorando, movimentos como estremecer o queixo, mover a boca e abrir a mandíbula são todos indícios dessa ação.

Além disso, segundo muitos pesquisadores, os fetos começam a urinar no útero entre a nona e a décima sexta semana. Após amadurecerem um pouco, começam a produzir de 500 a 700 mililitros de urina por dia. E se você está se perguntando para onde vai essa urina, saiba que ela fica dentro do líquido amniótico.

Eles nascem com 50% mais ossos do que os adultos

No útero e quando nascem os bebês realmente têm 300 ossos. À medida que crescem, muitos desses ossos começarão a se fundir e atingirão o número de 206. Esses quase 100 ossos extras não são realmente ossos, mas principalmente cartilagem que eventualmente se fundirá com os ossos reais. E essa cartilagem é o tecido mole presente em todo o corpo do bebê e pode ser visto principalmente atrás do pescoço, onde geralmente é muito macio.

Ruídos altos podem afetar negativamente sua audição

Por volta de 18 semanas após a fertilização, os ouvidos do feto começam a crescer e eles conseguem ouvir sons externos. Quando o feto tiver 6 meses, será capaz de se virar sempre que ouvir um som. Embora ouvir ruídos altos, como música e sirenes, por vezes seja seguro, ficar exposto a isso o tempo todo pode ser prejudicial. Assim, as grávidas devem manter os sons abaixo de 115 decibéis, se quiserem que a audição do seu bebê seja saudável.

Não é fascinante saber que os bebês entendem muitas coisas desde uma fase tão precoce? Como tem sido sua experiência com a gravidez? Você planeja ter mais filhos? Deixe sua opinião nos comentários.

Incrível/Crianças/7 Fatos curiosos sobre os fetos para provar que eles não passam seu tempo apenas boiando e dormindo
Compartilhar este artigo