Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

20+ Internautas compartilham erros aparentemente inofensivos de seus pais que deixaram marcas na idade adulta

Grande parte de nossa personalidade na idade adulta está relacionada a situações que vivemos na infância. Infelizmente, muitas vezes na melhor das intenções, às vezes nossos pais tomam atitudes que afetam nosso comportamento depois que crescemos. O usuário da rede social Reddit AlexDescendsIntoHell fez a seguinte provocação: “cite um erro de criação aparentemente inofensivo que arruinará uma criança mais tarde na vida” e milhares de usuários deram respostas reveladoras.

Incrível.club gosta de compartilhar histórias que podem trazer coisas boas para seus leitores. Se você prestar atenção, verá que cada um desses casos pode ser lido como um conselho.

Os erros que são difíceis de esquecer

  • Dissuadi-los de fazer perguntas. Sim, pode ser chato continuar ouvindo “mas por que pai / mãe?” só que eu conheci muitos adultos que admitem que pararam de perguntar porque, quando eram crianças, seus pais os calavam ou diziam “olha só você perguntando de novo”. As mentes curiosas precisam fomentar isso. rccrisp

  • Ser muito protetor como pai. Ou simplesmente não ouvir seus filhos. Eveleyn

  • Dizer-lhes que os membros da família que são bravos com eles ou os negligenciam os amam. everybodylovesmemore

  • Quando eu tinha quatro anos, meus pais adotaram um gatinho. Claro, nunca vi nada tão adorável antes e mal conseguia manter minhas mãos afastadas da pequena bola de pelo. Então, cerca de dois ou três dias se passaram. Acordei de manhã, saí e perguntei “onde está o gatinho?”. E meus pais me disseram que ele havia morrido, por causa do meu abuso com o bichano. Fiquei com medo de tocar em um animal por vários anos. Na verdade, eles simplesmente devolveram o gatinho às pessoas que lhes deram. Thomoz

  • Não sufoque seus filhos. Minha mãe parou de ter vida própria na época em que meu irmão e eu nascemos. Ela era uma mãe incrivelmente dedicada e amorosa, muito gentil conosco, mas quando nascemos, deixou de ter amigos, não trabalhava e ficava em casa todos os dias, desde o momento em que nasci até me mudar, aos 20 anos. Era muito fácil que se chateasse porque não tinha outra fonte de autoestima e toda vez que a irritava, era como se tivesse lhe provocado um ataque muito pessoal. Mais ou menos nos últimos cinco anos antes de ir embora, não acho que tivemos uma única conversa que não a tenha feito chorar e juro que não era tão ruim assim. Eu me sentia constantemente encurralado e estressado e caía em depressão como mecanismo de defesa. Ela tomou minha falta de atenção como algo pessoal, criando um ciclo muito traiçoeiro que só se quebrou quando me alistei e finalmente saí de casa. Até hoje, muitas vezes sinto que sou uma má pessoa que não fez jus ao seu amor. DBianco87

  • Não deixar fazer as tarefas domésticas. Meus pais me pressionaram para ser estudante universitário, então me adoraram dos pés à cabeça quando eu era criança, para ter mais espaço para estudar. Quando você é muito jovem e bobo, acha que é uma bênção. Quando me mudei para a universidade, não sabia como limpar, quando limpar, com o que limpar, como lavar roupas, como secar, etc. Tudo o que podia fazer era cozinhar e beber excessivamente. xkombatxwombatx

  • Eu tinha uma namoradinha no ensino médio e meus pais zombavam tanto que isso foi um dos principais fatores que me fizeram terminar com ela. PsychIron2

  • Dizer ao seu filho que ele é sempre um vencedor. Amamos nossos filhos e queremos que eles se sintam especiais, mas eles se decepcionarão mais tarde quando descobrirem que nem todos podem vencer. Deixe-os sentir as decepções desde o início e mostre que está tudo bem. Eles crescerão mais capazes de lidar com o estresse da vida. supersonic-hedgeho

  • Usá-los como acessórios para piadas em público. Estou feliz que você tenha gostado, papai. Mindfeces

  • Eu não tive permissão para ter amigos ou ir à casa de outras pessoas durante toda a minha infância. Depois que completei 18 anos, meus pais ficaram surpresos com minha incapacidade de socializar e por não ter amigos. Barnesandnobles

  • É importante ter conversas objetivas e diretas sobre a maioria das coisas. Não há problema em dizer “não sei” se você honestamente não souber responder, mas as crianças merecem saber que seus sentimentos e perguntas são válidos. Ingloriousbaxtr

  • Minha mãe estava sempre muito preocupada com tudo o que eu fazia. Sei que foi e é assim porque me ama e se importa comigo, mas caramba, posso sair uma noite sem pensar que posso morrer? candywandysandyxandy

  • Nunca pedir desculpas aos seus filhos. Recentemente, minha mãe começou a se desculpar quando fica nervosa. Ela acumulou um ressentimento ao longo dos anos e também tenho dificuldade em pedir perdão por causa disso. Peça perdão a seus filhos, especialmente se você exagerar sobre algo que eles fizeram. Skeletonfather

  • Se alguém próximo da família morrer, não diga aos seus filhos “Ele só está dormindo”. Parabéns, você acaba de criar uma vida de insônia. Patches67

  • Não hesitar em dizer “pare” ao seu filho. Quer por causa de chacotas, cócegas ou brigas. As crianças que têm pais que não impõem limites acabam sempre por parecer imbecis, porque aprenderam que não precisam respeitar os sentimentos dos outros. OfficeChairHero

  • Dizer às crianças que elas precisam “terminar o prato”. Às vezes tem muita comida. Eu comi demais durante anos e foi preciso muito trabalho para quebrar o hábito e perder o peso extra. Bearssuperfan

  • Fazê-los dar carinho físico quando não querem. Se o tio Roberto os incomoda, não os faça abraçá-lo. Se a tia Karen os assusta, não os faça beijá-la. Certamente, é importante que eles sejam gentis, mas não os ensine que os sentimentos dos outros são mais importantes que sua autonomia. Ingloriousbaxtr

  • Assim que meu pai mandou meu irmão para o seu quarto, depois que tiveram uma discussão sobre algo estúpido, usei o Google para provar que meu irmão estava certo e nós dois fomos punidos por sermos desrespeitosos (até que ele descobriu que tínhamos razão, mas não nos tirou do castigo e apenas me disse que estava enganado.) A moral da história é que estar certo é faltar com o respeito. Kit-Kat1007
  • Uma boa estratégia para ajudar a desenvolver a criatividade e a proatividade sem encerrar as perguntas é a seguinte: quando seu filho te questionar, pergunte: “qual sua opinião?” ou “por que você acha isso?” Especialmente no caso de temas sem resposta objetiva. Salchichas

  • Não cumprir suas promessas. Se você disser ao seu filho que vai comprar sorvete amanhã com a esperança de que ele vai se esquecer e no dia seguinte, quando ele perguntar, responder que não terá sorvete, ele o verá como pouco confiável. (Sorvete foi a primeira coisa que me ocorreu, tenho certeza de que alguém pode explicar melhor o que estou tentando dizer aqui sem parecer tão ridículo). A_H_Corvus

  • A parte mais triste desta pergunta no Reddit é que minha mãe fez muitas das coisas que todo mundo diz que são ruins (não abraçar, supervalorizar, dizer para aguentar, etc.). Então, deixe-me dar-lhe alguns conselhos que acho que teriam me ajudado a crescer: não tenha medo de admitir quando estiver errado ou quando cometer erros com seu filho. hiimsmart_

Ser pai ou mãe é uma grande responsabilidade e é praticamente impossível fazer tudo certo. Você se lembra de algo que seus pais fizeram e que deixaram uma marca em você até hoje? Conte para a gente nos comentários.

Compartilhar este artigo