Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

O que fazer se o seu filho cair nas armadilhas de alguém na Internet

----
378

Os casos de pedofilia na Internet são cada vez mais frequentes. Os perseguidores virtuais fazem de tudo para conseguir imagens de crianças e não precisam de mais de 2 minutos para ganhar a confiança delas e pedir fotos e vídeos pessoais.

Essa informação é resultado de um estudo do European Online Grooming Project. Após o envio das imagens, a criança é chantageada para enviar mais imagens e vídeos (alguns com conteúdo sexual) ou até mesmo dinheiro. O final desse perigoso 'jogo' depende da maturidade da criança para conseguir enfrentar uma situação tão horrorosa e complicada como essa.

Como dito antes, esse problema tem surgido com maior frequência, é por isso que foi elaborado um memorando na Europa que ensina aos pais e aos filhos algumas normas de comportamento. Além de aprender a usar a Internet da maneira correta, ele ensina o que fazer quando um filho cair em armadilhas desse tipo.

Sabemos que é difícil controlar os filhos hoje em dia, mas consideramos que vale a pena dar uma olhada nesse artigo, para conhecer algumas recomendações importantes e que podem ajudar as famílias a se protegerem e a usarem a Internet de maneira segura.

Aqui no Brasil, um documento bastante útil para evitar que seus pequenos sejam vítimas desse tipo de crime é a cartilha da associação sem fins lucrativos Safernet, que pode ser baixada gratuitamente.

Crianças de 9 a 12 anos

É justamente nessa idade que muitas crianças começam a usar a Internet. Diferentes estudos mostram que proibir o uso de aparelhos eletrônicos como método de controle não é eficiente. As crianças sempre encontram algum aparelho, seja com amigos, seja com parentes, ou até mesmo nos computadores da escola, onde podem usar a tecnologia à vontade.

Os pais podem fazer uma coisa: estudar o conteúdo que interessa aos filhos e ter uma ideia das pessoas com quem eles estão falando virtualmente.

Os pais também devem mostrar aos filhos:

  • que está proibido passar informações pessoais a qualquer pessoa pela Internet;
  • como bloquear contatos indesejados.

Explique ao seu filho que é muito fácil perder o controle das coisas que acontecem na Internet. Além disso, mostre ao seu filho que ele sempre pode vir até você se algo de errado acontecer enquanto ele estiver na rede.

Adolescentes de 13 a 17 anos

Um estudo recente demonstrou que 1 em cada 3 adolescentes britânicos já enviou fotos e vídeos 'íntimos' pela Internet. Alguns o fizeram para chamar atenção (28%), outros (14%) porque foram obrigados ou estavam sob pressão.

Com adolescentes dessa idade, mais da metade do sucesso depende da confiança entre pais e filhos. Tente falar com o seu filho ou a sua filha sobre tudo, até mesmo sobre o que eles estão vivendo no mundo virtual.

Além disso, preste atenção:

  • nas mudanças de humor que eles sofrem quando estão na frente do computador;
  • no comportamento do adolescente quando você entrar no quarto (se ele fecha as janelas do computador rapidamente).

Explique ao adolescente o que é pedofilia, fale que é importante que ele não tire fotos íntimas dele ou de outras pessoas, porque as imagens podem cair nas mãos de estranhos, e peça que seu filho apague as fotos nesse estilo que eventualmente tenha no celular.

Se você achar que não consegue lidar com a situação, procure ajuda de outros pais ou mesmo de profissionais especializados.

Se a criança se transformar em vítima

  • Apoie o seu filho sempre. Independente da idade é muito difícil lidar com esse tipo de pressão. Os filhos devem sentir que sempre podem confiar nos pais, principalmente em casos assim.
  • Guarde todas as provas possíveis, tire fotos das conversas, das imagens, de tudo.
  • Bloqueie a pessoa em todas as redes sociais e qualquer aplicativo de comunicação.
  • Leve toda a informação para a polícia.

Lembre-se de que a 'educação digital' é importante e, mais do que isso, é inevitável. Mesmo se você não for usuário de redes sociais, a tecnologia veio com tudo e as crianças e os adolescentes não conseguem mais viver sem ela. A melhor coisa que você pode fazer é se proteger e mostrar ao seu filho que ele não deve confiar em todo mundo que aparecer nas redes sociais.

----
378