Incrível
Novo Popular
Inspiração
Criatividade
Admiração

13 Métodos que podem acalmar as incômodas cólicas do seu bebê

4--4
160

Uma das preocupações mais comuns dos pais, especialmente dos de primeira viagem, é o choro do bebê. Alguns pais não conseguem entender por que ele continua chorando se todas as suas necessidades básicas já foram atendidas. Um bebê alimentado, limpo e saudável não teria razão aparente para chorar. No entanto, a chamada “cólica do lactente” é um incômodo comum que causa muito estresse nos pais durante os três primeiros meses de vida do bebê.

Incrível.club pensa em todos esses pais desesperados, cansados ​​ou sobrecarregados e compartilha uma lista de treze métodos para acalmar a famosa cólica.

As possíveis causas da cólica do lactente

Apesar dos avanços nos estudos pediátricos, a causa específica ainda não tem explicação definitiva. Foi demonstrado que a cólica ocorreu em aproximadamente 40% das crianças menores de seis meses, tanto nas que foram alimentadas com leite materno quanto com fórmula infantil e não há diferenças entre os sexos.

Algumas teorias sobre a origem desse problema sugerem que a raiz esteja na dieta da mãe, no leite que passa rápido demais pelo estômago do bebê, no refluxo ou, ainda, no temperamento do recém-nascido e na sua adaptação ao mundo. No entanto, embora ainda não exista evidência científica concreta a esse respeito, os pediatras aconselham praticar algumas destas técnicas que ajudam consideravelmente a remediar ou, pelo menos, diminuir o problema.

1. Balançar o bebê

Os movimentos suaves e o compasso da cadeira de balanço podem ajudar muito a acalmar o choro do pequeno. Balançar o bebê favorece sua digestão e ajuda a liberar os gases. Além de ele se sentir melhor, também é uma ferramenta de serenidade para os pais.

2. Fazer o bebê arrotar depois de tomar leite

É muito importante que, após a alimentação, o bebê expulse o ar que possa ter inalado durante a amamentação. Coloque o bebê deitado contra o peito, com o queixo no ombro, e dê um tapinha suave nas costas.

3. Colocar o bebê no colo e esfregar suavemente suas costas

Essa é outra maneira de ajudá-lo a expelir o ar. Primeiro, você tem que colocar o bebê no colo com cuidado, pode ser inclinado ou deitado de bruços. Então, você tem que segurar a cabeça da criança e se certificar de que esteja mais alta que o tronco e então pode gentilmente esfregar as costas. Isso é ideal especialmente se o bebê tiver refluxo gastroesofágico, que também tem sido associado à cólica.

4. Colocar o bebê em uma cadeirinha de balanço ou vibratória

Os bebês gostam de movimentos suaves, então esses dispositivos ajudam muito, especialmente quando os pais estão exaustos ou ocupados com outras atividades.

5. Dar uma volta de carro com o bebê na cadeirinha

O movimento do carro ou a sua vibração, geralmente é uma técnica relaxante para os bebês. No entanto, as medidas básicas de segurança devem ser sempre levadas em consideração, bem como ter uma cadeirinha para automóvel adequada.

6. Colocar música para o bebê

Seja cantar ou tocar música em um tom baixo e moderado pode ser uma grande ajuda para acalmar um bebê irritado. Melodias relaxantes também podem ser positivas para estimular o desenvolvimento do recém-nascido.

7. Ter ajuda de ruído branco

O ruído branco bloqueia todos os outros sons do ambiente. Um estudo publicado no Archives of Disease in Childhood diz que o ruído branco favorece o sono das crianças. É possível encontrar listas de reprodução com esse tipo de sons no YouTube ou Spotify; embora também funcione ligar o secador de cabelo ou a televisão no outro quarto.

8. Reduzir o estímulo ambiental

Alguns bebês precisam de menos estímulo ambiental do que outros. Portanto, é aconselhável envolvê-los em um cobertor leve e deixar o quarto o mais escuro possível para lembrá-los da segurança que eles tinham no útero.

9. Fazer massagens na barriguinha

Massagear a barriga do bebê pode ajudar na expulsão de gases. O contato da mão na pele pode relaxá-lo e é bom para liberar endorfinas. O melhor momento para realizar as massagens não é quando a criança está chorando, mas após o banho ou uma troca de fralda.

10. Dar um banho morno

A temperatura da água deve estar entre 35 e 37 °C, a temperatura normal do corpo. O bebê geralmente relaxa na hora do banho. Lembre-se de secá-lo bem e depois envolvê-lo em roupas confortáveis.

11. Certificar-se de que o bebê está se alimentando da maneira correta

Algumas teorias dizem que a cólica na criança é produzida pela ingestão de ar ao sugar o seio ou a mamadeira, então você deve sempre ter certeza de que a boca do bebê tenha um bom “aperto” e que se encaixe perfeitamente ao mamilo ou ao bico da mamadeira.

12. Rever a dieta da mãe

Algumas mães, que passaram pela terrível fase das cólicas da criança, decidem tirar da dieta o leite de vaca e outros derivados, bem como a cafeína e o ovo. Se você é uma mãe que amamenta e quer saber mais sobre alimentos que podem beneficiar sua produção de leite, recomendamos que você leia este post.

13. Não perder a calma

Ter um bebê que sente cólica pode se tornar frustrante. Sem dúvida, exigirá mais tolerância, compreensão e trabalho do que um bebê que não sofre com isso. No entanto, os pais devem manter a calma e ser pacientes, tanto com o bebê quanto entre si para ajudar no processo. Os bebês são muito sensíveis e podem perceber bem as emoções de seus pais.

Apesar de não ter causas concretas ou aparentes, a cólica do lactente é considerada uma condição normal. No entanto, os pediatras recomendam que, se o bebê apresentar outros sintomas, como febre ou choro incontrolável, é melhor consultar um especialista e verificar se está acontecendo alguma outra coisa.

Você conhece outros métodos para aliviar a cólica em bebês? Há alguma dica que você possa compartilhar com novos pais? Deixe seus comentários!

4--4
160