Incrível

Seu filho anda na ponta dos pés? Saiba o que isso pode significar

Para crianças com idade entre 12 e 15 meses, andar com os dedos dos pés pode ser normal, já que nessa fase, os pequenos costumam testar diferentes posições com os pés. Em geral, essa forma de caminhar não é motivo de preocupação, ao menos até que a criança complete 2 anos. Além de significar a descoberta de maneiras de se movimentar, andar na ponta dos pés pode se tornar um hábito que algumas crianças acabam repetindo com o passar do tempo. Geralmente, é algo que cessa por volta dos 5 anos. No entanto, devido a várias razões, andar na pontinha dos dedos pode acabar se tornando algo comum em algumas crianças com mais idade.

Nós, do Incrível.club, estamos sempre preocupados com a saúde dos nossos leitores e, desta vez, sentimos a necessidade de esclarecer o que leva as crianças a andarem na ponta dos pés. Confira as orientações!

Pode ser uma condição especial

Se seu filho não parar de caminhar na ponta dos pés até os 2 anos, talvez seja bom procurar um médico. Antes, verifique os pés da criança para ver se ela tem músculos tensionados nas pernas, rigidez no tendão de Aquiles ou dificuldades de coordenação.

A causa pode ser a distrofia muscular

Essa condição genética pode ser diagnosticada examinando as pernas e os músculos dos pés da criança. Nesse caso, os músculos tendem a ser fracos e atrofiados. Se o pequeno costumava andar normalmente, mas, de repente, passa a andar na ponta dos pés, a distrofia muscular pode ser a causa do problema.

A causa pode ser uma anormalidade na medula espinhal

A síndrome da medula presa é um distúrbio de natureza neurológica. Ela pode causar uma limitação de movimento na medula espinhal e também na própria coluna, em si. É um problema que ocorre quando a medula é conectada ao tecido que fica ao redor da coluna. O resultado disso é que, à medida em que a coluna cresce, a medula espinhal se estica, danificando os nervos.

Seu filho anda na ponta dos pés? Saiba o que isso pode significar

A síndrome da medula presa pode levar a criança a andar na ponta dos pés. A condição dificulta o caminhar normal, além de provocar dor. É extremamente importante que, nestes casos, a criança seja levada para uma consulta com um especialista.

A causa pode ser paralisia cerebral

O andar na ponta dos pés pode ser provocado por paralisia cerebral, que leva a dificuldades de coordenação. Em casos assim, os pais podem identificar sintomas como uma alteração no tônus muscular do pequeno, problemas em manter a postura certa e instabilidade no movimento dos dedos dos pés. Outro indício do problema costuma ser a rigidez muscular.

A causa pode ser o simples hábito de andar na ponta dos pés

A criança pode ser absolutamente saudável, mas, por algum motivo, se recusar a andar normalmente, preferindo fazê-lo usando a ponta dos pés. E essa preferência pode ser resultado de um simples hábito do qual ela não consegue se livrar, ou ainda de tensão nos músculos da panturrilha. Trata-se de uma condição que afeta de 5% a 12% das crianças saudáveis.

Por fim, tenha em mente que este texto tem fins meramente informativos e que é sempre imprescindível procurar um médico para ter um diagnóstico correto!

Seus filhos costumam caminhar na ponta dos pés? Como você lida com isso ou com qualquer outro comportamento tido como fora do normal apresentado pela criança? Comente!