Incrível
Incrível

9 Coisas que podem acontecer no corpo quando paramos de beber refrigerante

Pipoca e guaraná; a última Coca-Cola do deserto — os refrigerantes parecem ser a combinação perfeita para várias comidas, afinal, comer batata frita com água, pode não ter o mesmo sabor especial, não é mesmo? Porém, quando consumidos em excesso, ao invés de apenas satisfazer nossos paladares, acabam trazendo alguns sintomas bastante desconfortáveis.

Nós, do Incrível.club, amamos tomar um refrigerante de vez em quando. Por isso, investigamos o que pode acontecer com o nosso corpo quando abrimos mão da bebida. E ainda, preparamos um desafio especial para vocês. Venha conferir!

1. Consegue perder uns quilos

Se você sente que não consegue emagrecer, uma das causas pode ser o refrigerante. O que talvez poucos saibam é que uma lata de 350 ml, além de conter uma alta concentração de sódio, também contém em torno de 7 a 9 colheres de sopa de açúcar, cerca de 270 g, o suficiente para subir os níveis de açúcar no sangue, diminuindo a ação da insulina no organismo.

Após ingerir a bebida, é comum sentir mais fome, além disso, o consumo regular pode provocar um ganho de peso, pressão alta e outras alterações metabólicas, o que dificulta a queima de gordura e eleva as chances de desenvolver diabetes.

2. Mantém a jovialidade da pele

Além de afetar nosso peso, como citado, o refrigerante é rico em sódio, um dos grandes causadores da retenção de líquidos, contribuindo para o desenvolvimento das temidas celulites. Outro componente na bebida é o fosfato. Altos níveis desse elemento químico aceleram o processo de envelhecimento precoce e enfraquecimento da pele, podendo acarretar flacidez e rugas, além de causar danos ao coração e aos rins quando ingerido regularmente.

3. Protege o fígado

Estudos também revelam mais um grande vilão constantemente presente nos refrigerantes e em outras bebidas, o xarope de frutose de milho. Quando consumido excessivamente os açúcares, fosfatos e outras substâncias ingeridas se transformam em células gordurosas, acumulando-se no fígado, podendo causar inflamações, fibroses e cicatrizes, além do risco de se tornar crônico. Por isso, é aconselhável reduzir a ingestão de refrigerantes, como forma de proteger o órgão.

4. Os ossos ficam saudáveis por mais tempo

Outra razão para evitar ao máximo a ingestão de refrigerantes é o fato de certos ingredientes presentes nas bebidas afetar os ossos, levando ao aumento da perda de cálcio, fraturas recorrentes, entre outros problemas, como osteoporose. Os elevados índices de açúcar, por exemplo, impedem que o corpo metabolize a vitamina D, responsável pela saúde dos ossos. Como os refrigerantes não possuem valor nutricional, seria necessário incluir cálcio adequado na dieta, especialmente leite e seus derivados.

5. Evitará algumas alergias

Os corantes caramelizados e industriais contidos em bebidas gaseificadas em junção com alguns conservantes, como o ácido benzóico, costumam causar alergias, como: urticárias, dermatite de contato, entre outros problemas, principalmente em pessoas com pré-disposição a reações alérgicas. Já o Caramelo IV está associado a um maior risco de câncer.

6. Os dentes ficam mais fortes

Se ter dentes brancos é o seu sonho, aqui vai mais um motivo para você abandonar de vez o consumo de refrigerantes! A bebida açucarada contém um pH de 2.5, tornando-a tão ácida quanto um suco de limão, com isso, o esmalte dos nossos dentes é afetado, o que pode levar a problemas como cáries, escurecimento e sensibilidade. Além disso, estudos apontam que a solução de ácido fosfórico nas bebidas à base de cola é forte o suficiente para fazer com que os dentes humanos amoleçam em 2 dias.

7. Sentirá mais disposição ao longo do dia

Assim como algumas pessoas tomam o cafezinho à tarde para “despertar” do sono, outras preferem o refrigerante, já que contém cafeína, por produzir efeitos estimulantes no sistema nervoso. O problema é que a bebida aumenta os níveis de glicose no sangue, inibindo a produção de hipocretina (orexina), uma substância química no cérebro que estimula a sensação de estar acordado. Ao ingerir essas bebidas em excesso, elas acabam influenciando na fadiga, nos deixando mais sonolentos. Para neutralizar a sonolência é necessário consumir mais proteína.

8. Terá menos ansiedade por comer o tempo todo

Não importa se o refrigerante é tradicional, light, zero ou diet, o que todos têm em comum é o fato de aumentarem o nosso desejo por comida. Tudo isso porque em suas fórmulas há a presença de adoçantes artificiais, como: aspartame, sacarina, sucralose, entre outros. Estudos têm evidenciado o efeito dessas substâncias no ganho de peso, visto que elas acabam estimulando a produção dos hormônios no cérebro que aumentam o apetite.

9. Seu intestino ficará regulado

Sente sua barriga inchada, cheia de gases e com dificuldade de ir ao banheiro? Este é mais um motivo para dizer “NÃO” ao refrigerante! Por conter dióxido de carbono, sua ingestão pode aumentar o gás gastrointestinal, distender o estômago e intestino, causando inchaço. Além disso, estudos apontam que a ingestão exagerada de açúcar pode prejudicar a barreira intestinal e o sistema imunológico, elevando as chances de infecções intestinais e constipação.

Você já trocou alguma vez o seu refrigerante favorito por um suco natural ou uma água de coco? Durante quanto tempo? Quais foram os resultados? Conte para a gente a sua experiência!

Incrível/Saúde/9 Coisas que podem acontecer no corpo quando paramos de beber refrigerante
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos