Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

9 Coisas que é melhor não fazer em jejum

----
21k

"Você é aquilo que come". Esta máxima é conhecida por muita gente, mas na realidade, aquilo que fazemos em jejum também exerce grande influência em nossa saúde.

O Incrível.club revela a seguir 9 coisas que não devemos fazer com o estômago vazio, ou seja, 2 horas depois da última refeição. Ao fim deste post, trazemos uma dica extra sobre o que fazer quando estiver com o estômago vazio.

9. Tomar anti-inflamatórios

Aspirina, paracetamol e outros medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINE) não deve ser ingeridos com o estômago vazio. Do contrário, você não apenas reduz a eficiência das substâncias, mas também pode causar problemas de saúde, como um sangramento gástrico, por exemplo. Para saber mais sobre outros remédios que não devem ser tomados em jejum, clique aqui (em inglês).

  • Dica: O leite reduz os efeitos negativos dos AINE, mas se estiver sem leite em casa, tome tais remédios com água em abundância. Se possível, prefira supositórios em vez de comprimidos.

8. Tomar café

O café, mesmo o descafeinado, estimula a produção de ácidos, e quando tomando em jejm, pode causar ardor no estômago e outros problemas do sistema digestivo. Se pela manhã, após do café, você não consome outros alimentos, pode provocar ainda uma deficiência de serotonina, o que pode levar a um péssimo humor durante todo o dia.

  • Dica: Caso não consiga abandonar o hábito de tomar café com o estômago vazio, acrescente leite ou creme: a gordura do leite reduzirá os efeitos negativos da bebida. Prefira sempre o café natural em vez do solúvel.

7. Tomar bebidas alcoólicas

A absorção do álcool em jejum é aumentada em duas vezes, comparável com a ingestão de álcool por via intravenosa. Ou seja, uma bomba. A eliminação dos componentes da bebida é mais lenta, o que gera uma ressaca mais forte e duradoura. O efeito da embriaguez rápida afeta o fígado, o coração e os rins.

  • Dica: Se você estiver numa situação social em que deseje beber com o estômago vazio, prefira as bebidas não carbonatadas servidas geladas, que são absorvidas mais lentamente. Melhor ainda: coma pelo menos um pequeno sanduíche, nem que seja só com manteiga.

6. Mascar chiclete

O ácido clorídrico produzido pela goma de mascar afeta a mucosa do estômago vazio. Se você faz isso com frequência, pode acabar ganhando uma gastrite. E foi comprovado cientificamente que, depois da goma de mascar, as pessoas querem consumir alimentos pouco saudáveis (batatas fritas, por exemplo, em vez de legumes e frutas).

  • Dica: Prefira as gomas de mascar que levam adoçantes naturais (xilitol, sorbitol) em vez de açúcar, ciclamato ou aspartame. Evite mascar chicle durante mais de 10 minutos, mesmo com o estômago cheio.

5. Ir dormir

A sensação de fome e um baixo nível de glicose nos impedem de dormir e provocam um sono superficial e um despertar antes do tempo. E o curioso é que a falta de sono aumenta os níveis do hormônio da fome. Justamente por isso, se abrimos mão do jantar hoje, amanhã acabaremos comendo bem mais.

  • Dica: Também não vale a pena se encher de comida logo antes de dormir. A solução ideal: tome leite, que é rico em magnésio e cálcio e contém triptofano, o hormônio do sono. Essas substâncias proporcionam um repouso profundo.

4. Fazer exercícios intensos

Há quem acredite que fazer um treino em jejum provoca uma maior queima de calorias. Mas a verdade é que o estômago vazio não gera esse tipo de resultado, levando à perda intensa de massa muscular. O treino tem sua eficiência reduzida, já que o corpo estará precisando de energia.

  • Dica: Substitua os exercícios intensos por aeróbicos. Caso possua qualquer doença do sistema digestivo, é melhor comer algo antes de qualquer atividade física, já que o treino estimula a produção do suco gástrico, que como você já sabe, pode afetar negativamente o estômago.

3. Fazer compras

Todos nós sabemos que a sensação de fome faz com que compremos mais alimentos do que precisamos. Mas pesquisas recentes indicam que o estômago vazio aumenta a vontade de comprar coisas, ainda que não sejam gêneros alimentícios. Estudiosos dizem que o "quero comer" torna-se um simples "quero", e quando a pessoa está numa loja, a necessidade é satisfeita por meio das compras.

  • Dica: Além de sair de casa com uma lista de compras previamente preparada, levar dinheiro vivo ajuda na economia. Segundo estudos, as pessoas gastam menos quando pagam em dinheiro se comparando com o uso de cartão de crédito e débito.

2. Tomar sucos cítricos

O ácido e a fibra presentes nos cítricos irritam o estômago vazio, e são especialmente perigosos para quem tem gastrite ou predisposição a esta condição.

  • Dica: O suco fresco de frutas cítricas garantirá mais benefícios e não prejudicará o estômago se você diluir a bebida em água, numa proporção de 1:1 (caso sofra muito com acidez) ou 2:1 (para todos os outros). Aliás, além dos cítricos, há outros alimentos que devemos evitar em jejum. Aprenda mais sobre eles vendo este vídeo.

1. Discutir

"Já ouviu aquele ditado: cara feia pra mim é fome?" Pois é, tem comprovação científica. Pesquisadores dos Estados Unidos comprovaram que a sensação de fome nos deixa mais irritadiços. Isto acontece porque, para o autocontrole, o cérebro precisa de energia, mas não a encontra quando estamos de estômago vazio.

  • Dica: Caso você não tenha tido tempo de se alimentar antes de começar uma conversa, tome algo morno, como um chá, sem esquecer de oferecer a bebida também ao seu interlocutor.

Bônus: o que você pode fazer em jejum

Não é segredo para ninguém que o melhor que alguém pode fazer em jejum é comer. Mas também há outras coisas menos óbvias que é melhor fazer com o estômago vazio.

  • Resolver problemas. Em jejum, a capacidade de concentração e a atenção ficam mais aguçadas. De acordo com pesquisadores, isto acontece devido ao fato de que, antigamente, quando estava com fome, o ser humano precisava se concentrar mais para conseguir uma presa que serviria de alimento. A solução de problemas também é beneficiada pelo hormônio da fome, chamado grelina, que estimula a atividade cerebral, tornando nossos hormônios mais 'espertos'.
  • Fazer escolhas. Se você estiver há muito tempo sem saber o que escolher, se uma saia vermelha ou uma calça jeans, é melhor deixar para fazer a decisão com o estômago vazio. Pesquisas apontam, que, em jejum, as pessoas tomam decisões acertadas, ainda que sejam impulsivas. É claro que é melhor usar esta técnica quando a dúvida não envolver dinheiro, relacionamentos ou a saúde.
----
21k