Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

8 coisas que é melhor não emprestar para ninguém

----
89k

Todos sabemos muito bem que não devemos emprestar para ninguém nossa escova de dentes ou nosso pente de cabelo. Mas há muitas outras coisas menos óbvias que às vezes compartilhamos com os outros, e não deveríamos.

Nós do Incrível.club preparamos uma lista de itens que devem ter apenas um dono. E, ao mesmo tempo, vamos explicar como mantê-los limpos.

Lápis ou gloss labial e batom

Por que não emprestar seu batom a uma amiga que esqueceu sua necessaire em casa? É melhor não fazer isso: dessa forma, é muito fácil contrair o vírus da herpes, mesmo que o portador não tenha sintomas visíveis, pelas membranas mucosas da boca e da saliva. Atualmente é impossível eliminar completamente o vírus da herpes simples do corpo.

  • Não use cosméticos para os lábios se o vírus já tiver se manifestado. Após o desaparecimento da erupção, será melhor comprar um novo batom ou gloss, para não provocar um novo surto da doença. Ocasionalmente, com um lenço de papel limpo, remova a camada superior do batom, para evitar a acumulação de sujeira e das bactérias nocivas.

Fones de ouvido

O cerume humano tem sua própria flora bacteriana. E, quando você opta por compartilhar com seus amigos seus gostos musicais, está perturbando a composição normal da flora e pode contaminá-la. Isso, por sua vez, pode causar infecções de ouvido.

  • É possível remover o cerume dos fones de ouvido usando um cotonete de algodão ou cotonete umedecido com água oxigenada (peróxido de hidrogênio). Ele não deve estar muito molhado, caso contrário, há o risco de danificar os fones. As peças de borracha ou silicone, que são removidas dos fones de ouvido, podem ser submersas em uma solução com álcool. Se você usa fones de ouvido frequentemente, trate de limpá-los pelo menos uma vez por semana.

Bobes, grampos, gel e outros acessórios para o cabelo

Muitas pessoas já entenderam por que não devem emprestar seu pente a ninguém. O mesmo se aplica a outros acessórios para o cabelo, porque eles também entram em contato com o couro cabeludo. Tanto os fungos como os piolhos podem ser transmitidos por uma tiara de cabelo, um pente, um simples gel ou silicone para o cabelo, quando emprestados. Com certeza, o mesmo problema ocorre com os bobes para enrolar o cabelo.

  • Os elásticos de cabelo devem ser limpos toda semana, dependendo da frequência de uso. Os grampos de metal e as piranhas podem ser limpos com água e sabão, mas é necessário que sejam secos imediatamente.

Desodorante

As bactérias, mesmo na superfície dos desodorantes com propriedades antibacterianas podem permanecer, após o uso. São elas que produzem o cheiro de suor que estamos tentando neutralizar.

  • Tente usar desodorante somente após o banho, sobre o corpo limpo. Se você precisar reutilizá-lo durante o dia, primeiro limpe sua axila com uma toalha umedecida.

Toalha

O objetivo de uma toalha é absorver água da superfície do corpo. Mesmo se a pessoa for saudável, a alta umidade do banheiro deixa o pano úmido, transformando-o num ambiente ideal para a propagação de mofo, bactérias e fungos.

  • É aconselhável a troca das toalhas a cada 3-4 dias. É melhor colocar a toalha molhada para secar em uma varanda ou em um lugar seco, mas não no banheiro. Seque-a após cada utilização e não se esqueça de passá-la após a lavagem.

Utensílios de manicure, pedicure e outros tratamentos cosméticos

As pinças, os cortadores de unha, raspador de pelos, máquinas de barbear, e assim por diante, só podem ser usados por seu dono. Na superfície desses aparelhos, podem ser facilmente encontradas gotas de sangue microscópicas. Não vale a pena correr o risco de contrair alguma doença, como herpes ou uma infecção por fungos.

  • Depois de cada utilização, limpe a superfície desses acessórios com álcool.

Acessórios para o cuidado da pele

Pode parecer que os pincéis faciais, os rolos de massagem e as esponjas especiais são fáceis de lavar. No entanto, ao longo do tempo, as cerdas e as pontas acumulam bactérias e pequenos pedaços de pele. Isso pode causar espinhas e todo tipo de irritação na pele do rosto.

  • Não se esqueça de lavar cuidadosamente os acessórios com água e sabão, após o uso. É aconselhável trocá-los a cada 2-3 meses.

Chinelos de casa

Claro, os anfitriões hospitaleiros podem oferecer seus chinelos aos convidados. Para este fim, é melhor ter um par de chinelos extras, e não oferecer os seus. Os pés, dentro dos sapatos, inevitavelmente suam, aumentando assim as possibilidades de contrair fungos. Além disso, colocar chinelos com os pés molhados pode contribuir para o surgimento de fungos e bactérias.

  • Mesmo que seja seu par favorito, não o use por mais de seis meses. Ocasionalmente, lave seus chinelos, se o material assim o permitir. Ou limpe sua parte interna com um desinfetante, por exemplo, o vinagre.

----
89k