Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

15 Alimentos que te deixam com um odor desagradável

O olfato é um dos sentidos humanos mais básicos. Se especula que somos capazes de escolher um parceiro amoroso graças a ele e os alimentos que comsumimos influenciam diretamente nisso.

O Incrivel. club decidiu investigar quais produtos são os culpados por produzir um cheiro desagradável no corpo humano. Porque, como diz o ditado, nós somos o que comemos.

15. Tomates

O cientista irlandês Charles Stewart demostrou a relação entre o mal odor corporal e os tomates. Descobriu que o aroma do óleo desse vegetal era similar ao odor de seu próprio suor e começou a estudar a coincidência. O Dr. Stewart observou que o cheiro do suor é afetado pelos carotenoides e terpenos que estão presentes nos tomates.

As pesquisas e experiências revelaram uma relação direta entre a quantidade de tomates consumidos e outros produtos que contém terpenos com o aumento do cheiro na transpiração. Sendo assim, se você está querendo conquistar alguém, manere no tomate antes do encontro...

14. Derivados de leite

Surpreendentemente, quase todas as pessoas do Sudeste Asiático e quase todos os nativos dos Estados Unidos são intolerantes à lactose: essas pessoas não possuem a enzima lactase. No resto da população mundial, o nível dessa enzima também pode ser reduzido. Isso geralmente leva à produção de gases, inchaço na barriga ou flatulência.

Em alguns casos, devido a um metabolismo inadequado, depois de consumir leite, o suor cheira a repolho. E quando o corpo não é capaz de metabolizar a leucina, isoleucina e valina, que fazem parte dos produtos lácteos, os fluidos biológicos humanos adquirem o cheiro de xarope de bordo.

Se você não perceber esses sintomas em si mesmo, pode beber leite sem medo dos resultados oufativos...

13. Peixes

Os peixes contêm uma grande quantidade de vitamina A. No entanto, algumas espécies, como a truta ou o atum, contêm, em grande quantidade, a colina (vitamina B4), o que pode lhe dar um leve aroma de peixe. Em algumas pessoas, os alimentos ricos em colina causam "síndrome do odor do peixe": trimetilaminúria, que é tratada com uma dieta especial e medicamentos específicos.

12. Couves

O brócolis, couve-flor e até o repolho, além de conter um potássio benéfico e antioxidantes, contêm muito enxofre o que, como você deve imaginar, pode nos fazer suar e produzir um aroma nada agradável.

O enxofre se dissocia em substâncias cujo odor desagradável pode persistir por várias horas. Ele também pode ser o principal motivo da flatulência - ou, falando em Português mais claro, dos puns. Não é necessário abandonar o repolho completamente porque ele é muito saudável, mas você deve regular sua quantidade em sua dieta.

11. Durião

Ok, ele não é muito popular por aqui, mas vale entrar em nossa lista porque é uma espécie de gambá do mundo vegetal. Essa fruta cresce no sudeste asiático. Trata-se de uma fruta que exala um cheiro muito desagradável, mas que possui um gosto bom. O cheiro do durião maduro lembra, ao mesmo tempo, o peixe podre, excrementos e o "cheiro" de roupas sujas, mas a polpa cremosa que ele contém dentro é divina e, além disso, é um tesouro rico em minerais, vitaminas, aminoácidos e enxofre .


O cheiro delicioso impregna no corpo de quem a consome e, se você a tocar com as mãos sem proteção não será possível se livrar do cheiro por vários dias. A proibição de comer durião em lugares públicos é bastante comum em Cingapura, Tailândia e outros países da região.

10. Alimentos ricos em fibra

Esses produtos incluem, por exemplo, cereais em grãos, farelos, nozes e granola. Por si só, eles ajudam o trato gastrointestinal, contêm muitos nutrientes, mas, quando consumidos excessivamente, estimulam a formação de gases (metano, hidrogênio e dióxido de carbono). Enfim, mais puns pro seu arsenal...

Para as pessoas que curtem a dieta de cereais, é aconselhável beber bastante líquido: reduzirá, e muito, o efeito negativo das fibras.

9. Pimentão, alho e cebola

Outro clássico quando se trata de espantar pretendentes a namorados. Os vampiros não existem, mas todos sabemos bem que eles morrem por causa do alho. O que para um vampiro é a morte, para o humano, às vezes, também é mortal. O alho, a cebola e o pimentão acumulam substâncias que são eliminadas através do suor e pulmões, aumentando um forte aroma no corpo e na boca.

Então, se você está planejando uma noite romântica, pense se vale a pena estragá-la consumindo esses produtos, já que o mau hálito pode persistir por várias horas.

8. Aspargos

Os aspargos são um produto de baixa caloria (apenas 30 kcal por 100 gramas), o que os torna atraentes para aqueles que querem perder peso. A composição inclui saponina e cumarina. A saponina ajuda no combate da esclerose e contra a úlcera péptica. A cumarina tem efeitos benéficos sobre o sistema cardiovascular. Os espargos são um antioxidante natural e um potente afrodisíaco.

Mas suas enormes vantagens não estão isentas de inconvenientes. Eles alteram o cheiro do suor e urina, e o gás metano-lítio, que se produz durante a digestão, participa ativamente na formação dos gases intestinais. Não é de se estranhar que, na antiguidade, os caçadores usassem aspargos para disfarçar o cheiro do próprio corpo.

7. Carne vermelha

A carna vermelha possui altas concentrações de ferro, fósfoto, zinco, vitaminas e creatina. Mas ela é digerida lentamente no estômago e é absorvida com dificuldade no intestino. E se não é bem absorvida, ela "trava" e começa a se decompor, o que afeta o cheiro dos gases e fezes humanas de maneira negativa.

Consumir carne vermelha mais de 2 vezes por semana, em geral, tem um impacto negativo sombre o cheiro do seu corpo. E isso é confirmado por diversas pesquisas.

6. Álcool

Bafo de cerveja ou de outras bebidas alcóolicas não é algo agradável e isso não é um segredo para ninguém. Tal fato ocorre porque o álcool não é completamente processado pelo fígado e começa a circular pelos vasos sanguíneos, saindo através dos pulmões, gerando o típico hálito de álcool.

O motivo disso é que o corpo identifica o álcool como uma toxina e o transforma imediatamente em ácido acético não tóxico que, posteriormente, é eliminado através dos poros com um odor forte e característico.

5. Nabos e rabanetes

Ambos se destacam por um sabor forte. Embora sejam frequentemente utilizados na medicina popular, eles ainda têm efeitos sobre o odor humano, especialmente na respiração: o "aroma" penetrante pode persistir por várias horas. Estes vegetais, se estiverem cozidos, não são tão agressivos. Mas com o processo de cozimento eles perdem muitas das suas propriedades boas para a saúde.

Em uma receita popular, o suco de rabanete é usado para o tratamento da transpiração muito forte. Isso lembra o princípio fundamental da homeopatia: similia similibus curantur, que traduzido do latim significa que "o semelhante é curado com o semelhante".

4. Chá e café

O chá preto e o café aumentam a acidez do estômago, ressecam a boca e com a falta da quantidade adequada de saliva, produzem uma multiplicação rápida de bactérias, o que provoca a halitose - ou, em bom português, o bafo. Ambas bebidas têm um efeito estimulante sobre o sistema nervoso central e aceleram a transpiração.

Se seu objetivo é conquistar uma namorada ou namorado, antes do encontro, é melhor substituir o chá preto e o café por infusões de ervas ou chá verde, que não afetam a acidez e tranquilizam o sistema nervoso.

3. Curry, alcarávia e cominho

Muitas ervas aromáticas e especiarias, como é fácil de adivinhar, intervêm ativamente no metabolismo natural do ser humano. O curry (muito usado em pratos com inspiração indiana) e cominho afetam diretamente na eliminação através dos poros durante vários dias após o consumo e a alcarávia (ou kummel, bem conhecido na culinária da Europa) provoca um cheiro de urina mais forte.

Se você não pode viver sem especiarias, experimente produtos menos agressivos com um cheiro mais agradável como cardamomo, galanga ou gengibre.

2. Ervilhas

Se fizermos uma lista de produtos que provocam flatulência, as ervilhas, sem sombra de dúvidas, estarão entre os líderes. A proteína das ervilhas é difícil de digerir e uma parte dela, quando chega ao intestino, transforma-se em um alimento para os micróbios, o que aumenta drasticamente a quantidade de gases.

Mas não se precipite em excluir as ervilhas de sua dieta, já que são ricas em vitaminas B, B2, PP, A, C, fluor, ácido cítrico, ferro e outros elementos necessários para o corpo.

Para neutralizar os efeitos negativos das ervilhas, você deve fazer uma coisa muito simples: colocá-las de molho durante 8 horas e depois descartar a água. Depois desse processo simples, a quantidade de gases será reduzida de maneira incrível.

1. Tabaco

Quem já beixou um fumante sabe: pior que o bafo de cerveja é o de cigarro. Todos conhecem o cheiro que uma pessoa que fuma acaba emanando.

A nicotina e outras substâncias penetram através dos pulmões no sangue e mudam o cheiro que sai pelos poros da pessoa, pioram seu hálito e afetam a cor dos dentes. O consumo do tabaco altera o funcionamento natural dos processos fisiológicos do corpo humano, e é por isso que os fumantes transpiram mais que os não fumantes.

Claro, cigarro não é um alimento, mas o incluímos nesta lista para lhe dar mais um motivo pra parar de fumar.