12 Produtos que os nutricionistas jamais comeriam

Você sabia que cientistas aprenderam a fazer diamante usando pasta de amendoim e que, inicialmente, o ketchup não era um molho, mas um remédio patenteado para diarreia? Esses exemplos mostram que é impossível saber tudo sobre os alimentos que consumimos, mas isso não significa que não possamos nos informar sobre a segurança do que comemos.

Nós, do Incrível.club, tentamos descobrir quais são os produtos que os nutricionistas não comeriam de jeito nenhum. As novidades que encontramos nos fizeram olhar para a lista de supermercado com outros olhos. Confira você também e entenda um pouco mais sobre alguns dos alimentos que mais consumimos.

1. Barra de cereal

As barras de cereais costumam ser associadas a um estilo de vida saudável e vendidas como uma alternativa nutritiva. No entanto, muitos nutricionistas as colocam em uma categoria que vai justamente na contramão de uma dieta saudável, principalmente pela grande quantidade de açúcar, sal e gordura saturada que possuem. Ou seja, não há diferença nenhuma entre consumir uma barra de cereal e uma de chocolate.

2. Pão integral de marcas famosas

O pão de trigo integral é feito de grãos e, por isso, tem um aspecto bonito e até mesmo mais natural. Ele é considerado mais saudável porque é rico em fibras e por nos deixar satisfeitos por mais tempo. Contudo, muitos nutricionistas afirmam que o pão de trigo integral comprado em supermercado é rico em conservantes e possui muito sal e açúcar. Ou seja, o pão caseiro é considerado uma alternativa boa e saudável. Para mantê-lo fresco por mais tempo, basta adicionar vitamina C à massa.

3. Produtos com a etiqueta “sem gordura” ou “sem açúcar”

Embora as palavras “sem gordura” e “sem açúcar” sejam gatilhos para quem deseja começar ou manter uma dieta saudável, os próprios nutricionistas afirmam que esses produtos não são os melhores. Os sem gordura e sem açúcar não têm sabor, portanto os fabricantes adicionam intensificadores artificiais, ou seja, químicos que podem fazer mal não apenas para a sua dieta como também para a sua saúde.

4. Carne processada

Carne processada contém aditivos que fazem mal para a saúde, embora a tornem mais atraente e fazem com que ela dure mais tempo. Isso inclui bacon, salsicha e carne enlatada. Infelizmente, a carne moída processada também pode conter muitos conservantes. Nesse sentido, a fresca é a melhor alternativa para as almôndegas e os hambúrgueres, principalmente porque podemos controlar melhor os ingredientes e a quantidade de gordura.

5. Biscoito de arroz

Muitas pessoas optam por comer biscoitos de arroz porque pensam que eles são recheados de nada: não têm gordura, açúcar, fibras, minerais ou calorias. No entanto, muitos nutricionistas dizem que eles não são uma boa opção porque se transformam em açúcar assim que entram no nosso sistema digestivo. O índice glicêmico pode chegar a 82 (o do açúcar puro é 100), enquanto o de uma tigela de sorvete atinge até 66. Ou seja, o biscoito de arroz é capaz de aumentar o risco de diabetes e, portanto, é menos saudável do que as pessoas imaginam.

6. Corantes, até mesmo os mais inofensivos

Os corantes alimentares não são usados ​​apenas em doces, também são adicionados em muitos outros produtos, como diferentes marcas de picles, salmão defumado ou mesmo molhos para salada. As crianças são as maiores consumidoras de alimentos com corantes, e algumas pesquisas relacionam esse fator ao aumento do TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade). Entre os efeitos prejudiciais se destacam a depressão, as alterações de humor e a dificuldade para dormir. Ou seja, os nutricionistas recomendam distância dos corantes.

7. Suco verde industrializado

A moda do suco verde para desintoxicar começou entre os famosos e chegou ao mundo todo, mas alguns nutricionistas se mostram céticos em relação a ele. Em primeiro lugar, pode influenciar os medicamentos que tomamos e produzir efeitos prejudiciais. Em segundo lugar, o que é vendido nas lojas pode ser composto também por um pouco de suco de fruta, que normalmente contém uma grande quantidade de açúcar.

8. Leite de soja

Blake Lively afirmou que tirar glúten e soja da dieta foi fundamental para conseguir emagrecer após a gravidez. Cientistas explicam que a soja contém isoflavonas, compostos que agem como estrogênio, o hormônio feminino. Estrogênio demais em homens, por exemplo, pode levar ao desenvolvimento de mamas. Para mulheres, o nível excessivo de estrogênio é capaz de provocar aumento de peso. Ou seja, muitos nutricionistas dizem que é melhor eliminar o leite de soja da dieta, sobretudo para evitar problemas hormonais.

9. Cereais e granola

Embora cereais e granola sejam considerados rápidos e nutritivos, muitos nutricionistas não os recomendam. Isso acontece porque eles normalmente são processados e incluem uma grande quantidade de açúcar e carboidratos refinados. Começar o dia com um alimento assim pode fazer o nível de açúcar no sangue ficar extremamente alto, ocorrendo uma grande queda em seguida, levando a pessoa a comer outra porção logo em seguida. A alternativa que os especialistas indicam é aveia integral.

10. Frutas em calda

Muitas marcas de frutas em calda usam xaropes como conservantes, e esse é o problema, de acordo com os nutricionistas. Esses xaropes podem conter uma quantidade muito grande de açúcar, fazendo com que o valor nutricional da fruta caia drasticamente. Se o desejo de comer frutas em calda for incontrolável, a principal recomendação é que sejam enlatadas no próprio suco, e não no xarope, sobretudo pensando no nível de açúcar.

11. Massa refinada

As pessoas costumam preferir massa refinada e normalmente pensam que os nutrientes do trigo são conservados durante o processo de fabricação. Os nutricionistas afirmam que a massa refinada é muito mais calórica e contém menos fibras, o que faz com que as pessoas sintam fome pouco tempo após a refeição. Nesse sentido, os especialistas recomendam massa integral, com grãos inteiros e rica em fibras.

12. Pasta de amendoim

Embora a pasta de amendoim original e natural contenha muitos ingredientes que fazem bem para a saúde, a que compramos no supermercado não é recomendada pelos nutricionistas. Isso acontece pela grande quantidade de ingredientes que são acrescentados no item industrializado, como gorduras trans, óleo vegetal e muito açúcar. Ou seja, compre pasta de amendoim em lojas de produtos naturais e não em grandes supermercados, e sempre confira os ingredientes.

Qual produto dessa lista mais o surpreendeu? Que outros muito consumidos você acredita que as pessoas deveriam parar de comer?

Compartilhar este artigo