Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Vantagens e riscos que podem surgir para quem tem filhos aos 20 em comparação a quem tem aos 30 anos

4115
367

Durante séculos, as mulheres tiveram o costume de engravidar e criar os filhos na adolescência e na casa dos 20 anos, mas ultimamente a idade média para a primeira gestação passou para a faixa dos 30. Em 2017, quase metade das crianças nascidas na Inglaterra e no País de Gales vieram de mães com 30 anos ou mais. A medicina moderna permite que as mulheres adiem o desejo de ter filhos, mas é bom saber que existem vantagens e riscos ao engravidar tanto na casa dos 20 quanto dos 30.

Nós, do Incrível.club, nos aprofundamos em alguns estudos sobre o tema, listando a seguir os prós e os contras de ter filhos na casa dos 20 e dos 30 anos. Assim, você poderá reunir melhores condições para decidir quando será a melhor hora de engravidar.

Vantagens de ter filhos na faixa dos 20 anos

1. A mulher está mais fértil, consequentemente, tem mais chances de engravidar com maior facilidade

Aos 25 anos, a mulher tem maiores chances de engravidar após três meses de tentativas (cerca de 20%) em comparação com os 35 anos. Quando nascem, as mulheres já possuem todos os óvulos de que disporão ao longo da vida: cerca de 1 milhão. A fertilidade começa a cair lentamente por volta dos 32 anos e essa redução se acelera rapidamente após os 35. Aos 37 anos, estima-se que a mulher tenha cerca de 25 mil óvulos restantes.

2. Menores chances de abortos e menos riscos envolvendo a gravidez

Diferentemente das mulheres com 35 anos ou mais, as que se tornam mães mais cedo têm menos probabilidade de sofrer com diabetes e hipertensão durante a gravidez. Sem esses problemas, e graças à melhor qualidade dos óvulos de quem está na casa dos 20 anos, os riscos de um aborto espontâneo e de a criança nascer sem vida são bem menores.

Vantagens de engravidar aos 30

1. A tendência é que a mulher esteja ganhando melhor, tendo mais dinheiro para criar o filho

Aos 20 anos, é provável que a mulher esteja no começo da carreira, então os cuidados com a criança podem ser financeiramente mais pesados se comparados com os da mãe que está na casa dos 30, pois essa tende a estar com as finanças mais estabilizadas. De acordo com um estudo dinamarquês, mães de primeira viagem com idades entre 31 e 34 anos e com formação universitária geralmente têm, ao longo da vida, uma renda equivalente a 5 mil dólares a mais que a média. Por outro lado, aquelas que têm filhos antes dos 25 anos costumam ganhar o equivalente a 80 mil dólares a menos.

2. Há mais chances de ter gêmeos (ou trigêmeos)

Apesar de isso poder ser visto como desvantagem por algumas, as chances de ter uma gravidez múltipla são maiores quando a mulher está mais madura. Essa é uma boa notícia para as que sonham em ter mais de um filho, mas só depois de passar dos 30. Afinal de contas, a fertilidade nessa fase diminui, mas as possibilidades de ter gêmeos aumentam por conta das alterações hormonais, que levam à liberação de vários óvulos ao mesmo tempo.

3. A mulher tende a viver mais

Uma pesquisa apontou que as mulheres que tiveram o último filho depois dos 33 anos tinham o dobro de chance de viver por mais de 95 anos em comparação com aquelas que tiveram o último filho mais cedo. Logo, adiar a gravidez não apenas garante os benefícios da maturidade e aumenta as chances de contar com uma melhor remuneração, mas pode fazer com que a mulher viva mais. Isso representa mais tempo para curtir a família e ver os filhos crescerem.

4. A criança pode ser mais inteligente e mais alta

Um estudo britânico descobriu que as mulheres que tiveram o primeiro filho quando tinham de 30 a 39 anos tenderam a ter crianças mais inteligentes em comparação com as mães de 20 a 29 anos. Outra pesquisa concluiu que mães mais maduras costumam ter também filhos mais altos. E como a sociedade tende a valorizar pessoas mais inteligentes e de maior estatura, talvez valha a pena esperar a chegada dos 30 anos para engravidar.

Riscos de ter filhos aos 20 anos

1. A experiência pode ser mais exaustiva psicologicamente

A faixa dos 20 anos é a fase ideal para que a pessoa se descubra e escolha o caminho que quer seguir na vida. Nessa etapa, ter um bebê pode acabar obrigando a mãe a interromper a carreira ou adiar aquela promoção tão esperada. Questões envolvendo o relacionamento também podem surgir em decorrência da necessidade de se dividir as responsabilidades com a criança. Se comprometer com algo tão sério não é fácil, especialmente quando pai e mãe ainda estão se descobrindo na vida.

2. Problemas de saúde tendem a aparecer mais no futuro

Aparentemente, existe uma ligação entre a saúde da mãe e a idade com que ela teve seu primeiro filho. Quanto mais a mulher adia sua primeira gravidez, melhor sua saúde tenderá a ser. O melhor estado físico foi observado em mulheres que deram à luz pela primeira vez por volta dos 30 anos. Assim, mães mais jovens costumam ter uma saúde pior, sofrendo mais com dores e incômodos físicos.

Riscos de ter filhos aos 30 anos

1. Aumentam as chances de ter de fazer uma cesárea

Como as mães mais velhas correm mais riscos de ter complicações na gravidez, o parto por cesárea pode tornar-se inevitável. Por exemplo, condições de saúde como pressão alta podem exigir a realização de uma intervenção cirúrgica para a retirada do bebê. Esse tipo de procedimento é muito comum, mas ainda assim traz riscos adicionais em decorrência também do maior tempo de recuperação, em comparação com o parto normal.

2. As chances de o bebê ter complicações aumentam

Grávidas mais velhas correm mais riscos de ter um parto prematuro e de o bebê nascer com o peso abaixo do ideal. Isso acontece muito ao se ter filhos gêmeos. Bebês prematuros costumam apresentar quadros como problemas respiratórios e auditivos, além de deficiência de aprendizagem. Outro risco é o de anomalias genéticas capazes de fazer a criança nascer com problemas de saúde.

Não existe a idade universalmente perfeita para ter um filho

Levando tudo isso em consideração, podemos dizer que não existe uma resposta ideal envolvendo o melhor momento para ter filhos. Tudo vai depender das prioridades da mulher. Talvez o melhor momento para engravidar seja quando a mãe se sinta pronta para encarar os desafios decorrentes da gravidez e da criação de um filho.

Que idade você tinha quando seu primogênito nasceu? Em sua opinião, qual é a melhor idade para tornar-se mãe? Deixe seu comentário!

4115
367
Compartilhar este artigo