Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Mudanças que podem acontecer no corpo de quem para de comer carne

2-22
47k

Pelo visto, as discussões sobre prós e contras de tornar-se vegetariano nunca irão acabar.

O Incrível.club busca adotar uma postura imparcial quanto ao assunto. Neste post, nos propomos a deixar de lado aspectos morais para analisar apenas o que acontece com o organismo de quem deixa de comer carne.

A seguir, confira as 10 mudanças percebidas por quem exclui carnes de sua dieta diária.

E não se esqueça: se tornar vegetariano não significa necessariamente deixar de comer proteína animal. O primeiro nível do vegetarianismo, o ovolactovegetarianismo, permite o consumo de ovos e derivados de leite, por exemplo.

Uma boa fonte de pesquisa sobre o assunto é a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB).

10. Perde alguns quilos

As pessoas que param de comer carne podem, em média, perder até 4,5 quilos num mês. Isso sem precisar contar calorias nem mesmo fazer exercícios: a dieta à base de vegetais se encarrega da mudança. Mas que fique claro: a adoção do vegetarianismo pode e deve ser encarada como uma forma de melhorar a alimentação. Afinal, teoricamente, um vegetariano pode comer dezenas de saquinhos de batatas fritas e se encher de refrigerante, pois esses dois produtos não contém carne, certo?

9. Ganha mais bactérias intestinais boas

A flora intestinal de onívoros é bem diferente da dos vegetarianos. Dados extraídos de vários estudos mostram que as pessoas que só consomem produtos de origem vegetal possuem mais bactérias boas. No entanto, leva tempo para reconstruir e melhorar a flora intestinal. A princípio, a pessoa pode sofrer um pouco com inchaço e gases, pois intestino e pâncreas estarão se passando por adaptações aos alimentos vegetais. Além disso, haverá escassez de enzimas.

8. Melhora na aparência da pele

Muitos vegetarianos relatam que, após mudarem a dieta, a pele melhorou consideravelmente: acne, cravos e manchas diminuíram bastante. A explicação científica é que, ao trocar a carne por verduras e frutas, a pessoa elimina mais toxinas. E essa desintoxicação tem um efeito positivo na aparência da pele.

7. Se sentem com mais energia

Uma das mudanças mais relatadas por quem deixou de comer carne é a diminuição da fadiga no decorrer do dia. "Se antes eu ficava caindo de cansaço à noite depois de passar o dia todo sentado em meu escritório, agora só me sinto cansado assim quando vou à academia", diz um vegetariano. E não é de surpreender, já que tal dieta ajuda não apenas ajuda o corpo a perder peso, mas também a eliminar toxinas e provocar uma sensação de leveza em todo o organismo.

6. Reduz o risco de desenvolver doenças cardiovasculares

A conexão entre o amor pela carne vermelha e o desenvolvimento de doenças cardiovasculares já foi apontada por especialistas há muito tempo. Além disso, pesquisadores norte-americanos descobriram que a carnitina presente nas carnes desencadeia uma série de reações químicas no intestino que afetam o músculo cardíaco. Vale a pena ressaltar que os vegetarianos também sofrem menos de hipertensão, diabetes, câncer de cólon e intestinos em geral.

5. Nível de colesterol pode diminuir em até três vezes

Quando a pessoa passa a ingerir apenas alimentos vegetais, o colesterol no sangue diminui consideravelmente. É um efeito comparável à ingestão de remédios para controle do colesterol. A diferença é que a mudança de dieta não provoca nenhum efeito colateral, só uma ótima saúde e bem-estar. Para pessoas que têm tendência a desenvolver aterosclerose, a dieta vegetariana é a melhor opção.

4. Ativação dos genes "positivos"

Recentemente, pesquisadores descobriram que o ambiente causa muitos impactos no funcionamentos dos genes. Nosso corpo tem tanto genes "negativos" como "positivos". Quando levamos um estilo de vida pouco saudável, ativamos os genes "ruins", que levam ao aparecimento de doenças crônicas e obesidade. Já quem leva uma vida saudável consegue habilitar os genes "bons". Trocar carne por vegetais "liga" os genes positivos, melhorando a saúde de forma geral.

3. Pode gerar deficiência de nutrientes

Quem deixa de comer carne pode apresentar um quadro de deficiência de certos nutrientes, sobretudo ferro, iodo e vitaminas D e B12. Ao mesmo tempo, estudiosos afirmam que uma dieta pode ser equilibrada com o consumo, em quantidade suficiente, de vegetais como feijões, lentilhas, nozes, folhas verde-escuro, alimentos integrais e cereais. Além disso, a falta de nutrientes pode ser compensada com a ingestão de suplementos alimentares. Na dúvida, consulte um nutricionista.

2. Há quem reclame da perda parcial do paladar

O zinco é um elemento necessário para o organismo humano, respondendo também pelas sensações gustativas. Tal substância é encontrada em ostras e na carne vermelha. Quando os vegetarianos deixam de consumir esses alimentos, precisam encontrar fontes alternativas de zinco, como feijão branco, nozes, grãos integrais e laticínios. Em média, os vegetarianos precisam compensar até 50% da dose diária de zinco.

1. Os músculos precisam de mais tempo para se recuperar

A proteína não é necessária apenas para ganhar massa muscular, mas também para que o corpo se recupere mais rapidamente após fazer exercícios. Tanto as proteínas animais quanto as vegetais servem ao mesmo propósito, com a diferença que as vegetais precisam de mais tempo para fazer efeito. Nutricionistas recomendam que atletas veganos ou vegetarianos consumam proteínas líquidas logo após os exercícios. Assim, elas são absorvidas de forma mais fácil e rápida.

Ilustradora Yekaterina Ragozina exclusivo para Incrível.club
2-22
47k