Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 erros na hora de escolher um calçado para o verão

----
39k

Nas lojas podemos encontrar uma grande variedade de calçados para todos os gostos: de diferentes formas, cores e preços. No entanto, não devemos nos esquecer que, mesmo procurando parecer bonitos, devemos ter em mente o conforto e a saúde dos nossos pés.

Por isso o Incrivel.club decidiu facilitar esta tarefa e ilustramos os erros mais frequentes na hora de escolher o calçado mais adequado para o verão.

10. A sola estreita demais

Aquele calçado com o qual seus pés ficam mais largos que o solado acabam parecendo pouco estéticos. Além disso, provocam a deformação das articulações dos pés e o aparecimento de uma protuberância no dedão do pé. O calçado estreito muitas vezes provoca também unhas encravadas, irrita a pele e produz bolhas.

9. Salto inadequado

Se a curvatura da palmilha não coincide com a curva dos seus pés, apenas os calcanhares e os dedos poderão se apoiar na sola. Esse tipo de erro provoca a interrupção parcial do fluxo sanguíneo, bolhas, suor e dor nos pés.

8. A sola é mais larga que os pés

O calçado mais comum com solas largas demais são os chinelos de sola comprida e plana, tipo Havaianas. O ideal seria que o espaço livre entre os dedos e o extremo do solado não superasse 1 cm. Esse espaço é suficiente para que os pés se movam. Se o espaço for maior, caminhar se torna incômodo e pouco seguro. Isso provoca doenças nos tecidos e articulações. Além disso, existe o risco de que você caia.

7. Solado curto demais

Nesse caso, você precisa sustentar o calçado com os dedos dos pés para evitar uma queda. Ao mesmo tempo, todos os músculos dos dedos estão tensos e a carga nos pés não se distribui de maneira uniforme. Você também se arrisca a virar o salto por acidente e sofrer uma lesão. Não se esqueça de que você deverá ter em conta o ponto que mais se destaca em seus pés no momento de comprar um sapato.

6. O sapato é largo demais

Se o calçado fica frouxo demais em seus pés, você precisará segurá-los com os dedos. Desta forma os músculos dos pés ficam tensos em excesso, o que pode fazer com que comece a caminhar mal, arrastando os pés. Além disso, como resultado os dedos dos pés e as articulações podem ficar deformadas, ocasionando bolhas e fazendo surgir dores nos joelhos e nas costas.

5. O calçado de um tamanho maior do que se necessita

Quando usamos sapatos que ficam grandes, nos vemos obrigados a ficar com os pés tensos para que o calçado não deslize, o que faz com que seja fácil tropeçar e cair. O sapato um número maior é tão ruim quanto aquele que te aperta. Os modelos folgados demais produzem mais bolhas que qualquer outro.

4. Calçados elaborados com materiais sintéticos

Nos dias de calor vale a pena escolher um calçado de materiais naturais: pele, tecido etc. Os sapatos de pele sintética podem ser perigosos para a saúde: sob o efeito de altas temperturas, os componentes químicos desse material começam a ter contato direto com a pele dos pés. Além disso, esse tipo de calçado não permite que o ar circule. Tudo isso pode provocar as doenças causadas por fungos.

3. Sapatos envernizados

Se você procura sapatos para todos os dias, definitivamente não considere usar sapatos envernizados na época de calor pois eles não deixam que o ar circule. Ademais, são sujeitos aos danos mecânicos e mudanças de temperaturas (racham quando a temperatura for superior a 25°C).

2. Calçado fechado sem meias

Nem pense em calçar um sapato fechado (tipo mocassins ou loafers) sem as meias. Assim os pés suam muito e a pele nos calcanhares se torna mais rígida. Se você tem muito calor usando as meias, use aquelas mais finas ou outro tipo de sapato.

1. Calçado de sola plana

Você pode usar o sapato de sola plana sem nenhum dano para sua saúde por pelo menos 1-2 horas por dia. Mas não mais que isso, pois este tipo de sola é incapaz de suavizar os golpes do calcanhar sobre o chão, e devido a isso cada vez que você caminha, sua coluna recebe micro lesões.

Os pés sentem uma tensão constante e o peso corporal não se distribui corretamente. O uso de palmilhas ortopédicas pode reduzir o risco de complicações. Mas o melhor calçado para o uso diário ainda é aquele que tem um salto de 2,5-4 cm.

----
39k