8 Segredos da culinária chinesa para pôr em prática no dia a dia

Quando se fala em cozinhar, alguns já pensam em uma rotina chata e obrigatória, enquanto outros imaginam um processo criativo e fascinante. Certamente, todo mundo que ama cozinhar sempre se esforça para deixar seus pratos saborosos, saudáveis e com uma bela apresentação. E, às vezes, truques culinários de outras culturas podem ajudar a melhorar nossas técnicas e habilidades.

Nós, do Incrível.club, selecionamos alguns truques que os chineses usam na cozinha que podem ajudar a tornar sua comida muito mais saborosa. Confira!

Lave vegetais e frutas em água salgada

Os habitantes do antigo Império Celestial lavam cuidadosamente os vegetais e frutas, enxaguando os produtos em água corrente, depois os mergulham em uma água com sal e enxáguam novamente.

Em 2006, cientistas chineses realizaram um estudo e provaram que a água com sal remove os resíduos de pesticidas de vegetais e frutas. Para lavar as frutas como os chineses, você deve usar 1 parte de sal para 10 partes de água.

Os chineses cozinham o arroz perfeito sem medir nada

Para fazer o tradicional arroz, os chineses não usam medidas exatas de proporção, muito menos medidores. Eles simplesmente colocam a quantidade de arroz na panela e, em seguida, posicionam o dedo reto encostando no fundo da panela. Por fim, derramam água até cobrir a primeira falange do dedo.

Use amido para deixar os pratos mais apetitosos

Muitos ficam impressionados como os chefs chineses conseguem deixar as carnes e peixes com um acabamento tão brilhante e apetitoso. O segredo está no amido de milho, considerado um dos ingredientes essenciais em muitos pratos da culinária chinesa. Praticamente em todo molho é usado esse ingrediente.

Deixe a carne macia com clara de ovo

Os chineses conseguem fazer até a carne mais dura ficar macia. Para isso, eles a marinam por cerca de 15 minutos na clara do ovo. Esse método, decerto, pode parecer estranho, pois estamos acostumados a usar suco do limão, vinagre ou amaciante para tal.

Mas os chineses explicam essa técnica da seguinte forma: a clara do ovo fornece à carne uma cobertura lisa que a protege enquanto está sendo assada ou cozida, evitando que a água saia de suas fibras. E como resultado, ela fica derretendo na boca. Adicionar amido na marinada traz o mesmo efeito.

Faça massas recheadas mais saudáveis

O autor deste artigo aprendeu uma regra importante com um amigo chinês sobre como fazer massas recheadas: “Se você colocar apenas carne, fica muito gorduroso! Temos uma regra na minha terra: 50% vegetais, 50% carne. Fica saboroso e saudável!”

Faça vegetais no vapor sem necessidade de uma panela ou dispositivo especial

A culinária chinesa inclui “uma tonelada” de pratos feitos no vapor. Esse método é usado até mesmo em produtos de panificação. Para isso, os chineses usam uma cesta de bambu em cima de uma panela com água fervente.

Porém, para cozinhar pratos saudáveis no vapor, você não precisa comprar uma cesta de bambu. É possível usar uma peneira de metal comum, que deve ser colocada em cima de uma panela com água fervente e, em seguida, cobri-la com uma tampa. Só não se esqueça de ficar de olho na panela para a água não secar.

As sobremesas são feitas com produtos à base de plantas

Os chineses não costumam usar muito açúcar em suas sobremesas; geleias e chocolates também não são muito populares por lá. Portanto, para dar uma leve adocicada nas sobremesas, eles usam recheios de vegetais: batata-doce, sementes de gergelim e leguminosas. Isso, contudo, pode causar estranheza para os brasileiros, já que somos acostumados a comer sobremesas bem doces.

Um ingrediente é fundamental para a saúde e juventude chinesa

Já há centenas de anos que os chineses permanecem fiéis às sementes de gergelim e as polvilham em quase todos os pratos. Eles também as usam em uma sobremesa tradicional — bolas de gergelim. Segundo os chineses, você pode comer sementes de gergelim todos os dias e não ficar preocupado com a velhice.

E essa informação não é infundada, o gergelim é rico em cálcio, cobre, ferro e magnésio. Portanto, definitivamente, vale a pena incluir essa semente na sua dieta.

De qual prato ou especialidade da culinária chinesa você mais gosta? Quais desses truques você vai adicionar à sua rotina na cozinha? Conte para a gente na seção de comentários.

Imagem de capa Depositphotos.com
Compartilhar este artigo