Incrível
Incrível

10+ Alimentos que podem durar anos quando armazenados do jeito certo

Não há sequer um fator positivo no desperdício de comida. Por isso, é fundamental saber como armazenar da forma correta os alimentos para que eles durem o máximo de tempo possível. A prática, aliás, pode até levar à descoberta de algo delicioso. Saiba, por exemplo, que o sushi surgiu como uma forma de manter os peixes comestíveis por mais tempo.

Nós, do Incrível.club, adoramos tudo o que tem a ver com comida. Justamente por isso, apresentamos, a seguir, dicas envolvendo alimentos capazes de ganhar maior vida útil quando guardados corretamente.

1. Bagas: Lave e congele

  • As bagas garantem um sabor todo especial a diversas receitas, deixando, por exemplo, qualquer shake ainda mais delicioso. Entretanto, elas não duram muito. A melhor forma de lidar com isso é congelando. Dessa forma, elas podem ser consumidas em até um ano.
  • Antes de congelar esses frutos, você deve lavá-los em água corrente e secá-los para evitar que estraguem. Coloque as bagas em sacos plásticos antes de levá-las ao freezer.

2. Vegetais: faça conservas

  • Congelar não é a única maneira possível de manter vegetais bons para o consumo: fazer conservas também serve para fazê-los durar mais. Quase todo tipo de vegetal rende boas conservas. O pepino, por exemplo, se transforma em picles e dura cerca de dois anos.
  • Porém, a regra não funciona para todos os vegetais: tomates em conserva podem ser consumidos no prazo de um mês.
  • Para fazer uma conserva, basta manter os vegetais em uma mistura de vinagre, água e sal (em alguns casos, é bom colocar açúcar para melhorar o sabor).

3. Cenouras: produza chips com elas

  • As cenouras são ingredientes que muita gente gosta de ter à mão na hora de cozinhar, mas existe uma forma de fazer com que durem mais tempo. Corte e seque, fazendo chips. Quando desidratadas, as cenouras podem ser consumidas em até 25 anos.

4. Maçãs: desidrate

  • Quando o assunto é fruta, as maçãs, depois de desidratadas, duram em média seis meses. Elas podem durar até um ano se forem congeladas.
  • Fatie as maçãs e passe-as pelo desidratador. Mantenha os pedaços em sacolas plásticas com fechos herméticos ou em recipientes fechados a vácuo.

5. Oleaginosas: embale e congele

  • Muitas oleaginosas servem como ótimas fontes de proteína, e é possível impedir que elas fiquem rançosas depois de algum tempo. Para isso, é crucial deixá-las bem fechadas e dentro do freezer. Algumas podem durar até dois anos.
  • Certas oleaginosas, aliás, duram mais do que outras — amêndoas, por exemplo, são conhecidas pela maior durabilidade.

6. Feijão: melhor na lata

  • feijão é um alimento muito versátil. Ele pode ser servido como prato principal ou acompanhamento. E fica a dica: manter o feijão entalado pode fazê-lo durar de três a cinco anos.
  • Para enlatar, ferva o alimento por dois minutos, retire do fogo e deixe de molho por uma hora antes de escorrer. Cubra os grãos com água doce e leve-os à fervura por 30 minutos. Adicione sal e coloque o feijão em um recipiente junto com a própria água do cozimento, deixando cerca de 2,5 centímetros de espaço livre acima dele.

7. Xarope de bordo: congele

  • Contanto que seja congelado, o xarope de bordo pode ser guardado indefinidamente. E apesar de sua primeira ideia possivelmente ser usar o ingrediente para acompanhar panquecas, saiba que o xarope pode ser usado de várias maneiras. Há até quem faça doces a partir dele!

8. Peixe: compre enlatado

  • Peixes enlatados de boa qualidade, como o atum, duram muito tempo no armário: até três anos. Porém, é bom lembrar: depois que a embalagem for aberta, o peixe deve ser consumido em pouco tempo.
  • Após aberto, ele dura poucos dias na geladeira e apenas alguns meses no freezer.

9. Mel: mantenha longe do sol

  • O mel pode ser consumido in natura, seja para substituir o açúcar ou como solução natural contra dor de garganta. Mas é bom saber que o produto pode cristalizar e que o mel comercial geralmente tem data de validade. Porém, quando bem guardado, longe do sol, o produto dura quase para sempre. Tanto que mel foi encontrado intacto dentro de tumbas do Egito Antigo. É só deixar o alimento em um recipiente fresco e protegido da luz solar, de preferência na mesma embalagem original do produto.

10. Leite: transforme em pó

  • Leite geralmente não tem vida muito longa, mesmo quando na geladeira. Mas é possível fazer com que o produto possa ser consumido por mais tempo, apostando em sua versão em pó. Assim, ele pode ter validade de até 25 anos.
  • Claro que você pode comprar o leite já em pó, mas existem maneiras de transformá-lo a partir de sua versão líquida. É só colocar o leite em um desidratador até obter uma textura “escamosa”. Outras alternativas são misturar ou condensar o leite até que ele vire um pó fino, que deve ser mantido em um recipiente de vidro selado.

11. Vinagre: guarde com cuidado

  • Vinagre e mel são vistos como diametralmente opostos, mas os produtos têm algo em comum: ambos podem durar indefinidamente.
  • Se por um lado o vinagre demora para deixar de ser seguro para o consumo, para manter todas as suas propriedades é preciso deixá-lo em um recipiente selado, longe da luz e do calor. Assim, ele pode ser usado em até dois anos após a abertura com o mesmo sabor.

A que técnicas você recorre para manter os alimentos próprios para consumo por mais tempo? Deixe um comentário com as suas dicas!

Imagem de capa Pixabay, Depositphotos.com
Compartilhar este artigo