Incrível
Incrível

25 Vezes em que os arquitetos criaram projetos inovadores

Diariamente vemos casas, pontes, parques e edifícios. Nossas vilas e cidades têm construções para podermos viver, passear ou trabalhar. Mas há lugares feitos por humanos que, além de funcionais, ultrapassam os limites do design arquitetônico tradicional e procuram dar um toque de criatividade ao seu entorno.

No Incrível.club fizemos uma compilação de edifícios tão estranhos que seus arquitetos parecem ter vindo de outro planeta.

1. Casa Batlló, Barcelona

O local ia ser demolido, mas passou por uma reforma feita pelo famoso arquiteto Gaudí e hoje é um dos lugares mais conhecidos de Barcelona. Seu design tem elementos como azulejos em forma de escamas, pilares no formato de ossos e uma escada em forma de cauda de dragão — em referência a Sant Jordi. Trata-se de uma lenda que conta a história de um dragão que se alimentava de pessoas de uma cidade até que um cavaleiro o confronta com sua espada e uma roseira nasce de seu sangue. Atualmente, são oferecidas visitas guiadas no prédio. Além disso, é a primeira entidade cultural a possuir pessoas neurodiversas como guias para os visitantes.

2. Ponte Dourada, Da Nang

A Ponte Dourada, em que duas mãos de pedra gigantes sustentam uma ponte de metal dourada, está localizada em Da Nang, no Vietnã. Ela se tornou uma atração turística desde o momento da sua construção pelo espetáculo proporcionado ao visitá-la e pela bela paisagem ao redor. Embora as mãos pareçam antigas, a estrutura foi construída em 2018, e nesse mesmo ano entrou na lista dos 100 melhores lugares do mundo.

3. Casa do Penedo, Fafe

É uma pequena casa em uma cidadezinha em Portugal construída de grandes rochas presentes na região. A casa, de quase 50 anos, não tem energia elétrica e é perfeita para observar a flora e a fauna locais. No início era uma casa de férias, mas agora ganhou popularidade e se tornou um museu com relíquias da região e fotografias antigas.

4. Clínica de Saúde Mental Lou Ruvo, Las Vegas

Esse centro de saúde trata e pesquisa doenças da mente, como o Alzheimer. Foi projetado pelo renomado arquiteto Frank Gehry, conhecido pelas formas peculiares de seus edifícios. O centro possui 199 janelas que aproveitam ao máximo a luz natural. Gehry queria construir um lugar que atraísse os visitantes e que fosse fácil de ser lembrado. Além disso, esse acabou sendo um dos seus projetos mais complexos

5. Museu The Broad, Los Angeles

É um museu de arte contemporânea que abriga mais de duas mil peças. Sua construção sofreu vários atrasos devido à complexidade da edificação da sua fachada porosa, que foi concebida como uma espécie de véu que se destaca dos demais edifícios metálicos próximos. Esse véu ganhou prêmios por ajudar a aproveitar a luz natural e permitir um menor uso de energia.

6. Casa Dançante, Praga

Casa Dançante é composta por dois edifícios interligados, um dos quais é uma torre de vidro que se distingue pelas suas formas curvas. Embora tenha havido complicações técnicas para construí-lo, além dos protestos dos vizinhos por ser um edifício tão marcante em um bairro tradicional, hoje é um dos ícones de Praga.

7. Ópera de Guangzhou, Canton

Localizada na China, a Ópera de Guangzhou é um edifício construído junto a um rio e conecta o aspecto cultural da cidade com os edifícios financeiros. Ao construí-lo, buscaram uma conexão entre a arquitetura e a natureza do seu entorno. Seu projeto foi inspirado no conceito das pedras na beira do rio e na erosão sobre elas provocada pela água.

8. Torre Aqua, Chicago

A Torre Aqua em Chicago foi projetada por Jeanne Gang e sua equipe de arquitetos. É um edifício alto com varandas que formam uma textura irregular na sua fachada. Além disso, as janelas, ao refletirem a luz, dão a impressão de que a água corre do prédio. Essa torre, além de inovadora, também é uma construção sustentável, pois possui o maior teto verde da cidade.

9. Museu do Design Vitra, Weil am Rhein

Vitra é uma marca de móveis na Suíça e possui uma das escolas de design mais importantes do mundo. Tem vários edifícios em colaboração com arquitetos renomados, mas, sem dúvida, o mais conhecido é o Museu do Design. O projeto teve início para abrigar uma coleção particular de móveis, mas hoje é um museu que conta com exposições, oficinas e diversas atividades para o público.

10. Casa Torta, Sopot

Casa Torta está localizada em Sopot, na Polônia, e se inspirou nos desenhos do ilustrador polonês Jan Szancer. Esse edifício raro procurava ser um símbolo do mundo moderno e conseguiu, pois atraiu a atenção do mundo e centenas de turistas. Hoje é uma praça e um centro de negócios, onde se encontram escritórios, consultórios, lojas e restaurantes.

11. Grande Elefante, Nantes

Embora pareça estranho, esse elefante não é apenas um robô, mas uma espécie de edifício. Essa obra de arquitetura em movimento está localizada em Nantes, na França, e tem capacidade para transportar 50 pessoas por vez. Além disso, possui um motor ecológico que o torna ecologicamente correto. Faz parte de uma exposição chamada “Máquinas da Ilha” que também inclui alguns peixes, aves e insetos.

12. Biblioteca Louis Nucéra, Nice

Essa construção, com aproximadamente 30 m de altura, surgiu da ideia de transformar uma escultura num edifício. Está localizada em Nice, na França, e também faz parte de um grande projeto cultural dedicado ao escritor Louis Nucéra. Seu interior é repleto de livros, o que acrescenta à metáfora de que a cabeça humana é uma caixa repleta de conhecimento.

13. Centro Heydar Aliyev, Baku

Seu design com curvas e iluminação que destaca a fluidez de suas formas tornam esse edifício um espetáculo para os olhos. É um centro cultural composto por um auditório, uma galeria e um museu. Está localizado no centro da cidade de Baku, capital do Azerbaijão, e foi projetado pela famosa e renomada arquiteta Zaha Hadid.

14. World Trade Center, Bahrein

O estranho design desse edifício é bastante funcional. Suas duas torres se unem por turbinas que são mais do que decoração, pois permitem que o edifício funcione com energia gerada pelo vento. É o primeiro edifício a incluir turbinas eólicas em seu projeto, por isso o centro de negócios recebeu diversos prêmios de sustentabilidade.

15. A Árvore Branca, Montpellier

O projeto surgiu de um concurso em Montpellier, na França. A condição era que os integrantes fossem uma combinação de jovens arquitetos e arquitetos com mais experiência. A torre é inspirada em uma árvore, com varandas como se saíssem do tronco. Além disso, conta com espaços públicos para os habitantes do edifício na base e no topo da torre.

16. MASP, São Paulo

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), que parece estar suspenso, sustentado por gigantescas molduras vermelhas, é uma das obras mais importantes da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi. Surgiu como um centro de promoção da cultura e da arte na cidade de São Paulo. Seu desenho deixa o espaço do térreo livre, usado como uma praça pública, estabelecendo uma ligação direta entre a cidade e o Parque Trianon.

17. Novo Zollhof, Düsseldorf

Onde antes havia armazéns, agora há um complexo de três edifícios metálicos de escritórios e restaurantes. Embora cada torre tenha um acabamento único, os três edifícios são concebidos como um projeto unificado. Localizados em Düsseldorf, na Alemanha, esses edifícios projetados por Frank Gehry são muito atrativos para os turistas da região devido às suas formas e seus reflexos.

18. Casa de Vancouver, Vancouver

A Casa de Vancouver é um belo edifício no Canadá, construído para ser um ícone do novo bairro de praia da cidade. O seu design inovador o fez vencedor do prêmio do edifício do ano em 2015 e um dos edifícios mais esperados de 2020. Ao comprar um apartamento nesse local, os proprietários podiam decidir alguns detalhes da construção com os arquitetos para conferir um toque mais personalizado a cada espaço.

19. Estádio Esportivo, Borisov

Embora sua forma possa ser confusa do lado de fora, trata-se do Estádio Esportivo de Borisov, na Bielorrússia. Esse estádio tem capacidade para 13 mil espectadores e o projeto tem uma estrutura metálica que aparece esticada e perfurada. Está cercado por áreas verdes e públicas, por isso, ao construí-lo, tentaram proteger as árvores do local.

20. Xanadú, Alicante

Xanadú é um edifício de 18 apartamentos na Espanha, tão enigmático por fora quanto por dentro. É inspirado na rocha de Ifach — que pode ser vista na imagem atrás do complexo. Durante a sua construção, as plantas não foram traçadas, mas levantaram as paredes em função da orientação, das necessidades de luz e da ligação com o restante da estrutura.

21. Museu Nacional, Brasília

O Museu Nacional Honestino Guimarães, ou Museu Nacional de Brasília, é um projeto minimalista em forma de meia esfera que faz parte de um complexo cultural. Curiosamente, esse edifício foi inaugurado no dia em que seu arquiteto, o conhecido Oscar Niemeyer, completou 99 anos (e chegou aos 104 anos!).

22. Wangjing Soho, Pequim

Esse conjunto de edifícios é mais uma das obras de Zaha Hadid, a quem chamaram de Rainha da Curva, devido às formas dos seus edifícios. Essas colinas urbanas se erguem entre o centro da cidade e o aeroporto de Pequim, na China. Foi construído pensando em alternativas sustentáveis, buscando reduzir as emissões de carbono durante sua construção. Além disso, os edifícios são cercados por um grande parque público.

23. Casa ao Contrário, Orlando

Wonderworks é um museu educativo e interativo, conhecido por sua estrutura impressionante. Suas exposições desafiam o conhecimento e a imaginação. O edifício foi construído sob o conceito de ter sido anteriormente um laboratório secreto no Triângulo das Bermudas, mas teria havido uma forte explosão e a casa teria caído de ponta-cabeça em Orlando, na Flórida.

24. Museu de Arte, Graz

Foi projetado para ser provocativo, inovador e dar ao museu uma imagem um pouco menos institucional. Sua fachada é composta por 930 anéis de lâmpadas fluorescentes reguláveis, que são acesas durante a noite. Atualmente, esse museu de arte contemporânea é um dos maiores símbolos arquitetônicos da Áustria.

25. Museu Soumaya, Cidade do México

Foi projetado pelo arquiteto mexicano Fernando Romero com a assessoria de Frank Gehry. O museu Soumaya tornou-se um dos edifícios mais emblemáticos do México. Possui uma fachada composta por 16 mil hexágonos de alumínio. No interior do edifício há mais de 70 mil peças de arte de diferentes partes do mundo.

Onde você mora há edifícios estranhos? O que mais te chama a atenção nele?

Incrível/Invenções/25 Vezes em que os arquitetos criaram projetos inovadores
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos