Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

Artista cria verdadeiras obras-primas com papel e bisturi e mostra que a perfeição reside nos detalhes

A arte de cortar papel, surgiu por volta do século IV d.C. e não é para qualquer um: além de demandar paciência, requer habilidade, precisão e foco. Com muita criatividade, a artista americana Emily Brown, começou a se aventurar nessa técnica em 2008 e, deste então, não parou mais. Usando papel de arte de 160 g/m² e um estilete bisturi, Emily cuidadosamente corta pedaço por pedaço, até as suas criações ganharem vida. Para ela, essa arte é como uma meditação, onde se desconecta do mundo.

O Incrível.club selecionou alguns dos trabalhos dessa artista excepcional, que nos encantou com a perfeição de cada detalhe dos seus recortes. Venha se inspirar e quem sabe, você também aprende um novo hobby!

1. Tão delicado e ao mesmo tempo realista

2. Suas asas são magníficas

3. Parece uma tatuagem de flores

4. A natureza sempre inspira a criar novas artes

5. Atenção aos detalhes nos pelos do doguinho

6. Quantos animais selvagens você consegue reconhecer?

7. As misteriosas águas-vivas

8. Quase “prontas” para voar

9. As andorinhas se transformaram em belos adesivos

10. O descanso da abelha

11. A raposa-do-deserto ficou super real

12. Este coelhinho quer sair pulando pelos verdes campos

13. Silêncio! O gatinho está dormindo

14. Que tal os pelinhos coloridos desta raposa?

15. A natureza selvagem

16. Inspiração que veio do seu próprio quintal, transformando-se nesse passarinho chapim-real

17. Um lembrete para sempre estar em contato com a natureza

18. Um ramo de suculentas

19. O detalhado processo de criação do coelhinho

“No recorte de papel, como na vida, você tem de continuar se movendo e mudando para dar o melhor de si. Talvez isso seja um pouco extravagante, mas acredito que você sempre pode encontrar uma metáfora para a vida na arte”. — Emily Brown

Qual desses trabalhos mais chamou a sua atenção? Você também conseguiria fazer recortes de papel tão realistas? Nos conte na seção de comentários e compartilhe o post com seus amigos!

Compartilhar este artigo