9 Marcas famosas que mudam de país para país

Se você já viajou para o exterior e teve a curiosidade de ir a um supermercado, deve ter se deparado com uma série de marcas totalmente diferentes das que está acostumado, seja de refrigerante, iogurte, sabão em pó e outros produtos. Algumas marcas, no entanto, têm embalagens superparecidas com as que estamos acostumados, mas nomes diferentes. Por exemplo, nos supermercados da Inglaterra, há o desodorante Sure, com embalagem e rotulo iguaizinhos aos do Rexona. Cópia? Claro que não! O que ocorre é simplesmente uma adaptação da marca a outro público pelo fabricante.

Incrível.club convida você a descobrir neste artigo algumas marcas mundialmente famosas que trocam os nomes de seus produtos de acordo com os países em que são vendidos e o motivo para a mudança.

Burger King

A primeira lanchonete da rede Burger King surgiu nos Estados Unidos em 1954. Depois, o grupo começou a abrir estabelecimentos no mundo todo — hoje, a rede pertence ao grupo 3G Capital, do brasileiro Jorge Paulo Lemann. Antes de entrar no mercado australiano, os executivos da rede descobriram que já existia naquele país uma marca com esse mesmo nome. Por isso, na Austrália os restaurantes são chamados de Hungry Jack’s.

Axe

A empresa Unilever lançou a marca Axe na França em 1983. No entanto, em alguns países o nome já estava sendo usado por outras empresas. Além disso, em países da língua inglesa, o significado direto da palavra ’axe’ (’machado’) não está relacionado a perfumes. Então, na Grã-Bretanha, na Irlanda, na Austrália, na Nova Zelândia e na China a empresa utiliza o nome ’Lynx’ (’lince’).

Danone

A marca Danone foi fundada pelo industrial espanhol Isaac Carasso. O nome da sua companhia homenageia seu filho Daniel (na família o chamavam de Danone). Ao lançar seus produtos nos Estados Unidos, executivos da marca decidiram “americanizar” o nome para Dannon. Os norte-americanos pronunciavam mal Danone, separando a palavra em duas sílabas: ’dan’ e ’one’. Então, ao viajar para os Estados Unidos não se surpreenda com a marca. Não se trata de erro de ortografia.

Rexona

Assim como a Axe (Lynx), a Rexona é uma marca da empresa Unilever. Na Grã-Bretanha, ela é conhecida como Sure; nos Estados Unidos, Degree; no Japão, Rexena; e na África do Sul, Shield.

Mr. Clean

O vencedor em denominações diferentes é o produto de limpeza Mr. Clean, que não existe em terras brasileiras. Basicamente, em cada grande país, esse limpador tem um nome especial. Estes são alguns deles: Mr. Clean (EUA, Canadá), Meister Proper (Alemanha), Monsieur Propre (França), Maestro Limpio (América Latina), Mastro Lindo (Itália). E na Grã-Bretanha e na Irlanda o produto é chamado de Flash.

Crest

A empresa Procter & Gamble produz a pasta de dentes Crest desde 1955. Na Alemanha, Polônia, Bulgária, Ucrânia, Rússia e em alguns outros países a pasta é chamada de Blend-a-med.

Dove

O chocolate Dove pode ser comprado na maioria dos países do mundo com esse mesmo nome. Mas o produto, na Grã-Bretanha, no Egito e na Índia é chamado de Galaxy.

Twix

Esse chocolate foi originalmente chamado de Raider e produzido inicialmente na Grã-Bretanha, em 1967. Em 1979 passou a ser importado pelos Estados Unidos com o nome Twix. Mas, em muitos países europeus, o chocolate ainda é vendido como Raider.

Lay’s

Na Grã-Bretanha, a marca de batatas mais popular era a Walkers. Nos Estados Unidos, a campeã era a Lay’s, pertencente à Pepsi. Em 1989, a gigante americana acabou comprando a já mencionada Walkers. Para alegria dos britânicos, tão orgulhosos de suas chips, o nome Walkers foi mantido. No Brasil, segundo a Pepsi, a marca Lays é vendida nos Estados da região Sudeste.

Observação: Este artigo foi atualizado em Julho de 2021 para corrigir o material de origem e/ou imprecisões factuais.
Imagem de capa Burger King
Compartilhar este artigo