Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

Um guia super simples para design de interiores

A decoração de nossas casas é um relfexo de nós mesmos e do momento pelo qual estamos passando. Além disso, o design de interiores também é uma maneira de conhecer a cultura de um determinado país.

Analisamos alguns dos estilos de destaque e percebemos que algumas ideias são mais simples do que parecem. Confira!

Escandinavo

Simplicidade, minimalismo e funcionalidade

  1. Cores claras e apagadas

    O chão, as paredes e o teto estão pintados de branco. Em geral, isso é feito para manter o espaço mais vivo durante o longo e escuro inverno de países como a Noruega e a Dinamarca.

  2. Materiais naturais
    Seja no chão, nos móveis ou nos elementos decorativos, o design escandinavo inclui uma grande quantidade e variedade de madeira.

  3. Luz natural

    Como nos países nórdicos falta luz em boa parte do ano, eles precisam de mais iluminação. Por isso, abusam das grandes janelas e cortinas pelas quais a luz pode passar facilmente.

  4. Linhas e formas simples
    O estilo de interior da casa procura uma máxima comodidade, principalmente para facilitar na hora da limpeza. A simplicidade é vista, portanto, na forma dos objetos.

  5. Espaço aberto
    Tradicionalmente, as casas escandinavas eram muito pequenas e não permitiam abrigar uma grande quantidade de coisas. Hoje, embora maiores, a ideia de continuar evitando a desordem ainda continua sendo um aspecto muito importante do design.

  6. Tecidos acolhedores
    Nos países com clima frio é normal que alguns elementos de decoração venham na forma de peles, tapetes, almofadas e mantas. Eles criam um clima quente e bastante aconchegante. Ideal para aquela casa de campo numa região mais fria.
  7. Iluminação

    A iluminação nos países nórdicos é vital e muito valorizada. As lâmpadas apresentam uma enorme variedade de design e sempre aparecem em grande quantidade.

Para quem?

Para quem gosta de minimalismo com um amor especial pelos materiais naturais. Também é adequado para pequenos apartamentos e espaços com pouca luz natural.

Estilo marroquino

Riqueza, luxo e clima exótico

  1. Cores vivas
    A escala de cores no interior varia de tons marinhos ao desértico - afinal, o Saara ocupa boa parte do território do Marrocos. Os tons vivos de vermelho, laranja, verde e azul em combinação com fundo neutro são tendência.
  2. Arcos e marcos de portas
    Bonitos arcos e marcos de portas com curvas em forma de fechadura são os elementos mais reconhecidos.
  3. Luminárias penduradas

    Luminárias de latão e de cobre criam um ambiente exótico e são usadas em espaços internos e externos.

  4. Tapetes de luxo
    Até hoje, os tapetes marroquinos estão entre os mais reconhecidos do mundo. Tradicionalmente, seu estilo conta com desenhos abstratos e geométricos, em uma paleta de cores variadas ou neutra e moderna.

  5. Desenhos atrevidos
    Estampas geométricas, inspiradas em motivos tradicionais marrquinos, expostas em almofadas, tapetes e móveis estofados.

  6. Sofás baixos e pufes
    Bordados à mão com muitas cores e estilos, esses móveis são ótimos complementos para áreas de descanso.
  7. Abundância de tecidos

    Tecidos marroquinos, como a seda, podem ser utilizados para decorar ou para proteger móveis, que, em geral, são rústicos.

Para quem?

Esse estilo quente e acolhedor é ideal para os amantes do exotérico e de uma elegância refinada. Vai muito bem numa casa de praia.

Estilo japonês

Harmonia, tradição e flexibilidade

  1. Multifuncionalidade
    O uso eficiente dos recursos é uma parte fundamental na cultura japonesa. É por isso que muitos móveis são adaptáveis.
  2. Móveis baixos e compactos
    Tradicionalmente, os móveis baixos e compactos ajudam a melhor aproveitar o espaço reduzido e limitado dos apartamentos.
  3. Materiais naturais
    Os japoneses são conhecidos pelo seu respeito à natureza. Por isso que, geralmente, eles apostam em materiais naturais, como cedro, bambu, seda, esteiras de palha de arroz e papel.
  4. Simplicidade
    O jeito minimalista, típico da cultura japonesa, e o uso do espaço contribuem para a criação de elementos de design. O espaço não deve ter detalhes exagerados, para não criar a impressão de desordem.

  5. Cores neutras
    Em geral, os japoneses usam cores neutras. Essa escolha também contrubui para eliminar a sensação de desordem e é parte do típico design oriental.

  6. Iluminação extra
    São acrescentadas fontes de luz artificial para aumentar a luminosidade do ambiente, mas sem exageros.

  7. Portas corrediças e separadores
    Os apartamentos no Japão são super caros - o metro quadrado em Tókio é um dos mais caros do mundo. Para economizar espaço, os japoneses costumam usar portas corrediças.

Para quem?

Em função do uso de materiais resistentes e linhas sóbrias, esse estilo atrai os amantes da sustentabilidade e as pessoas que gostam do minimalismo.

Estilo mexicano

Vivo, autêntico e acolhedor

  1. Cores vivas

    Uma paleta de cores muito variada caracteriza o estilo mexicano, incluindo tons intensos e brilhantes, sombras vivas de vermelho, laranja, azul e verde.

  2. Cerâmica pintada à mão
    A cerâmica tradicional mexicana é pintada à mão e é amplamente representada em forma de jarros e azulejos.

  3. Tecidos artesanais

    A variedade de tecidos e bordados é enorme. Eles são lindos e podem ser usados como mantas, almofadas e tapetes.

  4. Desenhos geométricos

    Os acessórios, pintados com motivos tribais, costumam decorar as casas e são objetos que se transmitem de geração em geração.

  5. Terracota
    A terracota é um material de argila cozida no forno. Ela é utilizada em cerâmica e construção. O termo também se refere a objetos feitos desse material e à sua cor natural, laranja acastanhado.

  6. Móveis simples de madeira
    Muitos móveis são feitos à mão com madeira simples.
  7. Tapetes decorativos
    Os tapetes chamativos e artesanais têm um grande papel na decoração. Em alguns ambientes, em geral os mais minimalistas, o chão de pedra ou de madeira é deixado sem tapete, mas muitos contam com tapetes coloridos e lindos.

Para quem?

Esse estilo é perfeito para as pessoas criativas que querem um ambiente acolhedor, cheio de cores vivas e coisas feitas à mão. Funciona bem em casas de campo.

Estilo francês

Discreto, elegante e fino

  1. Cores pastéis

    O estilo francês apresenta muitos tons pastéis, como bege, branco, rosa claro, caramelo, azul claro, amarelo ou verde claro.

  2. Muitos elementos decorativos

    Podem ser obras de arte, fotos e porta-retratos, vasos com flores, espelhos com molduras douradas, velas, abajures, etc. Muitas vezes, todos os objetos são usados ao mesmo tempo.

  3. O dourado

    O dourado, muitas vezes envelhecido, é um elemento marcante no estilo francês. Costuma ser aplicado em vários objetos e representa luxo e riqueza.

  4. Linhas discretas

    A decoração francesa não costuma ter ângulos pontiagudos. Assim como o mobiliário, a decoração é discreta.

  5. Móveis de época

    A França é conhecida por mercados de antiguidades onde são vendidos muitos objetos de decoração. Conseguir um objeto usado e não muito deteriorado não é fácil já que a procura é grande.

  6. Iluminação elegante

    Uma lâmpada de aranha é uma grande solução para criar uma atmosfera mais 'francesa'. Aposte nessa peça para ganhar em estilo.

  7. Moldura de gesso

    Os franceses adoram esse elemento decorativo e, por isso, não perdem a oportunidade de usar. Em geral, esse tipo de moldura é usado no teto.

Para quem?

Esse estilo é adequado para quem quer fugir das novas tendências de moda, assim como para quem gosta de combinar diferente elementos.

Estilo inglês

Tradicional, materialista e recluso

  1. Estantes abertas

    As estantes e os armários abertos são muito usados.

  2. Papel de parede

    O design de interiores está cada vez menos escuro e mais diferente da época vitoriana. O papel de parede tem ficado cada vez mais claro.

  3. Madeira nobre

    Armários, estantes e outros objetos são feitos de madeira maciça e nobre.

  4. Muitos acessórios

    Bustos pequenos de mármore, jarras e almofadas, tudo isso é muito presente no estilo de decoração inglês. Todos os artigos devem ser bem visíveis.

  5. Tons sóbrios

    O estilo se caracteriza por cores naturais e apagadas. Tons de marrom, vermelho e amarelo, além do verde e do cinza, são muito usados.

  6. Móveis no centro

    No estilo inglês, é comum colocar os móveis afastados das paredes, no centro dos cômodos, criando um ambiente acolhedor que passa uma sensação de que o espaço está cheio, mas não amontoado.

  7. Poltronas

    O tipo de poltrona da foto é indispensável para ler um bom livro ou para se esquentar em frente a uma chaminé.

Para quem?

Para quem gosta de muitos móveis e gosta de ambientes tranquilos. Se você gosta de filmes de suspense, como o de Sherlock Holmes e quer viver isso no dia dia, também pode ser uma boa.

Estilo russo

Simplicidade, naturalidade e tradição

  1. Materiais naturais

    O design de interiores russo não permite o uso de plástico, vidro ou metal brilhante. É preferível o uso de madeira natural, tanto para a decoração interior como para o material básico para móveis.

  2. Móveis simples

    Mobiliário de madeira, o mais simples possível. Sua principal característica são as formas básicas e práticas.

  3. Elementos tradicionais

    Um conforto especial criado por meio de tapetes e colchas no estilo patchwork. Panelas de barro e toalhas bordadas também são muito usadas.

  4. Cores naturais

    As cores têm, em geral, tons naturais e apagados e variam entre o vermelho, o bege e o marrom. Os detalhes podem apresentar tons mais vivos.

  5. Tecidos rústicos

    Esse aspecto é muito importante para a tradição russa. Em geral, são usados linho e algodão. As cortinas e a roupa de cama são feitas de percal.

  6. Cerâmica pintada

    Muitos objetos, assim como a parede com azulejos, são decorados com um estilo mais tradicional.

  7. Móveis para armazenar objetos

    Alguns espaços são usados para armazenar objetos e, principalmente, como decoração para mostrar os objetos mais bonitos.

Para quem?

Para os amantes das tradições e dos objetos simples e desenhados.

Imagem de capa aplusstud, houzz