18 Itens que usamos diariamente e talvez nem imaginávamos suas outras funções

Vários produtos são inventados o tempo todo para termos mais conforto e comodidade no dia a dia. No entanto, com relação à maioria dessas coisas, nem temos ideia de todas as suas funções e é sempre interessante saber um pouco mais, já que algumas, nunca havíamos questionado a razão de estarem ali.

Incrível.club ama dar dicas para facilitar a rotina ou simplesmente para matar a curiosidade sobre coisas que sempre usamos. Por isso, listamos 18 itens e suas funcionalidades. Curta e conte-nos se já conhecia todas.

1. Botões nos cantos dos bolsos do jeans

O alfaiate americano Jacob Davis, que inventou o jeans moderno, tratou de incluir na vestimenta os tão conhecidos rebites de cobre. Ele sempre recebia vários jeans com os bolsos rasgados pelo uso. Após muitos consertos, teve a ideia de colocar esses rebites no final da costura dos bolsos, na tentativa de evitar que rasgassem com tanta frequência.

2. Seta no marcador de combustível

Essa seta é de grande ajuda aos mais esquecidos, às pessoas que alugam carro ou que estão usando o automóvel de outros. A seta indica de que lado fica a entrada para o combustível, para que você posicione o carro de forma correta na área das bombas de gasolina no posto. Apesar de estar nos painéis há décadas, poucas pessoas sabem para que serve.

3. Quadrado nas mochilas

Esse detalhe em algumas mochilas, com o logotipo da marca, possui uma função especial. O nome certo é “nariz de porco”, provavelmente pelos buracos paralelos que lembram o focinho do animal. Serve para pendurar qualquer coisa, com ajuda de ganchos ou não, caso não caiba mais nada dentro ou para ter acesso mais fácil.

4. Depressões na bola de golfe

Essas depressões, ou alvéolos, na superfície das bolas de golfe não são para deixá-las bonitinhas, mas, na verdade, têm uma razão específica. Esse formato ajuda o lançamento, aumentando a pressão do ar na bola e dando impulso. Com o uso, perceberam que o desgaste normal do tempo nas bolas antigas fazia com que elas ficassem gastas e alcançassem maiores distâncias, só no final do século XIX essas depressões foram padronizadas com formato parecido ao de hoje em dia.

5. Caixa de suco com tampa rosqueável

Não há uma indicação na embalagem grande de como usar e parece óbvio, mas não é. As caixas grandes podem derramar o líquido se forem inclinadas da forma errada. Para evitar isso, basta inclinar a caixa com a parte maior da superfície para baixo, fazendo com que a bebida flua de maneira mais lenta e o ar entre com mais facilidade na caixa.

6. Óleo secante de manicure

óleo secante não serve somente para finalizar sua unha com maior rapidez, ele possui outras funcionalidades que podem deixar a sua vida ainda mais prática. Ele amolece as cutículas: para isso, basta colocar uma porção generosa nas bordas e esperar uns poucos segundos. Que tal experimentar? Também dá um brilho a mais na hora da foto, esse é o segredo daqueles cliques lindíssimos das manicures no Instagram.

6. Gancho nas camisas sociais

Uma parte das roupas como jaquetas e camisas sociais, que quase ninguém se atenta ao seu uso, é uma espécie de “laço” na parte de trás das peças. Ele começou a ser usado nos Estados Unidos na década de 1960 e seu nome é “locker loop”. Foi idealizado para que os rapazes pudessem pendurar as peças no vestiário.

7. Borracha nas tampas

Essas borrachas nas tampas de plástico ou de metal das garrafas, não estão ali por acaso. Esse material, geralmente branco ou azul, é colocado na parte interna da tampa para evitar que o líquido vaze e que o gás inserido nessas bebidas escape, servindo para fazer a vedação entre a tampa e a garrafa.

8. Furinhos nas canetas esferográficas

As canetas esferográficas possuem um furinho no corpo e outro na tampa e, como a maioria das coisas, há uma importância nesse design. O furo na tampa é para evitar sufocamento, caso a tampa seja engolida por acidente, já o furinho no corpo do objeto é para igualar a pressão e evitar vazamento de tinta.

9. Traços em relevo nas teclas F e J

Você, que usa diariamente o teclado de computador, pode nem ter percebido esses traços nas letras F e J, ou julgado ser alguma falha na fabricação. Na verdade, esse detalhe tão sutil serve para que você use essas teclas como guia ao posicionar as mãos na hora de digitar, de forma que nesse ângulo, consiga acessar todas as teclas, além de ajudar os deficientes visuais a identificar a posição delas.

10. Papel higiênico

Ainda que as pessoas fiquem divididas sobre esse assunto, a forma mais recomendada de deixar o papel higiênico em seu suporte é com a ponta para cima, pois, assim, o começo do papel é mais fácil de ser encontrado, bem como facilita destacar apenas o pedaço necessário para o uso. Quando ele desenrola por baixo, acaba dando mais voltas do que é preciso e, consequentemente, libera mais papel. Com a ponta para cima, também evita contaminação pelo contato com a parede, chão e lixeira.

11. Maçanetas de latão

O latão, resultado da mistura de cobre e outros metais, é comprovadamente um material antimicrobiano. Essa sua propriedade foi descoberta pelo cientista Victor Burq, que estudava os efeitos do cobre no corpo humano. A descoberta aconteceu quando verificaram que os trabalhadores que manipulavam o metal, não se contaminavam com certas doenças.

12. Buraquinho ao lado ou acima da câmera do celular

Esse orifício é apenas mais um microfone no seu aparelho celular. Sua função é basicamente a de evitar ruídos na hora de fazer uma ligação. Ele ajuda o Siri ou o Google a identificar a voz do proprietário do aparelho na hora de receber comandos, nas gravações de voz ou nas chamadas de vídeo.

13. Parte ondulada dos grampos de cabelo

Embora possa parecer óbvio para a maioria das pessoas, o certo é que a parte ondulada dos grampos de cabelo não existe por puro enfeite. Ela foi idealizada para ser utilizada nos modeladores chamados bobes e assemelhados, inclusive o nome era “bobby pins”, e as ondulações servem para fixar os fios ou acessórios com mais facilidade.

14. Grade nas portas dos micro-ondas

O micro-ondas é um aparelho que produz ondas eletromagnéticas que excitam as moléculas de água, aquecendo o alimento. Apesar de ser muito seguro, o forno velho ou sem manutenção pode deixar escapar ondas eletromagnéticas. Essa espécie de grade na porta serve para impedir a passagem das micro-ondas para o lado de fora, e a tecnologia é chamada de blindagem eletrostática.

15. Biqueira dos tênis

A maioria das pessoas escolhe os tênis mais pela beleza, cor, preço e marca, mas muitos não atentam para alguns detalhes importantes na hora da compra. Existem biqueiras de dois tipos, a redonda é indicada para esportes que exijam constantes mudanças de movimentos como basquete, futebol e tênis. Já a chanfrada (como na foto acima) é mais indicada para esportes como corrida e caminhada.

16. Gancho nas laterais do teto dos carros

A maioria dos carros tem umas alças no teto acima das janelas. O suporte ajuda no “equilíbrio” dos passageiros quando o carro passa por curvas acentuadas, mas sua função não se resume a isso. Essa parte do automóvel também serve para colocar cabides com roupas, evitando que amassem e é muito útil para pendurar jalecos e uniformes de trabalho quando, por exemplo, você decide dar uma passadinha na academia antes do trampo.

17. Controle remoto da Smart TV no celular

tecnologia das Smart TVs está cada vez mais avançada. Hoje, em alguns modelos, você pode acessar a Internet e dar comandos de voz. Os celulares também possuem cada dia mais aplicativos que ajudam a nossa rotina e, porque não usá-los para mudar de canais ou aumentar o volume da sua TV? Procure no Apple Store ou no Google Play um aplicativo da marca da sua Smart, ou um controle universal e aproveite.

18. Giz de cera como vela de emergência

O giz de cera é um objeto presente em quase todas as casas com crianças ou em idade escolar. Além de fazer belos desenhos e desenvolver a criatividade dos pequenos, esse material pode ser usado como uma vela de emergência. Basta derreter a parte de baixo para fixá-lo em um pires, ou algo não inflamável, e colocar fogo na outra extremidade.

Gostou de saber essas curiosidades? Já descobriu outra coisa que muitas pessoas nem desconfiavam? Conte para a gente nos comentários.

Compartilhar este artigo