Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
Incrível

Se você gostou de “Parasita”, aqui estão outros 24 filmes para saber mais sobre o cinema sul-coreano

2-14
789

O filme sul-coreano Parasita fez história ao ganhar o Oscar de “Melhor Filme” e “Melhor Filme Estrangeiro” na mesma cerimônia. No entanto, o cinema desse país asiático produz filmes incrivelmente interessantes há anos, que, infelizmente, não são tão conhecidos nesta parte do mundo.

Incrível.club deseja compartilhar com você uma lista de mais de 20 filmes que definiram o cinema na Coreia do Sul e que merecem ser assistidos. No final do post, um bônus com mais recomendações espera por você.

1. Hanyo, a Empregada (1960)

Dirigido por Kim Ki-young, Hanyo, a Empregada é considerado um dos melhores filmes sul-coreanos de todos os tempos, de acordo com o site especializado Koreanfilm.org. Esse é um thriller psicológico, que tem como argumento a destruição de uma família. O colapso ocorre quando o grupo contrata uma mulher para fazer o trabalho doméstico. A história é perturbadora e, ao mesmo tempo, melodramática.

2. Obaltan (1961)

Dirigido por Yu Hyun-mok, Obaltan é um filme trágico baseado no romance homônimo escrito por Yi Beomseon. A história trata de uma família marcada pela guerra da Coreia. Os personagens se movem entre seus próprios problemas emocionais e a tensão social criada pelo conflito.

3. Sechinku / Three Friends (1996)

Dirigido por Yim Soon-rye, Sechinku mostra a vida de três jovens coreanos que estão prestes a prestar o vestibular, do qual seus destinos dependem. Kim Tae-Moo é um brilhante cartunista cujo trabalho é plagiado, o que lhe causa problemas na escola e até no exército. Cho Sein tem um pai alcoólatra e seu desejo é se tornar um cabeleireiro, apesar dos ataques que recebe por isso. Kong Seungho está visivelmente acima do peso e é viciado em comida e em assistir a vídeos. O filme se aprofunda em sua amizade, em suas famílias e em suas experiências na realidade social sul-coreana.

4. Bakha satang / Peppermint Candy (2000)

Bakha satang é um filme dirigido por Lee Chang-dong que retrata as diferentes fases pelas quais passa a vida de um homem, Young Ho. A ordem em que a história é contada é invertida e começa com o suicídio do protagonista indo até o momento em que ele chega aos seus dias de faculdade. A história é bastante interessante, pois mostra, em parte, o que era a sociedade militarizada dos anos 1980 e o que foi a crise econômica dos anos 1990.

5. Siworae (2000)

Lee Hyun-seung adaptou o romance de Jiro Asada e o colocou nas telonas. Siworae trata de uma garota chamada Kim, que mora perto de um lago. Quando ela precisa alterar seu endereço, deixa um bilhete para o próximo morador em sua caixa postal, informando que está aguardando uma carta e deixando seu novo endereço para que ele a envie. O proprietário seguinte é Han, que, ao ler a carta, fica surpreso, já que ninguém havia morado lá antes. No entanto, ele decide escrever e se comunicar com a menina. Embora, no início, o expectador acredite que se trate de uma piada, de repente descobre que ambos moraram na casa em momentos diferentes. O filme ficou tão popular na Coreia do Sul que, seis anos depois, o cineasta argentino Alejandro Agresti dirigiu a adaptação americana A Casa do Lago, estrelada por Keanu Reeves e Sandra Bullock.

6. Caminho para Casa (2002)

Escrita e dirigida por Lee Jeong-hyang e traduzida para o português como Caminho para Casa, essa história retrata a ternura de uma avó, tão doce quanto generosa, que se encarrega dos cuidados do neto. Vivendo na área rural da Coreia do Sul, a idosa está longe da modernidade; no entanto, um dia, sua filha aparece para pedir que ela cuide de Sang-woo, seu pequeno filho mimado, enquanto tenta conseguir um emprego na cidade. Por meio de um olhar inovador e vanguardista, vemos os personagens, avó e neto, interagirem emocionalmente, apesar de suas óbvias diferenças.

7. Memórias de um Assassino (2003)

Memórias de um Assassino é um filme dirigido por Bong Joon-ho, de Parasita. O longa é um thriller policial inspirado em uma história verdadeira do primeiro serial killer conhecido na Coréia, cujos crimes ocorreram entre 1986 e 1991, na província de Gyeonggi. A história segue os detetives encarregados de resolver o caso, que tentam encontrar pistas através de suas próprias ferramentas. Apesar de conter todos os elementos essenciais de um filme policial, o longa também envolve outros recursos da trama, como a realidade histórica do país, a violência institucional, etc.

8. Nae meorisokui jiwoogae / A Moment to Remember (2004)

Nae meorisokui jiwoogae é uma história de amor dirigida por Lee Jae Han. Imersa em profunda depressão, Su Jin vive as consequências de ter um relacionamento com um homem casado, que, depois um tempo, a rejeita. Envergonhada, ela volta à casa do pai para pedir perdão. Um dia, Su Jin vai a uma loja e tem um incidente com um homem desconhecido. Embora essa história aparentemente não tenha nada de diferente, um ano depois, a garota o encontra novamente, quando chega ao prédio onde trabalha seu pai. Eles, então, começam uma história de amor idílica, se casam e vivem felizes juntos, até que Su Jin é acometida pela doença de Alzheimer.

9. Primavera, Verão, Outono, Inverno... e Primavera (2004)

Esse filme de Kim Ki-duk desenvolve uma história profunda sobre um pequeno mosteiro budista que contém um mundo em si. O local é cheio de misticismo, a começar pela própria localização: uma balsa flutuante no centro de uma lagoa. Lá, um velho monge se prepara para transmitir sua sabedoria a uma criança monge que está sob seus cuidados. O enredo se desenvolve ao longo de quatro temporadas, nas quais o jovem monge cresce e enfrenta diferentes situações da vida, tendo a compaixão como a única ferramenta.

10. Oldboy (2004)

Oldboy é uma das partes da chamada Trilogia da Vingança de Chan-Wook Park. A trama conta a história de um homem, Dae Su Oh, que é mantido em cativeiro por 15 anos, até que um dia é libertado sem explicação. Seus algozes lhe dão um telefone celular, dinheiro e roupas caras. Então, Dae Su Oh se depara com a realidade de que simplesmente não tem mais um objetivo na vida além de procurar Lee Woo-jin, o principal responsável pelo sequestro, para se vingar. Esse thriller chamou a atenção de críticos internacionais.

11. Casa Vazia (2004)

Casa Vazia, dirigida por Kim Ki-duk, apresenta um personagem incomum, Tae-suk, que é um garoto que geralmente entra ilegalmente nas casas de pessoas ausentes. Ele não é um ladrão ou causa danos às casas; na verdade, toda vez que sai de uma casa, a deixa como a encontrou. Melhor ainda: geralmente “agradece” aos proprietários dessas casas fazendo algo por eles, lavando roupas ou consertando alguma coisa estragada. Um dia, Tae-suk entra na casa de Sun-hwa, que vive com um marido abusivo que a aprisiona em uma mansão luxuosa. Os dois se sentem instantaneamente conectados. Embora consiga ver o garoto se infiltrar em sua casa, ela esconde o segredo. Assim, ambos começam a viver uma história de amor, de silêncio e com um destino estranho.

12. O Hospedeiro (2006)

O Hospedeiro, também dirigido pelo agora famoso Bong Joon-ho, conta a história peculiar de uma estranha criatura que vive no rio Han (o mais importante da Coreia do Sul), que tenta capturar uma garota, que, por sua vez, é resgatada por seu pai, Park Gang-du. No entanto, ele descobre que salvou a garota errada. Então, inicia uma caçada para procurar a filha. Apesar das muitas interpretações possíveis, essa é uma história de suspense e humor negro, que faz uma crítica muito sutil à poluição.

13. Eu sou um Cyborg, e Daí? (2006)

Eu sou um Cyborg, e Daí? é um filme de Park Chan-wook que tem várias nuances de uma comédia romântica. Conta a história de Young-goon, uma garota que sofre de uma condição psiquiátrica que a faz pensar que é um robô; ela se recusa a comer alimentos para humanos, porque acredita que isso poderá arruinar seu sistema. Então, é internada em um hospital psiquiátrico, onde conhece Il-soon, que, por sua vez, tem um problema psiquiátrico que o faz pensar que pode roubar as almas dos outros. Ambos começam um romance, dentro de suas condições, e tentam ajudar um ao outro a superar as próprias dificuldades.

14. Sol Secreto (2007)

Sol Secreto, dirigido por Lee Chang-dong, é uma apologia à dor. A história se concentra em uma viúva e seu filho, que passam por uma série de tragédias. Assim, eles conhecem Kim Jong-chan, um mecânico que não apenas os ajuda a resolver os problemas do carro, mas também a resolver as maiores dificuldades da vida. Esse trabalho ganhou o prêmio de “Melhor Filme” no Asian Film Awards e no Asia Pacific Screen Awards.

15. Mother — A Busca Pela Verdade (2009)

Mother — A Busca Pela Verdade é outra obra de Bong Joon-ho, que tem algumas características de drama e suspense. Concentra-se na história de uma mãe que faz todo o possível para provar a inocência do filho, acusado de assassinar uma mulher. Nesse caminho, encontra obstáculos, como corrupção, engano e questões morais.

16. Kimssi pyoryugi / Castaway on the Moon (2009)

Kimssi pyoryugi é um drama romântico dirigido por Lee Hae-jun. Um executivo se joga no rio Han na tentativa de cometer suicídio; no entanto, ele acorda e percebe que o evento que deveria tê-lo deixado sem vida o levou a uma ilha deserta localizada bem no meio do rio. A alguns quilômetros de distância, o executivo é observado por uma jovem que vive isolada em seu quarto e que se sente motivada por ele a sair para o mundo.

17. Certo Agora, Errado Antes (2015)

Certo Agora, Errado Antes, dirigido por Hong Sang-soo, conta a história de um diretor de cinema e de uma pintora que se encontram por acaso. Ambos começam a se relacionar e a se conectar em um único dia. E embora pareça que seus sentimentos sejam genuínos, eles logo se dão conta de que não conseguem controlar o modo como as coisas ocorrem, mas que tudo acontece na hora em que deve acontecer.

18. A Criada (2016)

A Criada, dirigido por Park Chan-wook, baseia-se no romance Na Ponta dos Dedos, de Sarah Waters. O cenário foi completamente transformado da Era vitoriana do Reino Unido para a ocupação japonesa na Coreia. A trama gira em torno de Sookee, uma jovem contratada para servir como criada na casa de uma rica japonesa. A personagem Hideko, por sua vez, vive reclusa em uma grande mansão sob a influência de um tirano, Kouzuki, e não sabe o plano que a criada está tramando. No entanto, ambas iniciam um relacionamento muito próximo e acabam criando um plano juntas.

19. Invasão Zumbi (2016)

Invasão Zumbi é um filme de mortos-vivos dirigido por Yeon Sang-ho. Um pai e sua filha embarcam em um trem para Busan (uma das principais cidades do país) para ver sua mãe. No entanto, a viagem é interrompida quando uma epidemia zumbi ataca as pessoas no veículo. Então, pai e filha devem sobreviver e chegar à cidade antes de ficar em quarentena.

20. O Lamento (2016)

O Lamento é uma história de horror dirigida por Na Hong-jin. Em um povoado coreano, surge uma doença misteriosa que começa como um ataque violento e causa muitas mortes. Os habitantes têm explicações que pouco obedecem à lógica — muitas suspeitas recaem sobre a presença de um estrangeiro idoso que vive como eremita. O policial Jong-goo se sente comprometido com a solução do caso, já que é a única maneira de salvar sua filha, que é vítima da doença.

21. Salinjaui gieokbeob / Memoir of a Murderer (2017)

Dirigido por Won Shin-yun, Salinjaui gieokbeob é um thriller de ação baseado no romance de Kim Young-ha. O personagem principal é Byeong Soo, um homem que, no passado, havia sido um serial killer e atualmente sofre de Alzheimer. Ele tem uma filha, Eun Hee, a quem tenta proteger de um namorado psicopata. Esse é um filme em que o personagem principal luta constantemente com as consequências da doença em meio aos vislumbres de sanidade que ocasionalmente apresenta.

22. Em Chamas (2018)

Em Chamas foi o primeiro filme coreano indicado para “Melhor Filme Estrangeiro” no Oscar e é dirigido por Lee Chang-dong. O argumento é baseado no romance Barn Burning, do escritor japonês Haruki Murakami. A história se concentra em Jong-su, um rapaz do campo aspirante a escritor, desempregado, que tenta resistir a uma sociedade consumista. Jong-su se reúne com uma ex-colega de escola, Hae-mi, com quem começa algo como um relacionamento. No entanto, ela sai de férias para a África, deixando um gato sob seus cuidados. Quando volta, está acompanhada de Ben, um garoto que parece ser a antítese de Jong-su; ele não apenas tem um grande poder aquisitivo, mas possui hábitos refinados — que conquistam Hae-mi — e tem uma estranha mania de queimar celeiros abandonados. Assim, começa uma história de encontros e desencontros entre três personagens tentando encontrar o significado das próprias vidas.

23. Beol-sae / House of Hummingbird (2018)

Beol-sae é um filme dramático dirigido por Kim Bo-ra, que trata da solitária Eun-hee, 14 anos. Privada da atenção de sua família, ela percorre o bairro onde vive acompanhada de sua melhor amiga tentando buscar relacionamentos românticos tanto com meninos como com meninas. Eun-hee se sente totalmente incompreendida, até que uma nova professora chega à escola. É com essa professora que ela conseguirá estabelecer uma conexão pela primeira vez na vida.

24. Jigeum Mannareo Gabmida / Be With You (2018)

Jigeum Mannareo Gabmida é baseado em um romance de Takuji Ichikawa. O filme foi dirigido por Lee Jang-hoon e apresenta a história do casamento de Soo-ah e Woo-jin, marcado por uma tragédia. Soo-ah, antes de falecer, promete ao marido que voltará em um ano, durante um dia chuvoso. Apesar da descrença, ela surge diante de seu marido e de seu filho, mas sem lembranças.

Bônus: outros filmes coreanos imperdíveis

Você viu um ou vários desses filmes? Qual chamou mais sua atenção e por quê? Já havia assistido a algum filme coreano? Conte para a gente nos comentários.

2-14
789
Compartilhar este artigo