Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
O que os alunos leem nas aulas de literatura

O que os alunos leem nas aulas de literatura

Cada país tem um sistema próprio de ensino que, muitas vezes, se relaciona à cultura a às tradições locais. Em relação à literatura, alguns países priorizam os clássicos, enquanto outros preferem abordar livros de autores modernos. Confira a lista de alguns dos livros que os países abaixo recomendam aos estudantes.

França

Na França, como em grande parte dos países, não existe a matéria 'literatura' e não há uma lista muito definida dos livros que os jovens devem ler, mas muitos são recomendados tanto por professores como pelos pais. Os clássicos franceses são obrigatórios, entre eles os seguintes:

  • Os Miseráveis, de Victor Hugo
  • O Doente Imaginário, de Molière
  • Germinal, de Émile Zola
  • O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry
  • Madame Bovary, de Gustave Flaubert

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, assim como na França, não existe um programa comum de literatura, mas a maioria dos alunos acabam lendo os seguintes livros:

  • O Sol é Para Todos, de Harper Lee
  • As aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain
  • O Senhor das Moscas, de William Golding
  • O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald
  • A Letra Escarlate, de Nathaniel Hawthorne

Grã Bretanha

Na Grã Bretanha a lista conta com muitos clássicos ingleses. A seleção não apresenta muitas surpresas, afinal de contas muitos livros britânicos ficaram muito famosos em outros países. Uma parte dos livros sugeridos são esses:

  • Grandes Esperanças, de Charles Dickens
  • Orgulho e Preconceito, de Jane Austen
  • Ratos e Homens, de John Steinbeck
  • Frankenstein ou o Moderno Prometeu, de Mary Shelley
  • Jane Eyre, de Charlotte Brontë
  • Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J. K. Rowling

Holanda

Diferente de muitos países, os alunos holandeses não precisam ler muitos clássicos. Mais da metade da lista conta com livros modernos. Veja alguns exemplos:

  • Crepúsculo, de Stephenie Meyer
  • Jogos Vorazes, de Suzanne Collins
  • O Segundo Suspiro, de Philippe Pozzo di Borgo (o livro que inspirou o famoso filme 'Os Intocáveis')
  • O Diário de Anne Frank, de Anne Frank
  • Elogio da Loucura, de Erasmo de Roterdam

Alemanha

Na Alemanha, cada estado decide os livros que os alunos precisam ler. Não obstante, alguns livros são recomendados em todo o país, e a lista inclui autores alemães clássicos e da literatura mundial, confira:

  • Nathan, o Sábio, de Gotthold Ephraim Lessing
  • Fausto, de Johann Wolfgang von Goethe
  • Nada de Novo no Front, de Erich Maria Remarque
  • O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway
  • A Metamorfose, de Franz Kafka

Turquia

O primeiro e mais importante texto que os estudantes turcos devem conhecer é o hino nacional. Nas escolas, o hino é cantado todos os dias antes das aulas e ele está presente em muitos livros escolares. Os alunos estudam primeiro a literatura local e, depois, a de países vizinhos. Veja a lista:

  • Contos folclóricos turcos
  • Histórias do mestre Nasreddin
  • Relatos de viagens, de Evliya Çelebi
  • A ponte sobre o Drina, de Ivo Andrić
  • The White Steamboat, de Chingiz Aitmátov

China

A base da literatura chinesa é composta pelos 4 romances clássicos que todos devem ler, assim como histórias de dinastias, poesia Tang e outros. Confira alguns nomes:

Fonte: wenku1.com

Colômbia

A América Latina deu ao mundo lindos livros do realismo mágico. Alguns autores serão eternamente lembrados não apenas nos seus países de origem (Argentina, Chile, Colômbia e outros), como no mundo todo. Confira a lista sugerida na Colômbia:

  • Cem anos de solidão, de Gabriel García Márquez
  • O Jogo da Amarelinha, de Julio Cortázar
  • A poesia de Pablo Neruda
  • Dom Quixote, de Miguel de Cervantes
  • Orgulho e Preconceito, de Jane Austen
  • O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry
  • A culpa é das estrelas, de John Green

África do Sul

A conexão história da África do Sul com a Holanda também se reflete na literatura. Os jovens não leem muitos clássicos, o foco maior é dado a autores modernos de diferentes países. Veja a lista com alguns exemplos:

  • Romeu e Julieta, de William Shakespeare
  • O Senhos das Moscas, de William Golding
  • O Sol é Para Todos, de Harper Lee
  • Um grão de trigo, de Ngugi wa Thiong'o
  • A vida secreta de Walter Mitty, de James Thurber

Foto de abertura: 'Crepúsculo', de Stephenie Meyer
'Harry Potter e a Pedra Filosofal', de J. K. Rowling