Incrível
Incrível

Como foi o famoso desfile de biquínis, que provou que a beleza feminina não se mede em anos ou quilos

A revista Sports Illustrated é publicada desde 1954, mas é a edição anual Sports Illustrated Swimsuit Issue, na qual mulheres exibem roupas de banho, que realmente tornou-a famosa. Até recentemente, o desfile lembrava a passarela da famosa marca de lingerie Victoria’s Secret com suas “anjinhas”, mas em 2022 mudou o formato: agora sobem à passarela mulheres cujas curvas não se enquadram a “padrões” de beleza ultrapassados.

Incrível.club decidiu olhar de perto o desfile para entender por que o de 2022 foi nomeado o mais body positive do ano. No final do artigo, um bônus espera por você: uma capa de revista com a imagem de uma mulher que com quase 75 anos continua sendo uma modelo muito demandada.

O que há de tão especial na Sports Illustrated

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

O desfile de 2022 não foi apenas o mais body positive, mas também o mais amador: além de modelos profissionais, as roupas de banho foram mostradas por uma física e uma construtora.

Outro aspecto incomum do casting de Sports Illustrated é que qualquer mulher pode participar. As que vão subir à passarela são escolhidas pelos editores da revista, que analisam fotos e vídeos enviados pelas candidatas. Decidimos dar uma olhada mais de perto em algumas das modelos que desfilaram este ano.

Hunter McGrady

IMAGO / mpi04 / Imago Stock and People / East News

Hunter começou sua carreira de modelo aos 15 anos. No entanto, aos 19 anos, ela passou para a categoria plus size, porque não conseguiu manter a figura dos parâmetros exigidos para roupas do tamanho 40. E era exatamente isso que a agência exigia dela.

Hoje, Hunter, de 29 anos, é considerada a modelo mais acima do peso da Sports Illustrated e diz que se sente bem com seu corpo aquém dos “padrões”. Aliás, a irmã mais velha de Hunter, com quem apresenta um podcast dedicado à modelagem, também participou do programa deste ano.

Jasmine Sanders

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

Jasmine começou sua jornada no mundo da moda aos 13 anos, mas, apesar disso, ela foi insegura com seu corpo por muito tempo. “Iniciar uma carreira de modelo ainda jovem”, diz Jasmine de 30 anos, “você enfrenta muita negatividade. Mas eu só queria trabalhar e provar a todos que meu corpo também é lindo”.

“Se me vir na passarela de biquíni”, continua Jasmine, “notará celulite e estrias, porque meu corpo muda como o de todo mundo. Eu realmente amo meu corpo e aprendi a abraçar cada mudança e cada curva”.

Ashley Byrd

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

Antes de pisar na passarela como modelo, Ashley Byrd trabalhou no ramo da construção. Ela queria se mudar para uma cidade grande e tentar ser modelo. Para isso, ela precisava juntar uma certa quantia, e o trabalho da construção civil era bem pago.

Ashley diz que não planejava ficar muito tempo em um trabalho tão difícil, mas acabou ficando no ofício por alguns anos. Segundo ela, isso até a ajudou na carreira de modelo, pois depois de muitos turnos no frio terrível ou no calor escaldante, qualquer outro trabalho não parecia tão difícil.

A modelo diz que estar na passarela da Sports Illustrated era seu sonho. Mas por muito tempo ela não conseguiu se decidir por medo da rejeição, já que todas as suas tentativas de conseguir um emprego nas agências de modelos terminavam com um “não”. Eventualmente, ela pegou uma câmera e gravou um vídeo para explicar por que ela era a pessoa certa para o desfile.

Camille Kostek

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

Camille começou seu trabalho na revista Sports Illustrated em 2017, mas deu seus primeiros passos na modelagem anos antes. No entanto, sua carreira não se desenvolveu muito bem: as agências a recusavam periodicamente devido à altura insuficiente (1,73 m) ou a uma figura “fora do padrão”. Mas os criadores da revista apreciaram sua beleza: em cinco anos, ela apareceu em suas páginas cinco vezes e em 2019 sua foto ilustrou a capa.

Além da modelagem, Camille tem se envolvido em atividades sociais: há vários anos faz turnês por universidades e faculdades, nas quais realiza palestras sobre como aceitar a si mesmo e seu corpo.

Manju Bangalore

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

O trabalho de Manju na Sports Illustrated, diferentemente de muitas outras mulheres, começou justamente com o desfile de 2022, e a edição com a foto dela só será divulgada no ano que vem. Manju é provavelmente uma das modelos mais inusitadas: ela é física e está participando de um programa pelo qual poderá se tornar astronauta no futuro.

Além de fazer ciência, ela lidera duas organizações de caridade. Em um dos projetos, Maju e seus colegas ajudam as mulheres a obter os produtos de higiene pessoal necessários. O outro projeto visa garantir que as pessoas que sofrem de Parkinson tentem pintar. Os participantes do programa recebem pincéis, tintas e aulas gratuitas.

Shannon Barton

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

Shannon ingressou na modelagem há 15 anos. Na época, ela tinha 35 anos, idade em que muitas modelos já estão terminando seus trabalhos na indústria da moda. Ela admitiu que muitas vezes lhe disseram “não” por causa da idade, mas nunca pensou em desistir: “Em março, completei 50 anos e decidi que a participação no casting da Sports Illustrated era a melhor forma de comemorar esse marco tão importante na minha vida”.

“Tenho duas filhas adolescentes”, disse Shannon em entrevista. “Eu quero que elas vejam sua mãe seguindo seus sonhos, ultrapassando os limites do que é possível e se mantendo forte para que elas também se sintam empoderadas em suas vidas para fazer o mesmo”.

Denise Austin

Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News

Denise pode ser considerada uma das pioneiras da indústria fitness: nos últimos 40 anos ela dá aulas e escreve livros dedicados a trabalhar o corpo. Agora Denise tem 65 anos, mas como pode ser visto na foto, está em perfeita forma. Ela ajuda mulheres com mais de 50 anos a conseguir o corpo dos seus sonhos.

No desfile de 2022, Denise participou com a filha Katie, que, seguindo o exemplo da mãe, tornou-se personal trainer. “Tive uma sensação única quando desfilei na passarela com minha filha”, disse Austin, que se tornou a mais madura de todas as modelos da Sports Illustrated.

Bônus: Maye Musk

Embora Maye Musk não tenha participado do desfile de trajes de banho, em 2022 sua foto apareceu em uma das capas da Sports Illustrated. A carreira de Maye na indústria da moda se estende por mais de meio século e, no próximo ano, ela completará 75 anos.

Qual sua opinião sobre modelos destemidas que rompem padrões de idade e tamanho? Conte para a gente!

Imagem de capa IMAGO / mpi04 / Imago Stock and People / East News, Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News, Alberto E. Tamargo / Sipa USA / East News
Incrível/Arte/Como foi o famoso desfile de biquínis, que provou que a beleza feminina não se mede em anos ou quilos
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos