Incrível
Incrível

8 Sinais que indicam que um filme não vale o tempo que gastamos assistindo

Nem todas as produções conseguem alcançar o sucesso, e infelizmente os filmes de má qualidade aparecem nas telas com mais frequência do que novos blockbusters. Às vezes, tais filmes apresentam falhas em termos da trama, do elenco ou de outros detalhes. Mas alguns deles são tão mal-sucedidos em todos os sentidos, que nem mesmo uma propaganda intensa e sofisticada consegue salvá-los.

Nós, do Incrível.club, descobrimos alguns sinais que podem indicar que uma produção não vale a pena ser assistida, e no artigo de hoje gostaríamos de compartilhar estes segredos com nossos leitores.

Filme conta com a participação de uma cantora ou cantor popular

De vez em quando, os cineastas convidam para o elenco uma pop star, acreditando que sua aparição garantirá ao filme um sucesso absoluto e, portanto, não será necessário se esforçar muito pensando no roteiro, na qualidade das gravações, etc. Às vezes o nome de uma celebridade no cartaz do filme chama mais atenção do que o nome do próprio filme. Foi isso que aconteceu com o longa Destino Insólito que, estrelado por Madonna, recebeu muitos comentários negativos dos espectadores.

É claro que em alguns casos o filme é realmente bom e a celebridade convidada se encaixa perfeitamente no elenco. Um exemplo disso é o longa Nasce Uma Estrela, no qual a protagonista foi interpretada por Lady Gaga e agradou ao público. Mas, na maioria das vezes, os filmes estrelados por cantores — mesmo que sejam bem populares — não alcançam o sucesso desejado.

A história tem uma sequência filmada com outros atores

Quando os produtores decidem fazer aa segunda, terceira e seguintes partes de um filme, existe um grande risco de que os atores do elenco original não possam participar das filmagens. Então a franquia fica cada vez pior e com o tempo perde seus fãs.

Este foi o caso da franquia A Múmia. A primeira parte foi bem recebida pelo público, e muitos espectadores admitem que o filme é muito bom. A segunda parte também ganhou os feedbacks positivos. Os fãs destacaram que O Retorno da Múmia corresponde ao espírito do primeiro filme e elogiaram a performance de Rachel Weisz.

No entanto A Múmia — Tumba do Imperador Dragão não conseguiu impressionar os espectadores. Muitos sentiram falta de Rachel Weisz, cujo papel foi desempenhado por Maria Bello. Os fãs foram unânimes ao afirmar que ela fracassou como Evelyn, e que os produtores deveriam ter tirado o papel do roteiro em vez de tentar substituir Weisz. No geral, o filme mostrou-se fraco em muitos aspectos.

Cartaz mal feito

Alguns cartazes de filmes são tão mal desenhados que qualquer pessoa inexperiente consegue enxergar o trabalho inadequado no Photoshop. E se os produtores não conseguem encontrar os profissionais para criar um cartaz decente, é pouco provável que o próprio filme seja realmente bom.

O exemplo de um filme assim é As Bem-Armadas. Seu cartaz foi muito criticado pelo retoque excessivo da imagem de Melissa McCarthy. Além disso, Sandra Bullock parece uma boneca de cera, e seu rosto, óculos e cabelos parecem ter sido cortados de várias imagens separadas. O filme recebeu uma avaliação baixa e comentários ambíguos do público.

As reviravoltas da trama são muito previsíveis

Às vezes, as reviravoltas da trama são tão previsíveis, que o desenlace não desperta muita emoção. Isso acontece por várias razões. Por exemplo, algum acontecimento foi insinuado tantas vezes ao longo da narrativa, que tudo fica bem claro muito antes do ápice e do final. Ou, baseando-nos nas cenas que já vimos, percebemos que a história só pode ter um desfecho.

A saga Crepúsculo é conhecida pelo desenvolvimento padronizado do enredo. Cada parte da franquia tem um final feliz: ou Edward salva Bella, ou Bella salva Edward, e não importa o que aconteça, eles sempre acabam vivos e juntos.

Nos acostumamos com o fato de que no final os personagens vão ficar bem de qualquer maneira. Quando os cineastas tentam nos mostrar o desespero, por exemplo, na cena em que Alice e Jasper deixam os documentos para sair do país apenas para Jacob e Renesmee, mas não para Bella, não acreditamos que esse problema não será resolvido e imediatamente percebemos que a menina não ficará sem a sua mãe. Nem precisamos continuar assistindo: é assim que vai ser, previsível e banal.

Aliás, a cena em que Alice mostra ao Aro o final da batalha também é bastante divertida. Os produtores, até o último minuto, tentam nos convencer de que isso está realmente acontecendo. E a “inesperada” interrupção da visão de Alice provoca apenas um sorriso. Pois estávamos certos: os personagens viverão felizes por um longo tempo (ou melhor, para sempre).

No trailer de comédia há muitas piadas

Às vezes, ao assistir à comédia mais aguardada do ano, não nos divertimos tanto como foi prometido pelos produtores, pois já ouvimos todas as melhores piadas em trailers mostrados centenas de vezes antes do lançamento do filme.

Um exemplo disso é a comédia Zoolander 2. O trailer mostrou não só aquelas poucas piadas boas que o filme inclui, mas também o momento mais engraçado — o aparecimento de Justin Bieber. Nem precisa dizer que o longa recebeu uma classificação baixa.

No entanto, há exemplos de boas comédias que não foram estragadas nem mesmo por trailers cheios de spoilers. Por exemplo, Deadpool. Os críticos observaram que mesmo se o trailer de três minutos fosse encurtado, o filme ainda atrairia muitos espectadores.

A trilha sonora é muito melhor do que o próprio filme

A música no cinema é muito importante, mas mesmo a trilha sonora genial não pode esconder o trabalho ruim dos diretores, atores ou roteiristas. Se de todo o filme nos lembramos apenas das canções, é um indício de que a produção é mais ou menos.

Por exemplo, os criadores do Esquadrão Suicida incluíram no filme muitas músicas boas, de clássicos intemporais como Bohemian Rhapsody do Queen, às icônicas Imagine DragonsTwenty One Pilots. As músicas Sucker for Pain Heathens se tornaram populares rapidamente. Mas o filme não conseguiu impressionar o público com algo além da trilha sonora e recebeu muitas críticas negativas.

Quase todos os momentos engraçados estão associados ao humor de baixo nível

Devido à sua simplicidade e à proximidade com a vida real, esse tipo de humor pode provocar risos em muitas pessoas. Mas, infelizmente, quando um filme está cheio de piadas de baixo nível, isso é apenas uma indicação de que os roteiristas foram bastante preguiçosos.

As comédias como Missão Madrinha de Casamento ou Os Pinguins do Papai estão repletas desse tipo de humor. Tais piadas chegaram até os filmes infantis. Podemos notá-las em Os Smurfs, Kung Fu Panda 2, Carros 2 e outros desenhos animados.

O título do filme é desnecessariamente longo ou complicado

Quando um filme se torna uma franquia com várias partes, cada uma precisa ter o próprio nome que a distingue das outras. Nos últimos anos, os produtores tendem a inventar títulos enormes em vez de atribuir aos filmes os números correspondentes. Tais nomes não apenas indicam a ordem das partes, mas também explicam do que a produção se trata. No entanto, geralmente escondem filmes bastante fracos.

Os Jogos Vorazes: A Esperança — Parte 1 (foto à esquerda) e A Saga Crepúsculo: Amanhecer — Parte 2 (foto à direita) comprovam isso: os títulos pretensiosos não conseguiram disfarçar os defeitos dos filmes e eles receberam avaliações baixas.

Você já notou esses problemas em alguns filmes populares? Na sua opinião, o que pode indicar que um filme não é muito bom? Deixe o seu comentário!

Incrível/Arte/8 Sinais que indicam que um filme não vale o tempo que gastamos assistindo
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos