Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração
20 Curiosidades sobre “Titanic” que farão você rever o filme com outros olhos

20 Curiosidades sobre “Titanic” que farão você rever o filme com outros olhos

----
16k

Talvez você nem acredite, mas a verdade é que já se passaram 20 anos desde a estreia do hoje clássico filme "Titanic".

Para comemorar essa que é uma das mais belas e tristes histórias de amor de todos os tempos, o Incrível.club reuniu informações interessantes sobre a gravação do filme. É uma ótima ocasião para rever esse que é um dos longas de maior sucesso da história do cinema. O importante é ter sempre lencinhos de papel por perto.

  • Atores do quilate de Tom Cruise, Brad Pitt, Christian Bale, Macaulay Culkin e Matthew McConaughey participaram dos testes para o papel de Jack Dawson. Com McConaughey, Kate Winslet chegou até a fazer testes de câmera. Mas quem abocanhou o papel foi o jovem e então não tão conhecido Leonardo DiCaprio, que se tornaria o ídolo de muita gente graças ao filme.
  • Aliás, para Winslet também não foi tão simples conseguir o papel. Estrelas como Madonna, Sharon Stone, Nicole Kidman, Gwyneth Paltrow, Winona Ryder e Uma Thurman estavam na briga pelo trabalho. Para aumentar suas chances, Winslet conseguiu o telefone do diretor James Cameron e, ao ligar, disse: "Preciso fazer esse papel, você será louco de não me deixar interpretá-lo", ainda que hoje negue ter feito isso. Mas ela admite que mandava flores para Cameron com recados que diziam "da sua Rose".
  • O filme "Titanic" foi mais caro que o navio "Titanic". O longa custou aos criadores 200 milhões de dólares, enquanto que a construção da embarcação foi orçada em 7,5 milhões de dólares (ou 150 milhões em valores atualizados).
  • Segundo o roteiro, Rose deveria espetar o noivo com um grampo, mas Kate Winslet decidiu que seria mais divertido cuspir em seu rosto. E assim foi feito.
  • Se o filme perdesse todas as cenas passadas na época contemporânea e só mantivesse os acontecimentos de 1912, teria 2 horas e 40 de duração, aliás o tempo exato que o navio levou para começar a afundar.
  • Cameron não queria usar nenhuma música no filme. Mas o compositor James Horner gravou a música de Celine Dion em segredo, e só depois entregou o material ao diretor. A cantora, aliás, teve dúvidas com relação à composição: ela não gostava tanto da letra, mas mudou de ideia ao ler o roteiro do filme. Na gravação da trilha sonora, o choro dominou o estúdio, não livrando nem a própria Celine.
  • Em 1995, Cameron fez 12 excursões ao fundo do oceano para ver com seus próprios olhos os restos do naufrágio. Foi quando percebeu que não poderia cometer nenhuma falha em seu trabalho, e que seu filme precisava honrar a memória das vítimas.
  • Lembra de quando DiCaprio grita na área externa do navio: "Sou o rei do mundo"? Sim, a cena, de longe a mais célebre do filme, foi puro improviso do ator, pois não estava no roteiro.
  • O filme bateu recordes em diversas áreas, entre elas o tempo que passou em cartaz nos cinemas: 287 dias. "Titanic" ainda estava lotando as salas quando foi lançado nas locadoras de vídeo.
  • Quando vemos Rose na velhice, ela aparece com um cão da raça Spitz alemão. Esse detalhe foi acrescentado porque três cachorros foram encontrados vivos depois do naufrágio: dois da raça Spitz e um pequinês. Inclusive cenas que mostravam os animais tentando sobreviver durante a catástrofe foram gravadas, mas eliminadas na última hora. O diretor achou que seria cruel demais mostrá-las.
  • Na fase de produção, o filme se chamava "O planeta de gelo". Isso foi feito, entre outros motivos, para manter o segredo durante a filmagem, para que outros estúdios de cinema que eventualmente também estivessem produzindo filmes sobre o Titanic, não tivessem acesso a detalhes do longa.
  • O orçamento do filme superou em duas vezes o inicialmente previsto, transformando-se no longa mais caro de todos os tempos. A empresa cinematográfica 20th Century Fox, com o intuito de reduzir os custos, se viu obrigada a oferecer participação a outra companhia do ramo, sua concorrente Paramount Pictures. A verdade é que pouca gente acreditou que o filme recuperaria o dinheiro investido.
  • O vestido de Kate Winslet foi criado para ficar bonito tanto seco quanto molhado.
  • A cena em que Jack pinta o retrato de Rose nua (outra passagem clássica) foi gravada no primeiro dia de filmagens. O diretor precisava de emoções sinceras e de timidez por parte dos atores, que até então não se conheciam direito. Mas Winslet foi além: antes da rodagem, na hora de conhecer o colega de trabalho, a atriz mostrou os seios a DiCaprio, já que sabia o que a cena exigia. Ela fez isso para que o então jovem ator não ficasse exageradamente tímido.
  • Na mesma cena, Jack diz: "Deite na cama... digo, no sofá". Foi um erro, ele precisava mencionar apenas o sofá. Mas a equipe decidiu não refilmar, mantendo a cena na montagem final.
  • Alguns momentos do filme são baseados em lembranças de passageiros sobreviventes. Por exemplo, a cena em que um homem coloca duas meninas no bote salva-vidas e diz "É só por um tempo" foi feita com base na história contada por uma das jovens que sobreviveram.
  • Cameron queria que seus personagens fossem totalmente fictícios, mas depois de terminar o roteiro ele ficou sabendo que havia um passageiro a bordo chamado J. Dawson. Sim, J. Dawson existiu. E, por pura coincidência, o nome do personagem de DiCaprio era Jack Dawson.
  • Os fãs do filme já discutiram inúmeras vezes se Jack caberia sobre o pedaço de madeira junto com Rose, para salvar sua vida. Estudantes do Reino Unido fizeram uma experiência e comprovaram que o personagem de DiCaprio teria todas as chances. Este tipo de discussão deixam Cameron irritado, e ele afirma que "a página 147 do roteiro diz que Jack morre. Simples assim".
  • Segundo o diretor, se Jack sobrevivesse, o filme teria sido totalmente diferente. Sem falar que o longa é uma história sobre perda, e a morte do personagem principal era fundamental para tal objetivo.
  • O pedaço de madeira que salvou a vida de Rose é uma cópia exata de um resto do naufrágio encontrado no mar após a tragédia. Hoje ele está exposto num museu da cidade de Halifax, Canadá.
Imagem de capa 20th Century Fox
----
16k