19 Famosos que interpretaram os mesmos personagens, mas o fizeram de maneiras distintas

No mundo do cinema existem papéis tão disputados que os atores de fato formam uma fila na expectativa de consegui-los. Por exemplo, para o papel de Mulan, os cineastas percorreram cinco países e analisaram cerca de 1.000 atrizes para encontrar uma que atendesse a todas as exigências. O papel de Batman, como sabemos, foi desempenhado por várias celebridades e Robert Pattinson, que foi recentemente escalado, terá uma tarefa realmente difícil: a de mostrar algo novo do super-herói já bem conhecido e manter o espectador atento. Porém, as características de qualquer personagem podem ser reveladas a partir de um lado incomum.

Nós, do Incrível.club, comparamos os atores que desempenharam o mesmo papel. Para alguns, esse trabalho se tornou um grande sucesso, enquanto outros, fracassaram. No final do artigo, revelamos aos nossos leitores como os cineastas transformaram um vilão canônico em um herói de homem de coração puro.

Princesa Diana: Genevieve O’Reilly — Emma Corrin

Genevieve O’Reilly estrelou o documentário Diana: Last Days of a Princess. Seu desempenho foi tão crível que os espectadores não prestaram atenção à pouca semelhança entre a atriz e a princesa. O’Reilly confessou quase ter recusado o papel, pois a ideia de interpretar um ícone da época a assustava.

Emma Corrin interpretou a jovem Diana na série The Crown. A semelhança é impressionante! A atriz tentou ao máximo imitar os gestos, posturas e a maneira de falar da princesa. Para alcançar o resultado incrível, ela assistiu a documentários sobre Lady Di e trabalhou com um treinador de sotaques, além de receber a ajuda de sua mãe que é fonoaudióloga.

Dorian Gray: Ben Barnes — Reeve Carney

Ben Barnes interpretou o protagonista no filme O Retrato de Dorian Gray, inspirado no romance homônimo de Oscar Wilde. Lançado em 2009, narra a história de um jovem ingênuo, puro e virtuoso que, no decorrer da trama comete muitos pecados, mas acaba se dando conta do mal que fez e se arrepende. O longa-metragem recebeu críticas ambíguas e muitos descreveram o desempenho de Barnes como frio e sem vida. A avaliação no Rotten Tomatoes não passou de 44%.

Mais um Dorian Gray apareceu na série de TV Penny Dreadful. Reeve Carney interpretou um carismático dândi inglês, eternamente jovem. Ele é atraído por todas as coisas perigosas, então se junta à equipe de heróis ligados ao sobrenatural. Reeve Carney ganhou fama com o papel de Homem-Aranha no musical da Broadway, e ele também é vocalista e líder da banda de rock Carney.

“A única certeza que temos sobre Dorian Gray é que ele tem um rosto bonito, e Reeve Carney se encaixa perfeitamente no papel. Ele também mostra a alma feia do protagonista. Ao se deparar com uma menina com tuberculose, Dorian não sente empatia, mas se diverte com o sofrimento dela”.

Mr. Darcy: Colin Firth — Sam Riley

O famoso romance Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, tem muitas adaptações cinematográficas, mas a minissérie lançada em 1995 foi um verdadeiro sucesso. A cena em que Mr. Darcy (Colin Firth) sai do lago com a camisa branca molhada, foi reconhecida como uma das mais memoráveis na história da TV britânica.

Já Sam Riley, que estrelou a comédia Orgulho e Preconceito e Zumbis, de 2016, nos mostra um personagem diferente da imagem clássica de Mr. Darcy. No filme, o protagonista não é um cavalheiro elegante de maneiras impecáveis, mas um implacável assassino de zumbis que adora lutar. Durante a produção, o filme mudou de diretor três vezes, além de também mudar de atriz principal — Natalie Portman, que chegou a ser anunciada como intérprete da protagonista Elizabeth Bennet, declinou do projeto, sendo finalmente substituída por Lily James.

“Todo o elenco teve aulas de equitação, treinamento com espadas de samurai, um pouco de kung-fu e exercitamos o sotaque. Mas quando se trata de filmes de baixo orçamento, é preciso aprender muitas coisas rapidamente. Imagino que ninguém mais queira ver uma produção de Orgulho e Preconceito, mas nesse filme, tive a possibilidade de interpretar o Mr. Darcy e, simultaneamente, satisfazer minha ambição de ser um herói de ação.”

Milady: Milla Jovovich — Eva Green

O filme Os Três Mosqueteiros, dirigido por Paul Anderson, foi lançado em 2011. Aliás, Anderson é marido de Milla Jovovich e também o diretor da sequência Resident Evil. O elenco de Os Três Mosqueteiros conta com a participação de Orlando Bloom e Luke Evans, mas o longa foi um fracasso nas bilheterias. Milla Jovovich, que retratou Milady, ficou tão chateada que acusou Summit Entertainment de má divulgação. Porém, os críticos foram impiedosos, alegaram que o filme não demonstra o respeito ou, pelo menos, um interesse por história e literatura, e compararam as cenas de luta com adaptações de filmes de ação de Hong Kong.

Recentemente, a produtora francesa Pathé Films anunciou que uma nova adaptação do romance Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas, começará a ser filmada ainda no verão de 2021. O filme terá duas partes:Três Mosqueteiros — D’ArtagnanTrês Mosqueteiros — Milady, e esse personagem será interpretado pela atriz Eva Green, conhecida por sua participação na série de TV Penny Dreadful. O produtor do filme, Dimitri Rassam, admitiu que fazer uma adaptação cinematográfica da famosa obra literária sempre foi o seu sonho.

“Nossa responsabilidade é manter o espírito do romance, assim como oferecer para o público atual uma saga cinematográfica emocionante e autêntica”.

Batman: Christian Bale — Robert Pattinson

O famoso super-herói foi interpretado por Christian Bale, no filme de 2005, Batman Begins. O ator conquistou o amor do público e o respeito da crítica, porém, no novo filme do super-herói, o protagonista será interpretado por Robert Pattinson.

Pattinson entende que para as filmagens, ele precisa ficar mais musculoso. O ator confessou que no set de Crepúsculo, lhe pediram para tirar a camiseta, esperando ver um corpo atlético e, logo em seguida, lhe disseram para colocá-la novamente. Pattinson foi questionado sobre como se sente no papel que já foi desempenhado por outros grandes atores.

“Acho interessante quando muito já foi dito sobre um personagem. Eu me pergunto se tem uma brecha. Já houve uma versão do personagem mais leve e outra mais sombria, será que existe algo que eu possa mostrar? A história do Batman faz parte de uma enorme herança cultural, esperada por milhares de fãs muito antes de ser lançada. Isso me anima.”

Sonya Blade: Bridgette Wilson — Jessica McNamee

Em 1995, Bridgette Wilson interpretou Sonya Blade na primeira adaptação do videogame homônimo Mortal Kombat. As cenas de ação e luta no filme foram executadas pela própria atriz. A produção recebeu críticas ambíguas, mas conquistou o carinho das crianças e adolescentes dos anos 90, e hoje é considerada um dos melhores exemplos de adaptações cinematográficas de videogames em todo o mundo.

Parece que a nova adaptação de 2021 segue o destino do filme de 1995. Apesar de arrecadar 10 milhões de dólares na bilheteria mundial só no primeiro fim de semana, o longa gerou reações mistas. Os críticos destacaram que a produção é voltada para um público específico: os fãs, e repreenderam o enredo fraco e a revelação insuficiente dos personagens. Porém, vale a pena observar o confronto entre Sonya e o mercenário Kano. Nessa versão Sonya é interpretada por Jessica McNamee. A atriz não pratica Artes Marciais, mas na tela demonstra muita confiança.

Tarzan: Christopher Lambert — Alexander Skarsgård

Christopher Lambert permanece na memória do público como Connor MacLeod, da saga Highlander, e os fãs de Mortal Kombat o amam pelo papel de Rayden. Mas o ator ficou muito conhecido e famoso por interpretar o protagonista na produção Greystoke — A Lenda de Tarzan, O Rei da Selva, dirigido por Hugh Hudson. O longa foi aclamado pelo público e pelos críticos, um dos quais escreveu: “Ficarei muito surpreso se neste ano aparecer um filme melhor que Greystoke”.

Todos os filmes sobre Tarzan geralmente contam como o personagem cresceu na selva e conheceu Jane. Mas desta vez os roteiristas tomaram um caminho diferente. No filme A Lenda de Tarzan, Alexander Skarsgård interpretou o personagem maduro, que se tornou um verdadeiro cavalheiro. Porém, ao voltar para a selva onde servirá como um emissário do Parlamento britânico, Lord Greystoke precisará se lembrar de quem realmente é.

Odin: Anthony Hopkins — Ian McShane

Anthony Hopkins desempenhou o papel do duro, porém justo deus Odin, no Universo Marvel. No entanto, Odin trata os humanos como meros mortais e claramente não aprova a paixão de seu filho Thor pela personagem de Natalie Portman.

premiado ator britânico Ian McShane interpretou o Mr. Wednesday na série American Gods. O personagem é Odin na adaptação cinematográfica dos livros de Neil Gaiman. Segundo o enredo, os deuses “antigos” e “novos” (como Mídia e Globalização) estão em guerra, e os homens, por força de Odin, acabam de ser envolvidos nela.

A Rainha Má: Julia Roberts — Lana Parrilla

Na comédia Espelho, Espelho Meu a Rainha Má é interpretada por Julia Roberts. A atriz foi a primeira do elenco a ser aprovada pelo diretor Tarsem Singh, que decidiu mostrar uma monarca mais insegura do que má. Vale a pena destacar que o filme foi indicado ao Oscar de Melhor Figurino. Todos os trajes foram criados pela figurinista japonesa Eiko Ishioka.

Lana Parrilla desempenhou a mesma personagem na série de TV Once Upon a Time e, nesse caso, a personalidade da vilã é profunda e bem descrita. Ao contrário do conto de fadas, Regina (a Rainha Má) realmente tem motivos para se vingar de Branca de Neve e devido à dramática história de fundo, muitos fãs passaram a amar a personagem de Parrilla. Por seu desempenho, a atriz ganhou o prêmio de TV Guide Awards na categoria ’Vilão Favorito’ e alguns outros prêmios.

Heathcliff: Timothy Dalton — Ralph Fiennes

O romance O morro dos ventos uivantes, de Emily Brontë foi adaptado ao cinema inúmeras vezes. O jovem Timothy Dalton estrelou o filme de 1970. O longa não tem pretensões hollywoodianas, e a personalidade do personagem é mais fiel às características descritas no livro.

Em 1992, o romance ganhou uma nova adaptação cinematográfica com Ralph Fiennes como o protagonista. Atualmente, o ator é conhecido pelo personagem Lord Voldemort na franquia Harry Potter. Mas a estreia de Fiennes no cinema que marcou um bom início de sua carreira, se deu com o papel de Heathcliff.

Mulan: Jamie Chung — Liu Yifei

Jamie Chung deu vida à Mulan na série de TV Once Upon a Time e isso aconteceu antes de os espectadores conhecerem a personagem da adaptação da Disney, em 2020.

Os estúdios Disney exigiram que a atriz a interpretar Mulan falasse inglês fluente e tivesse conhecimento em Artes Marciais. Liu Yifei foi escolhida entre milhares de candidatas. No site Rotten Tomatoes, da parte dos críticos, o longa recebeu 72% de avaliação positiva. Muitos relataram que a história poderia ter sido mostrada com mais profundidade, mas o filme tem uma fotografia maravilhosa. Um total de 52% dos espectadores o avaliaram positivamente.

Thor: Chris Hemsworth — David Stakston

Ao longo da franquia da Marvel, o Deus do Trovão, vivido por Chris Hemsworth, passa por grandes mudanças. No início, é o príncipe de Asgard um tanto arrogante, porém simples. No filme Thor: Ragnarok, demonstra seu humor e engenhosidade, e no blockbuster Vingadores: Ultimato, o personagem ganha peso e deixa o cabelo e a barba crescerem de maneira desleixada.

E há um jovem Thor, interpretado por David Stakston, na série Ragnarok, de 2020. Trata-se de uma ficção científica e fantasia da Netflix, inspirada na mitologia nórdica. Os acontecimentos da série se dão na pequena cidade norueguesa de Edda, envenenada pela poluição industrial, o que provoca mudanças climáticas. No desespero para tentar impedir uma catástrofe ecológica, o adolescente tímido Magne Seier se surpreende ao saber que ele é, de fato, a encarnação de Thor.

Loki: Tom Hiddleston — Jonas Gravli

Tom Hiddleston no papel de Loki cativou o público. O exército de seus fãs não é menor que o de Thor. Por isso, em junho de 2021, foi lançada uma série do vilão.

E no seriado Ragnarok há um personagem, Laurits Seier, que é o próprio Loki. Embora não explicitamente declarado, há muitos sinais indiretos: ele é irmão de Thor, tem um caráter lúdico e provocativo. Basta olhar para as expressões faciais de Jonas Gravli. A propósito, a série foi comparada Crepúsculo e tem 81% de avaliação positiva no site Rotten Tomatoes.

Helena de Troia: Sienna Guillory — Diane Kruger

Em 2004, estreou o filme Troia com Brad Pitt, Eric Bana e Orlando Bloom. O longa fez sucesso nas bilheterias e foi indicado ao Oscar. O papel da lendária beldade foi para Diane Kruger. A atriz mostrou na tela a tragédia de uma mulher que vê seu amado e sua cidade inteira perecerem por sua causa.

Um ano antes, foi lançada a minissérie Helena de Troia com Sienna Guillory no papel principal. A série foi destinada a um público cujo interesse fora desperto pelo iminente lançamento de Troia e contou com um orçamento relativamente baixo. Os capítulos narram a história da vida de Helena e revelam alguns fatos não mencionados no filme, por exemplo, que uma vez ela foi raptada pelo herói Teseu.

Hércules: Kevin Sorbo — Dwayne Johnson

Muitos cresceram assistindo à série Hércules, estrelada por Kevin Sorbo. É de se esperar que todos os outros atores que desempenharam o mesmo papel sejam comparados a ele. A série mostra o personagem despreocupado que viaja o mundo na companhia de Iolaus, seu melhor amigo, usando toda sua força para proteger pessoas comuns.

Em 2014, foi lançado Hércules, dirigido por Brett Ratner e estrelado por Dwayne Johnson. No filme, vemos um herói diferente. Após ter perdido toda a sua família, ele se junta a um grupo de homens e luta como mercenário até ser convidado para treinar o exército de um rei. Tendo sido enganado por um monarca, Hércules se vê desencorajado, mas seus amigos o ajudam a reconquistar sua fé.

A produção recebeu críticas ambíguas, porém, o sentimento geral era de que o filme foi uma agradável surpresa.

“Hércules se apoia em dois pilares: Brett Ratner atrás das câmeras e Dwayne Johnson mostrando seus músculos na tela. É isso o que qualquer pessoa sensata que leia esta descrição pode esperar do filme”

Mina: Winona Ryder / Eva Green + Olivia Llewellyn

No filme Drácula de Bram Stoker lançado em 1992 a encantadora jovem que se tornou o objeto do interesse do Conde Drácula foi interpretada por Winona Ryder. O enredo do longa não é tão simples, pois Drácula acredita que Mina é a reencarnação de sua falecida esposa Elisabeth. E Mina também tem sentimentos amorosos pelo vampiro.

“O que me atraiu no roteiro é o fato de ser uma história de amor muito emocionante, não realmente o que se pensa ao lembrar da história de Drácula. Mina, como muitas moças no final do século XIX, tem a sensualidade reprimida. Tudo indica a repressão das mulheres daquela época, por exemplo, como esses espartilhos as obrigavam a se mover. Expressar paixão era uma aberração.”

No romance de Bram Stoker, Mina tinha uma amiga, Lucy, que Drácula transformou em vampira. Na série Penny Dreadful, o papel de Mina é desempenhado por Olivia Llewellyn. A personagem é a amiga de infância da protagonista Vanessa Ives, interpretada por Eva Green. Mina se torna a primeira vítima de Drácula sendo transformada em vampira, mas não por vontade própria. Através dela, Drácula tenta chegar até Vanessa. Na verdade, aqui está escondida uma reviravolta: a Mina da série é a Lucy do livro, e a verdadeira Mina é Vanessa, a protagonista.

Drácula: Luke Evans — Claes Bang

O Conde Drácula já foi retratado na tela inúmeras vezes e sempre como um vilão. Mas o personagem de Luke Evans no filme Drácula — A História Nunca Contada, de 2014, conta a história de um herói nobre e de coração puro que sacrificou sua vida humana e se tornou um vampiro para proteger seu país e sua família.

Já a série de TV Drácula segue muito de perto o enredo do romance de Bram Stoker. Nessa adaptação, o Drácula interpretado por Claes Bang não tem nobreza. Ele é um sádico, um terrível e impiedoso inimigo da raça humana.

Joffrey de Peyrac: Robert Hossein — Gérard Lanvin

Na sequência de filmes sobre a personagem Angélica, o conde Joffrey de Peyrac, interpretado por Robert Hossein, tornou-se um personagem verdadeiramente icônico. E mesmo as cicatrizes no rosto não o impediram de se tornar um sonho para muitas mulheres que assistiram às suas aventuras.

A nova adaptação cinematográfica do romance de Anne e Serge Golon, lançada em 2013, não conseguiu o mesmo sucesso: os críticos ficaram insatisfeitos com absolutamente tudo, e o novo conde de Peyrac não conquistou os corações das espectadoras.

Bella: Kristen Stewart — Jenn Proske

O destino da protagonista Bella Swan, de Crepúsculo, interpretada por Kristen Stewart, foi tão atraente para centenas de milhares de garotas, que o filme se tornou o DVD mais vendido em 2009. Nem os relatos negativos dos espectadores, que avaliaram a adaptação do romance de Stephenie Meyer com 49%, mudaram a opinião dos fãs da saga.

No entanto, a comédia Os Vampiros que se Mordam, que parodia a saga Crepúsculo, teve ainda menos sucesso. A avaliação do filme é de apenas 4%, embora os críticos tenham destacado a atuação de Jenn Proske, que retratou perfeitamente o comportamento de Bella Swan.

Na sua opinião, qual desses atores se encaixa melhor em um determinado papel? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar este artigo