Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

16 Dados sobre filmes que surpreenderão até os cinéfilos

Durante a produção de filmes, sempre acontecem coisas que ficarão para sempre na memória de quem as vivenciou por trás das câmeras.

Por isso, o Incrível.club resolveu reunir algumas histórias e abrir a você as portas do cinema, só que pelo lado de dentro.

  • A dança "nacional" grega sirtaki nem sequer existia até ser inventada durante a gravação do filme "Zorba, o Grego", de 1964. A melodia foi composta especialmente para o filme pelo compositor grego Mikis Theodorakis, enquanto a dança foi invenção do ator Anthony Quinn. Pouco antes de a cena ser rodada, o famoso ator quebrou uma perna e mal conseguia ficar de pé. Assim, o resultado foi uma dança com movimentos um tanto incomuns.

  • No fim do filme "Taxi", alguém diz ao motorista do Mercedes Benz a seguinte frase: "Bem, os bárbaros continuam dirigindo tratores?" A empresa automotiva processou os criadores do longa e ganhou 2 milhões de dólares como indenização.

  • A roupa de cor amarela do terno usado pelo protagonista de Jim Carrey no filme "O Máscara" foi criada pelos figurinistas a pedido do próprio ator. Com isso, Carrey queria homenagear sua mãe, que muito tempo antes costurou com as próprias mãos uma roupa parecida para que o filho usasse em seu primeiro teste.

  • Durante as filmagens sob a água do filme "Gravidade", o diretor da obra, Alfonso Cuaron, prendeu a respiração junto com Sandra Bullock para determinar se aquela seria uma exigência forte demais para a atriz. Rapidamente, Cuaron percebeu que sua capacidade pulmonar era muito menor que a de Bullock.

  • O diretor Christopher Nolan não gosta de usar muitos efeitos especiais. Lembra da cena do filme "A Origem" que mostra um corredor girando? Aquilo foi filmado praticamente sem efeitos especiais: foi construído um cenário gigante que pesava 70 toneladas e custou 5 milhões de dólares.

  • Para as filmagens de "Clube da Luta", Brad Pitt procurou um dentista e pediu que quebrasse parte de seu dente. O ator achava que esse detalhe combinava perfeitamente com o caráter de seu personagem.

  • No filme "Uma Linda Mulher", o próprio Richard Gere compôs uma canção e a tocou ao piano.

  • No filme "La La Land - Cantando Estações", Ryan Gosling também toca em todas as obras musicais. Durante vários meses, especialmente para o longa, o ator estudou piano e conseguiu interpretar com louvor todas as canções do filme.

  • A contagem regressiva que sempre precede o lançamento de foguetes espaciais não foi inventada por astronautas, e sim por cineastas! Tudo começou em 1929, com a filmagem de "A Mulher na Lua". Era uma espécie de truque para dramatizar a situação e aumentar a tensão. Anos depois, o mesmo passou a ser feito durante o lançamento de foguetes de verdade.

  • Na terceira temporada de "Sherlock" aparecem os pais dos irmãos Holmes. Seus papéis foram interpretados pelos pais do ator Benedict Cumberbatch, Timothy Carlton e Wanda Ventham.

  • Quentin Tarantino e Robert Rodriguez são velhos amigos que frequentemente trabalham juntos na criação de suas obras. Do ponto de vista econômico, contudo, o acordo entre eles não deu muito certo. Por exemplo, pela música do filme "Kill Bill", Tarantino pagou apenas um dólar a Robert. Este devolveu a "gentileza" pagando apenas um dólar pela participação de Tarantino como diretor convidado em "Sin City - A Cidade do Pecado".
  • No filme "Matrix", é possível observar um interessante "ovo de Páscoa": o número do quarto de Neo é o 101. É o mesmo onde, no impactante livro "1984", de George Orwell, as pessoas eram torturadas e finalmente começavam a acreditar em algo que não era certo.

  • Antes da rodagem do filme "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban", o diretor Alfonso Cuarón pediu que Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint escrevessem em primeira pessoa um texto sobre seus personagens. Rupert se negou a cumprir a tarefa, dizendo que "Ron nunca faria aquilo".
  • No filme "Pulp Fiction - Tempo de Violência", a cena da injeção de adrenalina no coração de Mia Wallace foi filmada da seguinte forma: primeiro, a seringa foi colocada no peito de Uma Thurman enquanto ela estava no chão, e depois John Travolta retirou-a. Em seguida, a cena foi reproduzida de trás para frente. A técnica foi usada com o objetivo de fazer parecer que a agulha acertou em cheio o lugar correto. Fazer isso filmando da forma tradicional seria muito complicado.
  • Durante a filmagem de "O Poderoso Chefão", uma cabeça de cavalo de verdade foi usada em uma das cenas. E o gato do filme foi apanhado por acaso perto do set de gravação. O genial Marlon Brando convenceu o diretor a usar o animal na produção.

  • Para interpretar seu papel no filme "Náufrago", Tom Hanks precisou perder 20 quilos. As filmagens foram interrompidas por um ano, para que o ator tivesse tempo de emagrecer e deixar crescer a longa barba que vimos no cinema.

Imagem de capa New Line Cinema