13 Personagens interpretados por diferentes atores e atrizes que não conseguimos deixar de comparar

Existem personagens que devido à grande popularidade, frequentemente retornam às telas do cinema, porém, interpretados por diferentes atores e atrizes. Isso estimula o espectador a tecer comparações e a debater preferências.

Nós, do Incrível.club, não resistimos e comparamos 13 personagens interpretados por atores diferentes.

Branca de Neve

Nas últimas décadas, os cineastas retrataram a princesa Branca de Neve sob vários aspectos. Por exemplo, na série de TV O Décimo Reinado, lançada em 2000, o espectador se depara com uma Branca de Neve adulta, interpretada por Camryn Manheim. Na série, ela é a avó do príncipe transformado em cachorro por uma feiticeira malvada.

A série Era uma vez, de 2010, traz uma Branca de Neve moderna, mãe, que para salvar a família se vê obrigada a abandonar o mundo dos contos de fadas.

No filme Branca de Neve e o Caçador, de 2012, Kristen Stewart apresenta uma menina militante que não nutre falsas ilusões sobre a bondade do mundo e resiste habilmente à madrasta malvada.

Cinderela

A história da Cinderela já foi parar nas telas dezenas de vezes e a menina órfã sempre é interpretada por atrizes de renome. Em meados do século passado, foi lançado um musical, no qual Julie Andrews desempenhou o papel principal. O New York Times classificou o desempenho da atriz como “hipnotizante”.

Em 1998, recontaram o conto de fadas de uma maneira nova em Para Sempre Cinderela. No filme, a heroína, interpretada por Drew Barrymore, segundo os críticos, revelou-se ativa e forte, ao contrário da original sonhadora.

A dona dos sapatos de cristal também se fez presente, em 2014, no musical Caminhos da Floresta, interpretada por Anna Kendrick. Nessa versão, temos uma Cinderela sensata, que enxerga o mundo de forma realista e rapidamente percebe que seu príncipe não é um sinônimo de perfeição.

Drácula

Muitas pessoas não se lembram de Christopher Lee como Drácula, mas seu personagem influenciou a imagem do vampiro na cultura popular. Foi depois do filme O Vampiro da Noite, de 1958, que esses seres sobrenaturais passaram a ser retratados com longos caninos.

Em 2013, foi lançada uma série baseada no romance de Bram Stoker, na qual o famoso vampiro foi interpretado por Jonathan Rhys Meyers. Muitos espectadores notaram que, apesar da livre adaptação da obra original, o personagem Drácula é o mais próximo possível do convencional.

Em 2020, os cineastas nos revelaram uma nova versão do personagem com a interpretação de Claes Bang. Os internautas o classificaram como intimidante e adorável. Os criadores decidiram diluir a história sombria trazendo um pouco de humor para essa adaptação.

Irene Adler

Irene Adler apareceu em apenas um conto de Arthur Conan Doyle, mas se tornou um de seus personagens mais memoráveis. No longa-metragem Sherlock Holmes, foi interpretada por Rachel McAdams. Os criadores do filme procuraram retratá-la como uma femme fatale que recorre aos encantos femininos para alcançar seus objetivos.

Na minissérie Sherlock, da BBC, temos Irene Adler interpretada por Lara Pulver. Ela é notavelmente inferior em recursos à sua versão escrita. Na minissérie, a heroína é uma perdedora, pois nunca vence o personagem principal.

Essa mesma personagem, interpretada por Natalie Dormer na série de TV Elementaríssimo, parece uma referência. Nessa série a heroína é apresentada da mesma forma que no livro de Conan Doyle: uma mulher tão inteligente que pode se opor a Sherlock.

Zorro

Na série Zorro da Disney, de meados do século passado, Guy Williams é quem interpreta o esquivo herói mascarado. Até hoje, para muitos telespectadores, esse ator é o responsável pela melhor adaptação do personagem para as telas.

O público também se apaixonou pelo Zorro de Alain Delon, no filme de 1975, embora para alguns, o francês tenha carregado demais no personagem. Como Delon era considerado o ator mais bonito na ocasião, essas reações do público eram mais que esperadas.

Em 1998, o esperto aventureiro ganha a interpretação de Antonio Banderas em A Máscara do Zorro. No filme, ele é apresentado como o sucessor de um já envelhecido Zorro. A atuação recebeu boas críticas e o ator foi indicado ao Globo de Ouro.

Carrie

Sissy Spacek foi a primeira atriz a interpretar Carrie, a heroína da telecinesia do romance de Stephen King. O filme Carrie, a Estranha, de 1976 tornou-se um clássico do terror e mostra ao público como uma colegial comum pode ser muito assustadora.

Em 2002, foi lançada outra versão com o mesmo nome, em que Carrie, interpretada por Angela Bettis, acaba se revelando mais comovente e os criadores, ao perceberem isso, resolvem mudar o final.

No filme Carrie, a Estranha, lançado em 2013, Carrie é interpretada por Chloë Grace Moretz. O público considerou a adaptação ridícula. Para muitos, a bela Chloe simplesmente não se encaixa na imagem de uma excluída.

Scrooge

O personagem principal da famosa história de Natal escrita por Charles Dickens, é Scrooge, um velho rabugento que muda sua forma de enxergar a vida após um encontro com espíritos, na véspera do feriado de natal. No filme O Natal dos Muppets, de 1992, quem o interpretou foi Michael Caine.

O filme O Homem Que Inventou o Natal, de 2017, é uma biografia do próprio Dickens. Segundo a trama, o escritor encontra Scrooge na vida real, e esse fato é que inspira Dickens a criar sua obra. Nessa produção, Christopher Plummer faz o papel de Scrooge.

Na minissérie A Christmas Carol, de 2019, os criadores optaram por uma história sombria para adultos e não um conto de fadas infantil. Nela, o Scrooge interpretado por Guy Pearce, revela-se ambíguo e dramático.

Vincent van Gogh

O aclamado diretor Martin Scorsese decidiu interpretar o lendário artista pós-impressionista no filme japonês de 1990, Sonhos, dirigido por Akira Kurosawa, que compreende várias histórias.

Na série Doctor Who é possível ver muitas figuras históricas. Os criadores não esqueceram de Van Gogh, interpretado pelo ator Tony Curran.

Em 2018, o filme No Portal da Eternidade, dedicado à vida do artista, contou com Willem Dafoe no papel do pintor. A atuação rendeu ao ator uma indicação ao Oscar.

Hércules

O famoso herói da mitologia grega é interpretado por Arnold Schwarzenegger no filme Hercules in New York, de 1970. Esse foi o primeiro grande papel do ator no cinema. A produção é uma comédia, e o Hércules interpretado por Arnold conseguiu fazer o público rir.

A minissérie Hércules, de 2005, protagonizada por Paul Telfer, mostra a transformação de um jovem desajeitado e ingênuo, em um homem engenhoso e gentil.

Em 2014, Dwayne Johnson ganhou destaque no longa-metragem Hércules que apresenta a vida de um herói maduro após suas famosas façanhas, e o personagem impressiona bastante.

Lady Hamilton

No filme Lady Hamilton, a Divina Dama, de 1941, a personagem é interpretada por Vivien Leigh. As publicações especializadas escreveram que a atriz estava adorável e conseguia transmitir toda a magia de Emma Hamilton. Até hoje, essa versão do personagem é considerada uma referência.

Na versão francesa de 1968, Michèle Mercier interpreta a mesma personagem e não convence o público. Muitos comentaram que a personagem Angélica, vivida pela atriz antes, ainda se faz presente na interpretação de Lady Hamilton.

No filme Legado de um Herói, de 1973, é Glenda Jackson quem interpreta a heroína e a julgar pela reação da mídia, foi um fracasso. As publicações criticaram duramente seu trabalho, classificando a atuação como exagerada.

Nikola Tesla

O notável inventor é vivido por David Bowie no filme de 2006, O Grande Truque. Ele é um homem maduro que ajuda um dos principais personagens-ilusionistas a preparar um ato inusitado.

Em 2017, é apresentado ao público A Batalha das Correntes que descreve o confronto entre Edison e Westinghouse. No filme, Nicola Tesla é descrito como um jovem entusiasmado que começa a trabalhar com Edison. O papel do herói é desempenhado por Nicholas Hoult.

Já no filme Tesla, de 2020, a trama também trata da interação entre Nikola Tesla e Edison, mas os criadores não ignoraram a vida pessoal do cientista. O personagem interpretado por Ethan Hawke não é um gênio frio e independente, mas uma pessoa comum, cheia de emoções.

Capitão Gancho

O perigoso pirata interpretado por Dustin Hoffman no filme Hook, a Volta do Capitão Gancho, de 1991 acabou se revelando um sucesso: o personagem é bastante fiel à descrição do livro. Existem apenas algumas diferenças na aparência: por exemplo, ele usa o gancho na mão esquerda e não na direita.

O pirata interpretado por Jason Isaacs no filme Peter Pan, lançado 12 anos depois, traz um personagem mais complexo e denso. Suas atrocidades são ditadas por sentimentos ambíguos que nutre em relação às crianças que o atormentaram.

Na série de 2010, Era Uma Vez, Hook é representado por Colin O’Donoghue, e aqui vemos o lado romântico do personagem. Segundo a trama, ele se apaixona duas vezes e constitui família.

Heathcliff

O romance de Emily Bronte, “O Morro dos Ventos Uivantes”, foi filmado mais de uma vez. Na versão de 1992, um dos personagens principais, chamado Heathcliff, é interpretado por Ralph Fiennes. Ele passa a imagem verdadeiramente sinistra de alguém que está possuído por outra pessoa, e sua atuação deixa o personagem próximo ao original.

Na adaptação para o cinema, de 2009, destacamos a atuação de Tom Hardy. Seu Heathcliff acaba se revelando encantador e deixou o público indignado. Afinal, esse é o personagem com o qual não devemos nos solidarizar.

Em 2011, o público pôde admirar a interpretação de James Howson. Alguns espectadores relataram que essa adaptação para o cinema os fez finalmente mergulhar em vidas reais, com personagens que de fato pareciam existir.

Dos personagens que você viu interpretados por diferentes atores, qual atuação foi a melhor, na sua opinião? Deixe suas impressões nos comentários!

Compartilhar este artigo