Incrível
Incrível

13 Personagens cinematográficos que parecem ser perfeitos, mas no fundo não são

O público geralmente simpatiza com os personagens carismáticos, independentemente de suas ações serem moralmente corretas. Por exemplo, Loki do Universo Cinematográfico Marvel. De acordo com a trama, ele não é nada “bonzinho”, mas é tão cativante que muitos se apaixonaram por ele em vez de Thor.

Nós, do Incrível.club, analisamos filmes e séries populares e questionamos se no fundo os personagens considerados benévolos realmente merecem ser assim chamados.

Jane, Jane Eyre

Jane Eyre é uma das histórias de amor mais famosas e populares do Planeta. Todos têm pena da pobre Jane e admira sua inocência. No entanto, por causa de seu próprio orgulho, a garota deixou seu amado, que estava disposto a qualquer coisa por ela. E após a súbita riqueza, Jane abandonou seus princípios.

Completamente egoísta, ela destruiu não apenas sua própria vida, mas a de todos os habitantes da casa. E somente graças a uma série de casualidades que todos sobreviveram e a história terminou bem.

  • Passei por “adoro” para “não suporto”. O Sr. Rochester é rico, educado, profundo e interessante. Jane é insignificante e de baixo status social. Ela o abandona e, quando de repente fica rica, decide “salvá-lo” para satisfazer seu próprio ego. © Feifei Wang / Quora

Elizabeth, Piratas do Caribe

Uma mulher mimada que cresceu na riqueza e no luxo. Mas seu temperamento está longe de ser fácil. Ela estava acostumada a ter todos à sua volta atendendo às suas vontades. Elizabeth Swann tentou mandar em Jack Sparrow, Will Turner e em outros piratas. Além disso, ela ignorou os conselhos e comandos.

Quando suas ordens não eram seguidas, ela se tornava impiedosa e, por bem ou por mal, conseguia o que queria. Conhecendo os sentimentos de Jack, ela o beijou e ao mesmo tempo o algemou ao navio, praticamente deixando-o à mercê da própria sorte.

Elizabeth efetivamente arruinou a vida do capitão Norrington e trouxe muitos problemas a Will. Ela constantemente se aproveitava dos outros e não se envergonhava disso.

Susan, Desperate Housewives

Para muitos espectadores, a maneira desajeitada de Susan Mayer não é nada engraçada. Fingindo ser inocente, ela sempre tentava alcançar seus objetivos egoístas. Claro, os outros personagens também são carismáticos, mas Susan, ao contrário, por exemplo, de Gabrielle, fingia ser uma santa inocente.

Ela tentou afastar Mike de Katherine e interferiu na vida privada de seus amigos. Os internautas consideram Susan a personagem mais egoísta da série. Ela sempre transferiu seus problemas para os outros: seu marido, amigos, filha. Ao fazer isso, lamentava-se e reclamava constantemente, exigindo ser ajudada.

Allison Cameron, Dr. House

À primeira vista, Allison é perfeita. Uma médica trabalhadora e talentosa, e uma mulher amorosa e boa amiga. No entanto, não hesitou em deixar o marido quando ele teve problemas. Ela também abandonou a equipe e depois retornou, forçando House a procurar um médico substituto. E sem nenhum receio, Allison se intrometia nos assuntos alheios e dava conselhos.

  • Os chamados “princípios” de Cameron são os de uma menina delirante de 8 anos. Seu desejo constante de ser melhor é incrivelmente irritante. Ela vive em uma realidade otimista em que todos sobrevivem e apenas coisas boas acontecem. Ela é de longe a pior personagem que eu já vi, não só em House, mas em geral. © pinelakias / Reddit

Gandalf, O Senhor dos Anéis

De acordo com a trama, Gandalf é um mago sábio, capaz de lidar com praticamente qualquer mal. Mas, apesar disso, os hobbits ao seu redor estão constantemente se metendo em apuros. E não esqueça que foi Gandalf quem duas vezes os enviou em uma jornada perigosa e difícil.

O mago também escondia algumas informações, afinal não há razão para que os meros mortais saibam tudo. E, aparentemente, ele usava seu poder de acordo com sua vontade, já que às vezes aparecia em socorro e outras não. Ao mesmo tempo, ele constantemente resmungava e repreendia a todos: Bilbo, Frodo, Boromir.

Pippin, O Senhor dos Anéis

Pippin embarcou em uma jornada perigosa com os outros para salvar o mundo. Ele às vezes se mostrava um personagem corajoso, como quando salvou Faramir. Mas, ao contrário de Frodo e Sam, ele era mais movido pela curiosidade e sede de aventura do que pelo desejo de ajudar os entes queridos e salvar a humanidade. Pippin e seu amigo Merry também costumavam roubar seus amigos.

E por causa dele, outros personagens foram colocados em perigo várias vezes. Por exemplo, por culpa de Pippin, Gandalf poderia perder sua vida: ao olhar curiosamente em volta, o hobbit deixou cair um esqueleto em um poço profundo, que atraiu os orcs.

Poirot, Agatha Christie’s Poirot

Hercule Poirot é um detetive extremamente inteligente, atencioso e bem-educado (ao contrário de Sherlock Holmes). Mas para alguns leitores e espectadores, isso causa certo incômodo. O detetive nunca gostou de compartilhar suas opiniões, o que colocava aqueles ao seu redor em uma posição desconfortável. Manipulador e arrogante, ele não deixava de zombar de Hastings e intimidar as pessoas.

Há rumores de que a própria Agatha Christie não gostava de Poirot. A escritora não admirava alguns de seus traços de personalidade.

Pooh, O Ursinho Pooh

O gentil e doce ursinho Pooh causa certa inquietação em alguns espectadores. O urso dos contos de fadas claramente não é um modelo a ser seguido. O personagem não se desenvolve, apenas come e aproveita de seus amigos.

Ele faz tudo por um pote de mel, cede às emoções e muitas vezes coloca seu amigo Leitão em situações incômodas. Há inclusive quem acredite que o ursinho tenha algum tipo de transtorno mental.

Bela, A Bela e a Fera

Bela é considerada por alguns a pior princesa da Disney de todos os tempos. Ela não sabia fazer nada, lia ociosamente enquanto os outros trabalhavam e de vez em quando ria do excêntrico pai. Mostrou-se incapaz de seguir as regras e de se comunicar com as pessoas.

Além disso, não está disposta a tudo. Ariel, por exemplo, estava preparada para abrir mão de sua voz. Bela não iria sacrificar seu bem-estar. Ela se mudou para o castelo da Fera apenas porque não teve outra escolha.

Anne, Anne com um E

No início da série, Anne ainda era literalmente uma criança, mas a personagem parecia muito imatura, mesmo para sua idade. Ela fugia de problemas e dificuldades, era constantemente rude e não hesitava em ferir os sentimentos de outras pessoas. Com a idade, a protagonista deveria evoluir e abandonar seus modos infantis. Mas nas últimas temporadas da série, Anne ainda é bastante infantil.

Assane, Lupin

O personagem principal nos é apresentado como um nobre ladrão que habilmente comete roubos, cobre seus rastros e foge da polícia. Ele também ama muito seu filho. E embora não economize em equipamentos para seus atos sombrios, não paga pensão alimentícia regularmente.

Daphne, Bridgerton

Daphne é uma personagem forte, confiante e esperta. No entanto, algumas de suas ações levantaram dúvidas quanto à sua idealidade. Ela não falava diretamente sobre suas próprias queixas, desejos e objetivos, forçando todos ao redor a adivinhar seus pensamentos.

A personagem realmente não se importava com a opinião de Simon, que destacou claramente sua decisão de não querer ter filhos. Mas Daphne manipulou habilmente o marido e alcançou seu objetivo quase à força.

Sansa Stark, Game of Thrones

A filha mais velha de Ned Stark foi criada para ser a futura rainha, e não é de surpreender que ela sonhasse em se casar com um príncipe desde a infância. Mas quando o casamento, para dizer o mínimo, não deu certo, ela mostrou apenas sede por poder e megalomania. Não é à toa que na sétima temporada, Arya acusou sua irmã de usurpação.

Perto do final da série, Sansa vivia descontente. Ela não fazia nada para evitar que John fosse para a Muralha. Exigia a independência do Norte, ciente de que Bran não poderia negar isso a sua irmã. Sansa conseguiu a cobiçada coroa, pela qual ela se comportou com astúcia e mesquinharia.

E quais outros personagens de filmes, desenhos animados ou série pareciam bonzinhos, mas no fundo não eram? Comente!

Incrível/Arte/13 Personagens cinematográficos que parecem ser perfeitos, mas no fundo não são
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos