Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

13 Atores que precisaram interpretar papéis contra a própria vontade

--1-
44k

Parece que, no mundo do cinema, tudo é cor de rosa. A vida dos atores gira em torno de gravações, festas e tapetes vermelhos. Isso os leva diretamente ao Oscar. Mas não podemos esquecer que esse é um trabalho difícil, mesmo que seja muito bem remunerado. E que às vezes os astros têm de atuar em papéis de que não gostam.

O Incrivel.club encontrou 13 casos impressionantes em que as super estrelas tiveram de participar de projetos de forma imposta.

13. Daniel Craig - "007 - Operação Skyfall"

  • Mesmo com um excelente cachê, um personagem tão cultuado e filmes de sucesso nas bilheterias, Craig estava pensando em renunciar de sua participação na franquia. Ele garante que, sonhava em abandonar o filme "desde o momento em que assinou o contrato". O ator aceitou verbalmente os compromissos contratuais, mas tudo ficou em meras palavras. Enfim, nunca saberemos se isso foi apenas um golpe de marketing ou um impulso sincero.

  • Qualificação IMDb (site especializado da Amazon que classifica os filmes de acordo com notas do público) - 7,8.

12. Natalie Portman - "Thor: O Mundo Sombrio"

  • Geralmente, ao aceitar participar de sucessos de bilheteria com super-heróis, os atores assinam o contrato para atuar não em apenas um filme, e sim em várias sequências. Para alguns isso não é um problema, enquanto que outros tentam, de todas as formas possíveis evitá-lo. Isso aconteceu com Natalie Portman: de repente ela parou de gostar do universo das corporações Marvel. Sendo assim, a frieza entre o seu personagem e Thor, que percebemos na telona, pode ser explicada pelo descontentamento real da atriz com o projeto.
  • Qualificação IMDb - 7.

11. Brad Pitt - "Inimigo Íntimo"

  • Qualquer filme precisa de um bom roteiro. Mas, segundo Brad Pitt, uma semana antes do início das filmagens, "Inimigo Íntimo" ainda não tinha um. Brad queria abandonar o projeto, mas não lhe permitiram, alegando que havia uma demanda dos produtores, que teriam sido investidos 63 milhões de dólares e estavam esperando recuperar os investimentos graças aos grandes nomes que compunham a lista de atores. O filme finalmente saiu, mas o astro admitiu publicamente que o resultado deveria ter sido muito melhor.
  • Qualificação IMDb - 6,1.

10. Bill Murray - "Garfield - O Filme"

  • No cado de Bill Murray, ele não prestou atenção quando assinou o contrato. De acordo com ele, decidiu dar voz a Garfield sem ler o roteiro até o fim. Chegou até o nome de Joel Cohen. No entanto, quando começaram a trabalhar ele descobriu que não era um dos famosos diretores irmãos Cohen. Era tarde demais para abandonar o filme e ele teve de cumprir os termos do contrato com desgosto.
  • Qualificação IMDb - 5.

9. Keanu Reeves - "O Observador"

  • É surpreendente, mas imediatamente depois do super sucesso de "Matrix", Reeves fez o papel do assassino em série no thriller "O Observador". Segundo o astro, ele foi enganado. Um amigo falsificou a sua assinatura no contrato e na primeira versão do roteiro teve que interpretar um papel secundário. Como resultado, o ator recebeu por esse papel um indicação para receber a "Framboesa de Ouro", prêmio dado ao que existe de pior na indústria cinematográfica.
  • Qualificação IMDb - 5,3.

8. Sylvester Stallone - "Pare! Senão Mamãe Atira"

  • A experiência com essa comédia falida de Stallone foi provocada não por qualquer um, mas pelo amigo Arnold Schwarzenegger em pessoa. Segundo Arnold ele leu um roteiro horrível e deixou que se espalhassem rumores de que ele estava interessado no papel. Stallone caiu na pegadinha e conseguiu o papel. O filme foi muito criticado e o ator admitiu que lamentava profundamente a sua participação nele.
  • Qualificação IMDb - 4,1.

7. Whoopi Goldberg - "Meu Parceiro É um Dinossauro"

  • Você se lembra de Goldberg em "Ghost: Do Outro Lado da Vida"? Cinco anos depois desse filme tão emocionante e penetrante, fez o papel de uma colega de um dinossauro. As ameaças de aplicação de multas são uma prática bem comum no mundo dos cinemas. E quando Whoopi tentou abandonar um projeto, foi processada em 20 milhões de dólares. A qualificação do filme e o fato de ter saído apelas em VHS falam por sí mesmos.
  • Qualificação IMDb - 2,4.

6. Sean Connery - "A Liga Extraordinária"

  • Connery não teve problemas com os estúdios. Ele mesmo assinou o contrato e gostou do roteiro. Mas um pouco antes ele havia recusado o convite para participar de "Matrix" e "O Senhor dos Anéis". Os criadores do "A Liga Extraordinária" se aprovetaram disso. Ao ator foi prometida uma super produção, mas o jovem Stephen Norrington foi nomeado como diretor do projeto. Sua relação com Connery não foi boa desde o primeiro dia de filmagens (alguns dizem que foi à partir do segundo), mas já era tarde demais para abandonar os sets de filmagens. Como resultado, para ambos profissionais, este filme foi o último de suas carreiras.
  • Qualificação IMDb - 5,8.

5. Edward Norton - "Uma Saída de Mestre"

  • Edward Norton tinha um contrato com o estúdio de cinema e era uma grande estrela quando começaram as produções do filme "Uma Saída de Mestre". Segundo boatos, Norton estava tão somente cumprindo com os termos do contrato. Por isso, criou encrenca com toda a equipe de filmagens e atuou mal intencionalmente. Se você assistir o filme, vai entender que o ator não consegur ator mal, mesmo que queira fazer isso. Pelo menos foi nossa avaliação.
  • Qualificação IMDb - 5,3.

4. Channing Tatum - "G.I. Joe: A Origem de Cobra"

  • Esse é um caso em que o ator não gostava do filme, mas mesmo assim atuou bem. Isso aconteceu com Chenning Tatum, que assinou o contrato com os estúdios Paramount para trabalhar em 3 filmes. "G.I. Joe: A Origem de Cobra" era o último deles e Tatum não queria participar. Sua atuação foi nomeada para o MTV Movie Awards 2010 e o filme foi um sucesso de bilheteria. Depois disso, Tatum começou a receber propostas de projetos mais bem elaborados e caros.
  • Qualificação IMDb - 5,8.

3. Hugh Jackman, Kate Winslet - "Para Maiores"

  • O roteiro deste filme foi reescrito muitas vezes. E o por que dos atores aceitarem a proposta de trabalhar nesse projeto continua sendo um mistério para críticos e espectadores. As filmagens são bem esquisitas e quase nenhum dos atores estava ansioso por atuar com esse roteiro absurdo. Como resultado, os críticos simplesmente destruíram o filme
  • Qualificação IMDb - 4,9.

2. Nicolas Cage - "The Dying of the Light"

  • Cage não trabalhar em "Dying of the Light" arrastado ou à força. Ele cumpria o contrato voluntariamente. Mas antes do filme estrear, o ator e a equipe do filme se opuseram à sua distribuição. Não estavam satisfeitos com as mudanças na ideia original do contrato. Em sinal de protesto, se vestiram com camisetas que traziam uma citação literal do contrato que dizia que não poderiam criticar o filme. Isso não ajudou em nada e o filme foi lançado mesmo assim. As qualificações falam por sí mesmas.
  • Qualificação IMDb - 4,4.

1. Jared Leto - "Esquadrão Suicida"

  • Para Leto, interpretar o papel de Coringa era uma "questão de honra". Como grande fã desse personagem, realmente queria fazê-lo de maneira única e memorável. O ator teve uma autorização para atuar e desenvolver o personagem muito livremente. Foi uma grande decepção quando viu que, no resultado final de "Esquadrão Suicida", seu personagem aparece apenas por 12 minutos na tela. Isso deixou o ator bem chateado e se sentindo enganado. Não se tem a certeza se o personagem um dia terá o seu próprio filme.
  • Qualificação IMDb - 6,2.

Nem todos os atores gostam dos projetos nos quais participaram, mas trabalho é trabalho. E você? Estaria disposto a sacrificar sua reputação trabalhando em algo bem remunerado mas que você não goste? Compartilhe com a gente a resposta nos comentários!

Imagem de capa mgm, warnerbros
--1-
44k