Incrível
Incrível

12 Cenas de filmes que não usaram efeitos digitais, apenas a criatividade dos seus diretores

Muitos filmes, para realizar seus efeitos e cenários, decidem utilizar imagens geradas por computador. Essa decisão, em alguns casos, é tomada para economizar na construção de maquetes e porque muitas das cenas são humanamente impossíveis. Embora essas maravilhas tecnológicas existam, ainda existem produtores que preferem filmar suas cenas à moda antiga.

Nós, do Incrível.club, adoramos cinema, por isso fizemos uma lista de cenas de filmes em que seus criadores preferiram fazer seus próprios efeitos especiais.

1. Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban

O ônibus noturno super veloz que transporta Harry Potter não estava realmente indo a toda velocidade. Para conseguir esse efeito, o veículo estava sendo guiado em velocidade normal e os demais carros estavam indo super devagar; dessa forma, quando a cena é reproduzida, parecia ir muito rapidamente, mas a verdade não era essa.

2. Star Wars: O despertar da força

No filme surge BB8, que é um andróide criado exclusivamente para representar esse personagem, que é gerido remotamente e cumpre várias funções apreciadas ao longo do filme. No total, foram usadas sete unidades BB8 diferentes em toda a filmagem para dar vida a esse androide, criando uma verdadeira integração com os outros personagens.

3. Homem-Aranha (2002)

A cena em que Mary Jane é resgatada por Peter Parker, quando ela escorrega e sua bandeja de comida voa pelo ar, foi filmada 156 vezes. A ideia era mostrar as habilidades sobre-humanas do protagonista, pegando Jane com uma das mãos, antes de cair, e com a outra também resgatando sua comida em um único movimento.

Para conseguir que o ator pudesse pegar a bandeja com tanta destreza, colocaram cola em sua mão, e, embora na tela ele o faça com muita facilidade, foram necessárias dezenas de tentativas.

4. O Senhor dos Anéis: A sociedade do anel

Na saga, os hobbits deviam parecer muito mais baixos, em comparação com Gandalf. Eles usaram uma técnica chamada “perspectiva forçada”, colocando o ator Ian McKellen muito mais próximo da câmera, para torná-lo mais imponente. Além disso, para manter o efeito quando a câmera estivesse em movimento, adicionaram acessórios e decorações para criar a ilusão de ótica.

5. A fantástica fábrica de chocolate (2005)

Para este filme, foram necessários mais de 40 esquilos treinados para se sentar em uma linha de produção. Esses pequenos animais tiveram de abrir nozes e deixá-las cair em uma esteira rolante. Eles foram treinadas todos os dias durante dez semanas, antes do início das filmagens.

6. 007: Cassino Royale

Para recriar o truque do acidente automobilístico do agente 007, o carro foi auxiliado por um canhão de ar atrás do banco do motorista. Isso permitiu que o carro completasse sete voltas completas no ar, e o piloto quebrou um recorde Guinness por tal façanha.

7. Homem de Ferro

Quando Pepper ajuda Tony a substituir seu reator ARC, usaram uma prótese de tórax conectada ao peito do ator. A câmera foi projetada em um ângulo em que a prótese era vista horizontalmente, enquanto Robert Downey Jr. estava sentado na parte de trás. Além disso, colocaram uma luz brilhante sobre a região para esconder as bordas da peça no tórax falso.

8. Batman: O Cavaleiro das Trevas ressurge

Para a cena do sequestro do avião, um EMB-110 sul-africano foi usado para o avião da CIA e um Lockheed C130 Hércules para o dos mercenários de Bane. No final da sequência, o avião da CIA é destruído, e para criar esse efeito a aeronave real foi substituída por uma versão cênica que, com a permissão do governo da Escócia, caiu sobre as montanhas Cairngorm.

9. O Retorno de Mary Poppins

Para fazer a cena em que Mary Poppins e as crianças entram na banheira e desaparecem rapidamente, um toboágua foi instalado no fundo da banheira que levava ao porão, que ficava escondido entre as bolhas de sabão.

10. Mad Max: Estrada da fúria

O fogo que sai da guitarra é real. Para conseguir esse efeito, na parte traseira do instrumento foi instalada uma válvula que tinha um controlador para as chamas a partir da parte central. A guitarra tinha um pedal acorrentado à cintura do ator, e pesava 60 quilos.

11. Esqueceram de mim

A cena em que a cabeça de Harry é queimada com o maçarico foi realizada mediante uma técnica conhecida como “O fantasma de Pepper”. Esta técnica consistiu em colocar dois painéis de vidro em um ângulo de 45 graus, o primeiro voltado para a câmera e o segundo em uma área escura fora da tela com uma cabeça falsa, de forma que o fogo que se vê no ator, na verdade, é o reflexo sobre o vidro.

12. Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban

A cena em que Harry discute com sua tia Marge e aplica um feitiço que a faz inflar e flutuar no ar foi feita com efeitos práticos. Para realizar a cena, foi necessário adaptar os figurinos para inflar e desinflar progressivamente a atriz. Além disso, usaram próteses coladas em seu corpo e bexigas de borracha expansíveis em seu rosto.

Só foi preciso usar efeitos computadorizados para eliminar os cabos que levantavam a personagem, quando a atriz flutuava no ar.

E você, consegue distinguir entre os efeitos reais e os computadorizados? Qual foi o efeito mais impressionante que você já viu em um filme?

Incrível/Arte/12 Cenas de filmes que não usaram efeitos digitais, apenas a criatividade dos seus diretores
Compartilhar este artigo