Incrível
Incrível

11 Casos em que atores e atrizes se recusaram a seguir o roteiro e acabaram melhorando a produção

Quando os atores estão apenas começando as suas carreiras, geralmente seguem o roteiro e as instruções do diretor sem questionar, absorvendo conhecimento e experiência. Mas ao se tornarem famosos, passam a contribuir para o desenvolvimento do personagem, defendendo algumas linhas de história e rejeitando outras. E precisamos admitir que, na maioria das vezes, isso só traz benefícios aos filmes.

Nós, do Incrível.club, descobrimos quais atores questionaram o trabalho dos roteiristas e promoveram suas próprias ideias ao mudar o desenvolvimento da trama, o caráter ou a aparência do personagem.

O Diabo Veste Prada

Meryl Streep insistiu para que fossem acrescentadas algumas cenas ao roteiro que revelassem sua personagem de outros ângulos, que enfatizassem não apenas suas conquistas profissionais e seu caráter difícil. Por exemplo, a versão final do filme inclui a cena em que Andrea entra no quarto de Miranda e a encontra chorando após conversar com seu marido sobre o divórcio. “Eu queria mostrar a Miranda sem sua ’armadura’, sem maquiagem, para que os espectadores a vissem como uma mulher”, revelou a atriz em uma entrevista à revista Variety.

The Witcher

Na segunda temporada, Geralt descobre que sua amada, que ele considerava falecida, ainda está viva. O ator Henry Cavill, que desempenha o protagonista, revelou em uma entrevista que, junto com Anya Chalotra, a intérprete da Yennefer, convenceu os produtores a repensar a cena da reunião dos personagens, enfatizando mais as emoções. Como resultado, foi gravada a cena do beijo.

Velozes & Furiosos

A estrela da franquia Michelle Rodriguez quase deixou o projeto durante as filmagens do primeiro filme por causa da sequência das cenas na qual sua personagem teve que trair seu namorado. A atriz achou essa linha da história completamente inadmissível e inapropriada e se recusou a gravar as cenas. A atriz confessou que chorou ao convencer o diretor.

Foi aí que a estrela foi apoiada por seu colega do set, Vin Diesel. “Ele me levou para o lado, me olhou nos olhos e disse: ’Não se preocupe, cuidarei disso’ ”, compartilhou Michelle. O ator cumpriu sua promessa.

Pulp Fiction: Tempo de Violência

De acordo com o roteiro original, Jules deveria ter cabelos volumosos para fazerem contraste com os lisos de seu colega Vincent (John Travolta). Só que o assistente responsável pelos figurinos entendeu mal as explicações dos roteiristas e comprou a peruca que acabamos vendo na tela. Samuel L. Jackson adorou os cachos “errados” e insistiu em mudar o visual de seu personagem, embora inicialmente Quentin Tarantino fosse contra tal alteração.

The Office

A oitava temporada da série deveria incluir uma cena na qual Jim, durante a viagem de negócios, beija Katy, a nova administradora do escritório. Entretanto, o ator John Krasinski alegou que tal reviravolta da trama acabaria afastando os espectadores, já que a maioria deles eram fãs do casal Jim e Pam. O ator se recusou a gravar a cena. “Foi a única vez que não concordei com os roteiristas. Simplesmente declarei que não faria essa cena”, lembra o ator.

Um Sonho de Liberdade

Segundo o diretor Frank Darabont, na cena final do filme Redding tinha que tocar uma harmônica que lhe havia sido presenteada por seu amigo Andy. Porém, Morgan Freeman não gostou da ideia. O ator considerou essa ação inadequada e tola, um verdadeiro clichê, por isso se recusou a realizá-la.

As Panteras

Crispin Glover, que interpretou o Homem Magro, tinha originalmente algumas falas, mas o ator as achou um tanto pretensiosas e sugeriu que os cineastas as tirassem. O diretor gostou da sugestão inédita de deixar o personagem calado, e, como resultado, Crispin não proferiu uma palavra em todo o seu tempo na tela, mas mesmo assim seu personagem se tornou memorável para os espectadores.

Surpresas do Amor

Inicialmente, uma comédia estrelada por dois queridinhos do público, Reese Witherspoon e Vince Vaughn, pareceu uma boa ideia. Contudo, apesar das grandes bilheterias, tanto os espectadores quanto os críticos constataram a falta de química entre os personagens. Isso se deve ao fato de que os atores têm temperamentos muito diferentes e no set não conseguiam chegar a um acordo.

Diziam que Reese se recusou a participar de uma cena picante com Vince. Os cineastas não tiveram escolha a não ser satisfazer os desejos da estrela, e acabaram excluindo a cena.

Serpentes a Bordo

O irônico filme de ação de 2006 poderia ter sido realizado sem Samuel L. Jackson. O ator admitiu que concordou em protagonizar o filme por causa de seu divertido título, que despertou a curiosidade do astro. Quando o estúdio decidiu mudá-lo para Vôo 121 para não revelar detalhes da trama, Samuel fez um ultimato: ou os produtores mantinham o título original ou ele deixaria o projeto.

Os Vingadores — The Avengers

De acordo com o roteiro original, no final do filme, depois de lutar contra os chitauri e cair na Terra, o Homem de Ferro levanta e pergunta: “E agora?” Mas Robert Downey Jr. achou a frase pouco convincente e sugeriu mudar o roteiro. Segundo Joss Whedon, em vez de uma frase no roteiro, surgiram três folhas com opções diferentes.

Então, no final, Tony Stark diz: “O que aconteceu aqui? Espero que ninguém tenha tentado me beijar”. E depois oferece aos outros personagens comer um shawarma em um restaurante a dois quarteirões de distância do local da batalha. Foi assim que surgiu a famosa cena pós-crédito na qual os vingadores silenciosamente fazem suas refeições.

Stranger Things

Dacre Montgomery pediu aos criadores da série, os irmãos Duffer, que tornassem seu personagem mais humano e acrescentassem ao roteiro as cenas que revelassem um aspecto diferente de Billy. O ator queria que os espectadores percebessem que ninguém se torna mau sem motivo. Os cineastas prestaram atenção à proposta do ator e incluíram no roteiro o episódio com uma briga entre Billy e seu pai e também as lembranças do personagem sobre as relações com sua mãe.

Na sua opinião, os atores têm direito de interferir no roteiro e na imagem de seus personagens, ou apenas os criadores de filmes e séries podem definir os acontecimentos da trama? Conte para a gente nos comentários!

Incrível/Arte/11 Casos em que atores e atrizes se recusaram a seguir o roteiro e acabaram melhorando a produção
Compartilhar este artigo
Você pode gostar destes artigos