Incrível
NovoPopular
Inspiração
Criatividade
Admiração

10 Atores que tiveram suas carreiras arruinadas por causa de apenas um papel

Para a maioria dos atores, o caminho para o estrelato é bastante longo e penoso. Muitos deles precisam participar de filmes menos conhecidos no começo de suas carreiras, para que os diretores famosos de cinema os notem e os convidem para trabalhar em seus projetos. No entanto, muitas vezes, depois de atuar em produções que não fizeram sucesso, algumas estrelas do cinema correm o risco de marcar suas reputações de uma forma bastante negativa. Para muitas delas, infelizmente, esse estigma é perpetuado por anos e anos.

Hoje, o Incrível.club vai relembrar alguns atores que prejudicaram demais suas carreiras após escolherem atuar em certos filmes que se tornaram verdadeiros fiascos. Acompanhe!

Demi Moore — Até o Limite da Honra

O filme Ghost: Do Outro Lado da Vida, de 1990, trouxe à Demi não só reconhecimento mundial, mas também vários prêmios importantes do cinema, assim como convites para estrelar em diversas outras produções. Entretanto, em 1996, a atriz participou do filme Striptease, que foi mal recebido tanto pela crítica como pelo público. Demi chegou até a receber o humorístico prêmio Framboesa de Ouro como Pior Atriz por sua atuação como Erin Grant.

Mas a gota d’água na carreira da atriz foi após seu papel no filme de ação Até o Limite da Honra, pelo qual ela ganhou mais um “prêmio” de pior atuação feminina. Demi já disse algumas vezes que esse filme foi um de seus preferidos em toda a sua carreira e que ele não merecia receber tais críticas. “A decepção foi tão grande que eu perdi um pouco da paixão pela arte e, talvez, tenha ficado desacreditada desde então”, — disse a atriz em uma entrevista. Um grande executivo cinematográfico ainda declarou: “As pessoas simplesmente não querem mais vê-la. Nós teríamos que levá-las à força ao cinema para assistir ao filme estrelado por ela”.

Lindsay Lohan — Eu Sei Quem Me Matou

No final da década de 90 e no início dos anos 2000, Lindsay Lohan era uma das jovens atrizes mais procuradas em Hollywood, sobre quem muitos previam um belíssimo futuro. Em 2007, no entanto, foi lançado o filme de terror (e de baixo orçamento) Eu Sei Quem Me Matou, que foi criticado em diversas áreas: desde o roteiro até a atuação. Além disso, durante as filmagens, Lindsay fazia tratamento em uma clínica de reabilitação por conta de seus vícios, o que, muitas vezes, afetava diretamente em seu trabalho. A atriz se atrasava com frequência e, por vezes, simplesmente não comparecia às gravações, o que tinha um impacto negativo no desejo dos diretores de trabalhar com ela.

O filme Eu Sei Quem Me Matou foi uma grande decepção não só para o público e para os críticos, mas também para a própria atriz. Quando uma das seguidoras de Lindsay disse no Twitter que havia visto o filme duas vezes na noite anterior, a atriz respondeu: “Duas vezes é muito”.

Elizabeth Berkley — Showgirls

Lançado em 1995, o filme Showgirls foi criticado negativamente logo após sua estreia, tanto pelos críticos de cinema como pelo público. Como muitos esperavam, a produção foi “vencedora” de 7 prêmios Framboesa de Ouro, incluindo Pior Filme e Pior Atriz.

Além disso, os fãs não parecem ter perdoado a atriz mesmo após a mudança drástica no ramo da atuação — até estrelar o filme de Paul Verhoeven, a atriz havia participado de uma série de TV adolescente por vários anos. Elizabeth ficou, portanto, conhecida pelos motivos errados e isso abalou demais a sua carreira: muitos diretores simplesmente não queriam contratar uma atriz que havia feito um papel tão ruim. Como se não fosse o suficiente, Elizabeth ainda foi deixada por seu próprio agente logo após o lançamento do filme.

Geena Davis — A Ilha da Garganta Cortada

Geena estrelou o filme Thelma & Louise em 1991 e recebeu diversos prêmios prestigiados de cinema por seu papel. Entretanto, 4 anos depois, a atriz participou do filme A Ilha da Garganta Cortada, que acabou colocando em xeque a sua carreira: o orçamento do filme chegou a 98 milhões de dólares, mas arrecadou apenas 10 milhões. Um fracasso de bilheteria. Um dos diretores ainda declarou que o papel de pirata interpretado pela atriz simplesmente não parecia crível.

Infelizmente, a maravilhosa atuação em Thelma & Louise não foi suficiente para perdoar o fiasco em A Ilha da Garganta Cortada e, depois disso, Geena nunca mais conseguiu nenhum papel relativamente significativo no cinema.

Chris Klein — Rollerball — Os Gladiadores do Futuro

Chris tornou-se bastante popular após sua participação nos filmes da franquia American Pie, nos quais fez o papel do jovem atleta Oz. Essa foi sua segunda grande aparição no cinema. Um ano depois, contudo, após o lançamento do segundo filme da franquia American Pie, o ator estrelou a produção Rollerball — Os Gladiadores do Futuro, que foi uma regravação do filme de mesmo nome lançado em 1975. Infelizmente, o projeto recebeu avaliações terríveis do público e dos críticos, o que fez com que a carreira de Chris desabasse quase que instantaneamente.

Jennifer Lopez — Contato de Risco

Segundo os críticos e telespectadores, o filme Contato de risco foi o pior da carreira de Ben Affleck. Entretanto, o ator conseguiu recuperar sua trajetória artística mais futuramente, o que não aconteceu a sua colega de cena no longa, Jennifer Lopez. Embora a atriz tenha participado de filmes bem-sucedidos anteriormente, como Selena, que rendeu a ela uma indicação ao Globo de Ouro, o filme Contato de Risco deixou uma marca negativa muito grande em sua carreira no cinema. De qualquer forma, hoje muitos conhecem Jennifer Lopez mais como cantora do que atriz, e a contribuição dela para a indústria musical certamente deu muito mais frutos.

Além disso, essa produção ainda destruiu a carreira do diretor Martin Brest, que, a propósito, foi quem dirigiu o épico sucesso cinematográfico estrelado por Al Pacino e ganhador do Oscar — Perfume de Mulher. Mas, depois do fracasso da comédia romântica estrelada por Jennifer Lopez, o diretor acabou desistindo de sua carreira.

Shannon Elizabeth — American Pie

O papel da garota Nadia, que vinha da Europa Ocidental no filme American Pie, foi tanto um presente como uma maldição para a carreira de Shannon no cinema. A produção realmente trouxe grande fama à atriz, mas, ao mesmo tempo, ela virou refém de uma imagem estereotipada, da qual, infelizmente, nunca mais conseguiu escapar.

Depois dos filmes da franquia American Pie, a atriz participou de uma comédia no mesmo estilo chamada Gatos numa Roubada. O filme foi bastante criticado e mal recebido pelo público, o que eventualmente colocou um fim na carreira de Shannon.

John Travolta — A Reconquista

A carreira de Jonh Travolta é marcada por altos e baixos. O clássico Grease — Nos Tempos da Brilhantina, lançado no final dos anos 70, trouxe ao ator grande fama. Por muitos anos depois, no entanto, ele fez papéis pequenos em filmes medianos até Tarantino chamá-lo para estrelar o épico Pulp Fiction: Tempo de Violência, revigorando novamente a fama do ator. Foi em 2000, contudo, que John atuou em um dos papéis principais no fiasco A Reconquista, dirigido por Roger Christian, que ganhou um número recorde de prêmios no Framboesa de Ouro, assim como muitas avaliações negativas. O orçamento gasto com o filme foi de cerca de 70 milhões de dólares, mas a arrecadação de bilheteria não chegou nem à metade desse valor.

Jennifer Love Hewitt — Procura-se a Mulher Perfeita

Do início dos anos 90 até o final dos anos 2000, Jennifer Love Hewitt participou de diversos filmes, mas ela se tornou realmente famosa após estrelar o longa norte-americano Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado e suas sequências. Em 2013, a atriz interpretou Allison Marx na comédia romântica Procura-se a Mulher Perfeita, que foi baseada em uma peça da Broadway de mesmo nome. Infelizmente, a produção não fez sucesso devido aos personagens estereotipados e ao grande número de piadas de mau gosto. Hoje, praticamente não vemos Jennifer em filmes, mas ainda podemos admirá-la em algumas séries de TV.

Neve Campbell — Garotas Selvagens

A atriz canadense Neve Campbell é uma das “rainhas do grito”, como são chamadas as atrizes associadas aos filmes de terror. Precisamos relembrar que ela ganhou fama primeiramente após sua participação na quadrilogia Pânico, fazendo o papel de Sydney Prescott — uma garota que conseguiu escapar de um assassino psicopata por 4 filmes seguidos. Em 1998, no entanto, a atriz resolveu tentar a sorte em outro gênero do cinema ao estrelar o suspense erótico Garotas Selvagens. Embora o filme tenha tido avaliações positivas, não foi (nem de longe) um sucesso de bilheteria. Além disso, em comparação com a heroína retratada nos filmes anteriores, a personagem de Neve nesse longa não fez tanto sucesso com os fãs.

Sem contar os terceiro e quarto filmes da franquia sobre o assassino mascarado, Neve Campbell não interpretou papéis de destaque no cinema até 2016. Na televisão, no entanto, recentemente a atriz participou do seriado político House of Cards (quarta e quinta temporadas).

Na sua opinião, qual desses atores não mereceu ter sua carreira arruinada por causa de apenas um papel em um filme malsucedido? Comente!

Imagem de capa Showgirls / MGM