7 Maneiras de prevenir a obesidade infantil

Muitos pais têm dúvidas sobre como alimentar os seus filhos corretamente sem precisar impor muitas restrições e, ao mesmo tempo, não dar liberdade demais. Encontrar esse equilíbrio nem sempre é fácil, principalmente quando a criança gosta de doces. A obesidade tem se tornado cada vez mais comum nos últimos anos porque muitos jovens trocaram as brincadeiras e os jogos ao ar livre pelos aparelhos tecnológicos. Mas existem muitas maneiras de prevenir a obesidade, e algumas delas são mais fáceis de implementar do que você imagina.

Hoje, o Incrível.club quer compartilhar com você alguns conselhos úteis e fáceis que ajudam a evitar a obesidade infantil.

1. Preparar pratos mais nutritivos

Comer demais é, obviamente, uma das principais causas da obesidade em crianças. Todas as calorias que não são gastas acabam armazenadas no corpo e se tranformam em gordura. Essa situação pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2, pressão arterial elevada e até mesmo problemas hormonais de crescimento.

Nesse sentido, é importante que os pais adotem uma dieta variada, com verduras, proteínas e carboidratos saudáveis, e evitem as gorduras saturadas e as frituras. Dessa forma, a criança pode comer muito, mas apenas alimentos saudáveis.

2. Ensinar a comer devagar

Comer pausadamente é muito importante e é algo que os adultos devem mostrar aos filhos. Ninguém precisa devorar o que há no prato; o importante é saborear a comida com tranquilidade. Isso melhora a digestão e a hidratação e dá tempo para que a criança se sinta satisfeita com o que já comeu. Quando comemos com pressa tendemos a comer mais calorias do que podemos gastar, o que costuma levar ao aumento de peso.

3. Explicar que só devemos comer quando sentimos fome

Segundo alguns nutricionistas, 4 refeições por dia é um bom número. Ainda assim, na dieta das crianças é importante incluir mais 2 sanduíches naturais. O ideal é perguntar ao pediatra o que ele recomenda para que a criança cresça com força e saudável.

Mas também é fundamental que os pequenos aprendam a importância de respeitar a rotina da alimentação. Comer fora de hora é uma das causas mais comuns da obesidade, por isso é importante fixar os horários, principalmente para evitar que a criança coma gorduras que o corpo não precisa e não consegue queimar.

4. Inventar atividades físicas divertidas

Vivemos em um mundo onde a tecnologia está ao alcance de todos, inclusive das crianças. Por isso, é muito importante que os pais sempre estimulem a realização de atividades físicas. O ideal é que as crianças brinquem ao ar livre, com amigos, com os irmãos e com os próprios pais. Existem muitos jogos que você pode propor ao seu filho, mas esconde-esconde e pega-pega costumam ser os mais clássicos e os mais divertidos. O importante é que você pense em como deixar o jogo mais entretido, para que a criança não se sinta obrigada a participar e possa se divertir.

5. Calcular a quantidade de açúcar consumido

Balas, chocolates, doces, todos esses alimentos são pouco nutritivos e sua quantidade de açúcar prejudica muito a saúde. Os produtos usados nesses alimentos possuem calorias vazias, ou seja, com um valor calórico muito alto e sem as vitaminas, as proteínas e os minerais que o corpo precisa.

Por isso, é importante que os pais limitem a quantidade de doces. Eles podem ser liberados em ocasiões especiais, por exemplo em aniversários.

6. Acrescentar mais frutas e verduras na dieta

Diferente da maioria dos doces, as frutas têm boas calorias e são muito nutritivas e essenciais para as crianças. Acrescentar frutas e verduras na dieta desde cedo é uma boa maneira de acostumar a criança. Dessa forma, a adolescência e a vida adulta serão muito mais saudáveis. É, portanto, muito importante que os pais acrescentem verduras no almoço e no jantar, além de servir frutas como sobremesa. Deixe os doces para as ocasiões especiais.

7. Incentivar as conversas durante as refeições

O momento da refeição deve ser pensado como uma ocasião especial para conversar com os seus filhos. É importante que as crianças entendam que a refeição é um bom momento para estar em família e contar tudo o que cada um fez naquele dia. Isso faz com que elas comam mais devagar e aproveitem o momento.

Você já conhecia essas recomendações? Conhece outras maneiras de fazer uma criança seguir uma dieta saudável? Conte nos comentários.

Ilustrador Sergey Raskovalov exclusivo para Incrível.club
Compartilhar este artigo